Pastor-da-ásia-central

raça canina
Pastor-da-ásia-central
Pastor-da-ásia-central
Nome original Türkmen Alabaý;
Sredneaziatskaya ovcharka (Среднеазиатская овчарка)
Outros nomes Ovcharka da ásia central
Pastor-da-ásia-central
Alabai
Central Asian Ovcharka
CAO
Mastim-da-ásia-central
Volkodav
Aziat
País de origem  Rússia
Características
Peso do macho no mínimo 50 kg
Peso da fêmea no mínimo 40 kg
Altura do macho no mínimo 70 cm na cernelha
Altura da fêmea no mínimo 65 cm na cernelha
Pelagem curto; e longo no inverno
Cor Qualquer cor, exceto geneticamente azul ou marcação tan
Expectativa de vida 12-15 anos [carece de fontes?]
Classificação e padrões
Federação Cinológica Internacional
Grupo 2 - Pinscher e Schnauzer, Molossos e Cães de Montanha e Boiadeiros suíços.
Seção 2 - Molossos - tipo montanha
Estalão #335 - 9 de fevereiro de 2010

A pastor-da-ásia-central[a][b] (em russo: Среднеазиатская овчарка), alabai ou mastim-da-ásia-central, é uma raça de cães de guarda do tipo molosso, originária de países da Ásia central, como o Turcomenistão (ou Turquemenistão)[1], tendo a Rússia como país patrono no sistema FCI.[2]

Uma permissão oficial é necessária para a importação dos tradicionais cães Alabai turcomanos de raça pura do Turcomenistão.[3]

Costumava-se realizar combates entre cães deste tipo, primeiramente para testar as habilidades dos mesmos para proteção dos rebanhos contra predadores, e secundariamente pelo dinheiro de apostas.

As orelhas e cauda são tradicionalmente cortadas nos países nativos.

NomeEditar

O nome “alabai” (em turcomeno: Alabaý) é comum das línguas turcomanas, onde “ala” (“manchado”) e “bai” (“ricamente”) enfatizam a pelagem bicolor característica da raça.[3] No Uzbequistão a raça é chamada de “boribosar” que significa “caça-lobos”. Na Rússia, é chamado de Ovcharka (овчарка) da Ásia central, onde ovcharka é um termo sem tradução exata, usado para cães de ovelha, geralmente cães que protegem ovelhas de predadores.[4]

São ainda apelidados de Volkodav, em russo, "esmaga-lobos".

HistóriaEditar

Apesar de conhecido antes, foi descrito oficialmente pela primeira vez em 1921, pelo professor Bogolyubsky (Боголюбский). Sua criação organizada deu-se a partir de 1931, porém mais abrangente apenas à partir de 1939, pelos russos, que testaram e selecionaram cães para uso militar nas fronteiras.[3]

O alabai moderno é possivelmente derivado da variedade mais primitiva o Alabai Turcomano (em turcomeno: Türkmen Alabaý), tipo de cão milenar ou land-race de cães guardiões de gado.[3] Por isso, o pastor-da-ásia-central também é conhecido como Alabai, apesar de serem consideradas raças ou variedades distintas, principalmente no Turcomenistão, onde é considerado tesouro nacional.

Acredita-se que os primeiros registros do Alabai no Turquemenistão remontam ao Século II a.C.[3]

CaracterísticasEditar

 
Cão alabai turcomano

Foi utilizada durante séculos para proteger rebanhos na Ásia Central, região onde se localizam outros países além da Rússia como o Cazaquistão. De personalidade destemida e audaciosa, começou a perder popularidade na Rússia devido a dificuldade de adestramento.[carece de fontes?] Modernamente é usada como cão de guarda, protegendo residências, fábricas, prisões e armazéns russos. De pelagem densa e com subpêlo, é um cão que os machos devem ter no mínimo 50 kg, e no mínimo 65 cm de altura na cernelha.[5] Alguns machos alcançam 100 kg.

Costuma-se cortar suas orelhas (bem curtas) e cauda (na quarta ou quinta vértebra) de forma primitiva com poucos dias de vida, usando cinzas para curar. Esta prática era adotada na origem como forma de proteger os cães nas disputas com predadores e para melhorar a audição.[3]

TemperamentoEditar

São cães atentos, vigilantes, bem independentes, territoriais, avessos à estranhos, dominantes, protetores e destemidos.

No BrasilEditar

A raça chegou recentemente no Brasil, porém existe em número pequeno.

Ver tambémEditar

Referências

  1. Fogle (2009), pág 248
  2. «Central Asian Shepherd breed standard» [Padrão da raça Pastor da Ásia Central] (PDF). FCI. 2011. Consultado em 18 de Julho de 2020 
  3. a b c d e f «Туркменский алабай - надежный сторож и национальное достояние Туркменистана». РИА Новости (em russo). 2017. Consultado em 25 de Fevereiro de 2020 
  4. «The Ovcharkas - what are they?». www.rassokhin.com. Consultado em 25 de fevereiro de 2020 
  5. «Central Asian Shepherd Dog Dog Breed Information». American Kennel Club (em inglês). Consultado em 25 de fevereiro de 2020 

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Pastor-da-ásia-central

NotasEditar

  Este artigo sobre cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.