Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Partido Socialista do Chile
Presidente Osvaldo Andrade
Fundação 19 de abril de 1933
Sede Santiago de Chile
Ideologia Social democracia[1][2]
socialismo democrático[3][4]
Espectro político Centro-esquerda[2]
Membros  (2017) 37 600[5]
Afiliação internacional Internacional Socialista[6]
Foro de São Paulo
Câmara dos Deputados
15 / 120
Senado
6 / 38
Cores      Vermelho
Bandeira do partido
Flag of the Socialist Party of Chile.svg
Página oficial
www.pschile.cl

O Partido Socialista do Chile (PS) é um partido político chileno de esquerda, onde militam cerca de 113.000 cidadãos, tornando-o o segundo maior partido politico do país, e que faz parte da coalização de partidos que governou o Chile dura chamada Concertación de Partidos por la Democracia (mais conhecida como apenas Concertación). Ricardo Lagos Escobar representou o Partido Socialista na eleição presidencial de 1999 e obteve 48,0% dos votos no primeiro turno e 51,3% no segundo. Michelle Bachelet, ministra da Sáude e da Defesa de Lagos, representou o partido na eleição presidencial de 2006, e obteve 45,96% dos votos no primeiro turno e 53,5% no segundo, se tornando a primeira mulher eleita presidente de um país sul-americano. O mandato de Bachelet terminou em 11 de março de 2010. É o partido do ex-presidente Salvador Allende.

Índice

HistóriaEditar

O Partido Socialista era o partido do marxista histórico Salvador Allende, que foi um de seus fundadores em 19 de abril de 1933. Em 1970, Allende se tornou o primeiro presidente marxista eleito do mundo. Seu governo, da coalizão de esquerda Unidade Popular, foi derrubado por um sangrento golpe de estado perpetrado pelo comandante das Forças Armadas, general Augusto Pinochet, em 11 de setembro de 1973. Durante os mais de 20 anos do governo de Pinochet, o partido, assim como outros de esquerda, foi colocado na ilegalidade e só pôde retornar à ativa em 1990. A partir de então, o partido passou a integrar a Concertación contra as forças políticas oriundas da ditadura militar. O partido participa atualmente do Foro de São Paulo e da Internacional Socialista.

PresidentesEditar

Até 1989, o partido não possuía o cargo de presidente. Ao invés disso, havia o cargo de secretário-geral, tradicional em partidos de orientação comunista e socialista.

Secretários-gerais:

Presidentes:

Presidentes do ChileEditar

Ao todo, três membros do Partido Socialista foram eleitos presidente do Chile:

  • 1970-1973: Salvador Allende Gossens (deposto)
  • 2000-2006: Ricardo Lagos Escobar
  • 2006-2010: Michelle Bachelet Jaria

Resultados EleitoraisEditar

Eleições presidenciaisEditar

Data Candidato

apoiado

1ª Volta 2ª Volta
Votos % Votos %
1938 Pedro Aguirre Cerda 222 720 50,5 (1.º)
1942 Juan Antonio Ríos 260 034 56,0 (1.º)
1946 Bernardo Ibáñez 12 114 2,5 (4.º)
1952 Salvador Allende 51 975 5,5 (4.º)
1958 Salvador Allende 356 493 28,9 (2.º)
1964 Salvador Allende 977 902 38,9 (2.º)
1970 Salvador Allende 1 070 334 36,6 (1.º)
Ditadura de 1973 a 1989
1989 Patricio Aylwin 3 850 571 55,2 (1.º)
1993 Eduardo Frei Ruiz-Tagle 4 044 898 58,0 (1.º)
1999/00 Ricardo Lagos 3 383 334 48,0 (1.º) 3 683 158 51,3 (1.º)
2005/06 Michelle Bachelet 3 190 691 46,0 (1.º) 3 723 019 53,5 (1.º)
2009/10 Eduardo Frei Ruiz-Tagle 2 065 061 29,6 (2.º) 3 367 790 48,4 (2.º)
2013 Michelle Bachelet 3 075 839 46,7 (1.º) 3 470 379 62,2 (1.º)

