Paul-Marie-André Richaud

Paul-Marie-André Richaud (16 de abril de 1887 - 5 de fevereiro de 1968) foi um cardeal francês da Igreja Católica Romana . Ele foi arcebispo de Bordeaux desde 1950 até sua morte, e foi elevado ao cardinalato em 1958.

Paul-Marie-André Richaud
Cardeal da Igreja Católica
Arcebispo de Bordeaux
Atividade eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Bordeaux
Nomeação 10 de fevereiro de 1950
Predecessor Dom Maurice Feltin
Sucessor Dom Marius Felix Antoine Maziers
Mandato 1950 - 1968
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 28 de junho de 1913
por Dom Charles Gibier
Nomeação episcopal 21 de dezembro de 1933
Ordenação episcopal 25 de janeiro de 1934
por Dom Benjamin-Octave Roland-Gosselin
Nomeado arcebispo 10 de fevereiro de 1950
Cardinalato
Criação 15 de dezembro de 1958
por Papa João XXIII
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santos Ciríaco e Julita
Brasão
COA cardinal FR Richaud Paul-Marie-Andre.png
Lema Vinctus Christi
Dados pessoais
Nascimento Versalhes
16 de abril de 1887
Morte Bordeaux
5 de fevereiro de 1968 (80 anos)
Nacionalidade francês
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

BiografiaEditar

Paul Richaud nasceu em Versalhes e assistiu ao seminário maior antes de ir a Roma para estudar na Pontifícia Universidade Gregoriana . Ordenado ao sacerdócio em 28 de Junho de 1913, que, em seguida, terminou seus estudos em 1915 na Universidade Pontifícia de São Tomás de Aquino, Angelicum , onde obteve um doutorado em filosofia. [1] Richaud fez o trabalho pastoral em Versalhes até 1931, quando se tornou seu Vigário Geral e Vice-Assistente Geral da Ação Católica Francesa .

Em 19 de dezembro de 1933, Richaud foi nomeado Bispo Auxiliar de Versalhes e Bispo Titular de Irenopolis em Isauria pelo Papa Pio XI . Ele recebeu sua consagração episcopal em 25 de janeiro de 1934 do Bispo Benjamin Roland-Gosselin, com os Bispos Pierre-Marie Gerlier e Georges Louis. Richaud foi posteriormente nomeado bispo de Laval em 27 de julho de 1938 e arcebispo de Bordeaux em 10 de fevereiro de 1950.

O Papa João XXIII criou-o Cardeal Sacerdote de Santi Quirico e Giulitta no consistório de 15 de dezembro de 1958. Durante seu mandato em Bordeaux , Richaud expandiu as escolas paroquiais e deu aos leigos um papel mais proeminente. [2] Ele participou do Concílio Vaticano II de 1962 a 1965, e foi um dos cardeais eleitores que participaram do conclave papal de 1963 que selecionou o papa Paulo VI .

O cardeal morreu de uma doença de fígado [2] em Bordeaux, aos 80 anos. Ele está enterrado na Catedral de Bordeaux .

Ele encorajou muito o Escotismo na França . [3]

ReferênciasEditar

  1. http://www2.fiu.edu/~mirandas/bios-r.htm Accessed 26 May, 2014
  2. a b TIME Magazine. Milestones February 16, 1968
  3. TIME Magazine. The New Cardinals December 22, 1958