Patriarcado de Veneza


O patriarcado de Veneza (em latim Patriarchatus Venetiarum, em italiano Patriarcato di Venezia) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica em Veneza, na Itália, é um dos poucos patriarcados de rito latino da Igreja Católica, juntamente com o patriarcado de Lisboa (em Portugal), o patriarcado das Índias Orientais, o patriarcado latino de Jerusalém e a própria diocese de Roma.

Patriarcado de Veneza
Patriarchatus Venetiarum
Localização
País Itália
Território Província de Veneza, Região do Véneto
Arquidiocese Metropolitana Arquidiocese de Veneza
Dioceses Sufragâneas Adria-Rovigo
Belluno-Feltre
Chioggia
Concordia-Pordenone
Padova
Treviso
Verona
Vicenza
Vittorio Veneto
Estatísticas
População 370 726
Vigararias 13
Paróquias 128
Sacerdotes 240
Informação
Denominação Católica Romana
Rito Romano
Criação da Diocese 774
Elevação a Patriarcado 8 de outubro de 1451
Catedral Basílica de São Marcos
Padroeiro São Marcos
Governo do Patriarcado
Patriarca D. Francesco Moraglia
Vigário-Geral Angelo Pagan
Jurisdição Patriarcado Metropolitano
(Sé Metropolitana Patriarcal)
Contactos
Endereço Castello, n° 4264 - 30122 Veneza, Itália. Telefone: 041-2702411
Página Oficial www.patriarcatovenezia.it
dados em catholic-hierarchy.org
Categoria:Patriarcados · Todas as dioceses
Projeto Catolicismo

HistóriaEditar

Foi em 1451[1] que o título de patriarca foi atribuído pela primeira vez ao então bispo de Veneza, sendo um título meramente honorário, sem qualquer precedência material sobre os outros bispos e arcebispos, mas que concede aos seus titulares uma precedência formal nas procissões papais. Apesar disto a elevação a patriarcado constitui a mais elevada dignidade honorífica atribuível pela Igreja Católica a uma diocese ou arquidiocese.

Por diversas vezes na História da Igreja Católica os patriarcas de Veneza foram eleitos papas, como aconteceu no século XX com Pio X, João XXIII e João Paulo I.

A do patriarcado de Veneza (ou simplesmente de Arquidiocese de Veneza) é a célebre Basílica de São Marcos, em Veneza.

Tal como o patriarca de Lisboa, também o patriarca de Veneza detém o privilégio perpétuo de ser nomeado cardeal no consistório seguinte ao da sua investidura no cargo. Após a ascensão à dignidade cardinalícia o Prelado de Veneza goza do título de cardeal-patriarca de Veneza.

Cronologia dos Patriarcas e bispos-auxiliares do século XXEditar

Arcebispos recentes:

# Nome Período Notas
Patriarca
Dom Francesco Moraglia 2012-atual
Dom Angelo Cardeal Scola 2002-2011 Nomeado Arcebispo de Milão
Dom Marco Cardeal 1979-2002
Dom Albino Cardeal Luciani 1970-1978 Eleito Papa João Paulo I
Dom Giovanni Cardeal Urbani 1958-1969
Dom Angelo Giuseppe Cardeal Roncalli, O.F.S. 1953-1958 Eleito Papa João XXIII
Dom Carlo Agostini 1949-1952
Dom Adeodato Giovanni Cardeal Piazza, O.C.D. 1936-1948 Nomeado Secretário da Congregação para os Bispos
Dom Pietro Cardeal La Fontaine 1915-1935
Dom Aristide Cardeal Cavallari 1904-1914
Dom Giuseppe Melchiorre Cardeal Sarto, O.F.S. 1893-1903 Eleito Papa Pio X
Bispos auxiliares
Beniamino Pizziol 2008-2011 Nomeado Bispo de Vicenza
Giuseppe Olivotti 1957-1974
Augusto Gianfranceschi 1953-1957 Nomeado Bispo de Cesena-Sarsina
Giovanni Jeremich 1929-1948
Aristide Cavallari 1903-1904 Elevado a Patriarca


Referências

  1. "Translatio patriarchalis Ecclesiae Graden. ad civitatem Venetiarum, cum suppressione tituli eiusdem Ecclesiae Gradensis", in: Bullarum, diplomatum et privilegiorum sanctorum Romanorum pontificum Taurinensis editio, vol. 5 (Turim: Franco et Dalmazzo, 1860), pp. 107–109.
  Este artigo sobre catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.