Eleições legislativasEditar

Câmara dos DeputadosEditar

Data Votos % +/- Deputados +/- Coligação
1937 46 050 11,2 (4.º)
19 / 146
1941 75 500 16,8 (3.º)  5,6
15 / 147
 4
1945 32 314 7,2 (5.º)  9,6
6 / 147
 9
1949 15 676 3,4 (9.º)  3,8
5 / 147
 1
1953 41 676 5,3 (6.º)  1,9
9 / 147
 4
1957 38 783 4,4 (8.º)  0,9
7 / 147
 2
1961 149 122 11,1 (6.º)  6,7
12 / 147
 5
1965 241 593 10,6 (4.º)  0,5
15 / 147
 3
1969 294 448 12,8 (5.º)  2,2
15 / 150
 
1973 678 796 18,7 (3.º)  5,9
28 / 150
 13 Unidade Popular
Ditadura de 1973 a 1989
1989 Não concorreu
1993 803 719 11,9 (3.º)
15 / 120
Concertación
1997 640 397 11,0 (5.º)  0,9
11 / 120
 4 Concertación
2001 614 434 10,0 (5.º)  1,0
10 / 120
 1 Concertación
2005 663 561 10,1 (5.º)  0,1
15 / 120
 5 Concertación
2009 653 367 9,9 (5.º)  0,2
11 / 120
 4 Concertación
2013 691 713 11,1 (4.º)  1,2
15 / 120
Nova Maioria

SenadoEditar

Data Votos % +/- Deputados +/- Coligação
1937 6 103 4,1 (6.º)
0 / 20
1941 37 857 16,2 (4.º)  12,1
2 / 20
 2
1945 12 625 6,3 (6.º)  9,9
2 / 25
 
1949 6 818 2,7 (10.º)  3,6
0 / 20
 2
1953 Não apresentou candidatos
1961 83 456 13,6 (4.º)
8 / 45
1965 147 641 11,2 (3.º)  2,4
7 / 45
 1
1969 120 629 12,0 (5.º)  0,7
5 / 50
 2
1973 392 469 17,8 (3.º)  5,8
5 / 25
  Unidade Popular
Ditadura de 1973 a 1989
1989 Não concorreu
1993 238 405 12,7 (4.º)
5 / 38
Concertación
1997 617 947 14,6 (4.º)  1,9
4 / 38
 1 Concertación
2001 254 905 14,7 (3.º)  0,1
4 / 18
  Concertación
2005 576 045 12,1 (3.º)  2,6
4 / 20
  Concertación
2009 175 017 9,2 (5.º)  2,9
2 / 18
 2 Concertación
2013 728 455 16,2 (3.º)  7,0
4 / 20
 2 Nova Maioria

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Partido Socialista do Chile
  Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Jörn Sommer (1997). Die Herausforderung: zum Weltmarktdiskurs der chilenischen Gewerkschaften jenseits ihrer Akteurfähigkeit. [S.l.]: LIT Verlag Münster. p. 94. ISBN 978-3-8258-3314-5 
  2. a b Kautsky, John (2002). Social Democracy and the Aristocracy. [S.l.]: Transaction. p. 44 
  3. «Declaration of Principles of the Socialist Party» (PDF) (em espanhol). 2001 
  4. Walker, Ignacio (1990). Socialismo y Democracía (PDF) (em espanhol). [S.l.]: Cieplan. p. 230 
  5. https://www.servel.cl/wp-content/uploads/2017/05/Ratificaciones_mas_Afiliaciones_por_Partidos_15-04-2017_VF.pdf
  6. «Archived copy». Consultado em 31 de janeiro de 2019. Arquivado do original em 31 de janeiro de 2019