Abrir menu principal

Pastorícia

ramo da agricultura que trata da criação de gado, a pecuária, ou seja, a criação, manutenção e utilização de animais
(Redirecionado de Pastoralismo)
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde novembro de 2011). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.

A pastorícia é um ramo da agricultura que trata da criação de gado, a pecuária, ou seja, a criação, manutenção e utilização de animais como camelos, cabras, vacas, iaques, lhamas e ovelhas. Pode ter uma característica móvel, em que os rebanhos são conduzidos em busca de pastos e água.

A pastorícia pode ser encontrada, em numerosas variações, por todo o mundo. A composição dos rebanhos, as práticas de administração, organização social e todos os outros aspectos da pastorícia variam entre regiões e grupos sociais. Diversas práticas tradicionais também tiveram de ser adaptadas devido às circunstâncias variáveis do mundo moderno. Os ranchos dos Estados Unidos e as sheep stations e cattle stations da Austrália são vistas como variações modernas.

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

  • Alvard, M. S. and L. Kuznar (2001). Deferred harvest: the transition from hunting to animal husbandry. American Antiquity 103(2): 295-311.
  • Fagan, B. (1999) "Drought Follows the Plow", adapted from Floods, Famines and Emperors: Basic Books
  • Fratkin, E. (1997) Pastoralism: Governance & Development Issues. Annual Review of Anthropology, 26
  • Hardin, G. (1968) The Tragedy of the Commons. Science, 162, 1243–1248
  • Hole, F. (1996). "The context of caprine domestication in the Zagros region'". in The Origins and Spread of Agriculture and Pastoralism in Eurasia. D. R. Harris (ed.). London, University College of London: 263-281.
  • Ingold, T. (2000). The Perception of the Environment. London: Routledge.
  • Kipuri, N. & Ridgewell, A. (2008) A Double Bind: The Exclusion of Pastoralist Women in the East and Horn of Africa, London, Minority Rights Group
  • Lees, S & Bates, D. (1974) The Origins of Specialized Nomadic Pastorlaism: A Systematic Model. American Antiquity, 39, 2.
  • Levy, T. E. (1983). Emergence of specialized pastoralism in the Levant. World Archaeology 15(1): 15-37.
  • Markakis, J. (2004) Pastoralism on the Margin, London, Minority Rights Group
  • Monbiot, G. (1994) The Tragedy of Enclosure. The Scientific American
  • Pyne, Stephen J. (1997) Vestal Fire: An Environmental History, Told through Fire, of Europe and Europe's Encounter with the World. Seattle and London: University of Washington Press. ISBN 0-295-97596-2
  • Saltini Antonio, Storia delle scienze agrarie, 4 vols, Bologna 1984-89, ISBN 88-206-2412-5, ISBN 88-206-2413-3, ISBN 88-206-2414-1, ISBN 88-206-2414-X
  • Smith, A. B. (1992). Pastoralism in Africa. London, Hurst & Company.
  • Wilson, K.B. (1992) Rethinking Pastoral Ecological Impact in East Africa. Journal of Tropical Ecology, 8, 4