Abrir menu principal

Patrick Roy

jogador de hóquei no gelo canadense
Patrick Roy, 1999

Patrick Jacques Roy (nascido em 5 de Outubro de 1965, em Quebec) foi um goleiro profissional de hóquei no gelo canadense. Atualmente, Roy é técnico do Colorado Avalanche, time da NHL pelo qual Roy ganhou duas vezes a Copa Stanley em 1996 e 2001. Antes Roy jogou pelo Montreal Canadiens, vencendo a liga em 1986 e 1993. Roy também é um dos sócios do time Quebec Remparts. Patrick Roy é o detentor de uma série de recordes da NHL, e é considerado por muitos como um dos maiores goleiros de todos os tempos. No dia 13 de Novembro de 2006, Roy foi aceito para o Hall da Fama do Hóquei.

Carreira ProfissionalEditar

Montreal CanadiensEditar

Roy foi o goleiro do Montreal Canadiens por 10 anos, entre 1985 e 1995. Durante esse período, ele ajudou o time em uma série de conquistas. Em 1986, com apenas 20 anos de idade, Roy levou o time à conquista da Stanley Cup em sua primeira temporada como jogador. Sua performance também lhe rendeu o Troféu Conn Smythe daquele ano, que é dado ao jogador mais valioso dos Playoffs. Patrick Roy é o jogador mais novo a ter ganho esse prêmio Em 1993, Roy repetiria o feito, conquistando a Stanley Cup e o Troféu Conn Smythe novamente. Nesses playoffs, Roy também marcou outro recorde, o de 10 vitórias em prorrogação na pós-temporada.

A troca para o Colorado AvalancheEditar

No dia 2 de Dezembro de 1995, o Montreal Canadiens iria jogar contra o Detroit Red Wings. Patrick Roy estava tendo uma partida visivelmente ruim, mas o técnico do Canadiens, Mario Tremblay, esperou que Roy sofresse 9 gols até retirá-lo do jogo, ainda no segundo período. A relação entre Roy e Tremblay sempre foi muito complicada, desde os tempos em que Roy era um jovem goleiro, e Tremblay era um comentarista esportivo que sempre o criticava.

Ao sair do jogo irritado, Roy pôde ser visto dizendo ao presidente do Montreal Canadiens que aquela havia sido sua última partida pelo Canadiens. Mais tarde, Roy explicou à mídia que ele não jogaria mais pelo time de Montreal enquanto Tremblay fosse o técnico. Quatro dias depois, Roy foi trocado para o Colorado Avalanche, junto com o capitão Mike Keane, pelos jogadores Jocelyn Thibault, Martin Rucinsky e Andrei Kovalenko.

Colorado AvalancheEditar

 
Roy em 2010

Motivado com a troca, Roy ajudou o time do Colorado Avalanche a conquistar sua primeira Stanley Cup logo em sua primeira temporada, 1995-1996. Em 2001, Roy conquistou a sua quarta Stanley Cup, e seu terceiro Troféu Conn Smythe. O Colorado Avalanche conquistou o título da Divisão Noroeste por 8 anos seguidos, enquanto Roy esteve no time, o que é um recorde na NHL. Roy foi o goleiro titular do Avalanche até 2003, quando se aposentou.

No dia 28 de Outubro de 2003, o Colorado Avalanche aposentou o número 33 usado por Patrick Roy em sua carreira. Os Canadiens fizeram o mesmo.

Em 2013, Roy foi anunciado como novo técnico do Avalanche ao mesmo tempo em que seu ex-parceiro nos títulos Joe Sakic virava gerente geral da equipe. Sob Roy o Avalanche viu uma revitalização depois de acabar em penúltimo na temporada anterior, vencendo a Divisão Central na temporada 2013-14.

PrêmiosEditar

  • Time de Calouros da NHL - 1986
  • Participou de 11 Jogos das Estrelas - 1988, 1990, 1991, 1992, 1993, 1994, 1997, 1998, 2001, 2002, 2003
  • Troféu Conn Smythe - 1986, 1993, 2001
  • Troféu William M. Jennings - 1987, 1988, 1989, 1992, 2002
  • Troféu Vezina - 1989, 1990, 1992
  • Em 1998, foi classificado na posição número 35 na lista dos 100 Melhores Jogadores de Hóquei da revista The Hockey News'
  • Hall da Fama dos Esportes de Colorado - 2004
  • Hall da Fama do Hóquei - 2006

RecordesEditar

  • Maior número de jogos de Playoffs como goleiro na NHL (247)
  • Maior número de vitórias de Playoffs como goleiro na NHL (151)
  • Maior vencedor de Troféus Conn Smythe (3)