Nota: Se procura o álbum homônimo lançado em 1991, veja Paulinho Guitarra (álbum).

Paulo Ricardo Rodrigues Alves (Niterói-RJ, 16 de novembro de 1954), mais conhecido como Paulinho Guitarra, é um guitarrista brasileiro[1][2], notório por seu trabalho com a banda Vitória Régia, grupo que acompanhava o cantor Tim Maia[3][4] É dele, por exemplo, a co-autoria da música “O Caminho do Bem”, presente no disco Tim Maia Racional, Vol. 2 e que faz parte da trilha-sonora do filme Cidade de Deus, de Fernando Meireles[5].

Paulinho Guitarra
Informação geral
Nome completo Paulo Ricardo Rodrigues Alves
Nascimento 16 de novembro de 1954 (69 anos)
Local de nascimento Niterói, RJ
Gênero(s)
Ocupação(ões) instrumentista
Instrumento(s) guitarra, violão
Outras ocupações compositor
Afiliação(ões) Tim Maia, Cassiano, Sidney Magal, Carlos Dafé, Sandra de Sá, Gérson King Combo, Banda Black Rio, Celso Blues Boy, Bebel Gilberto, Cazuza, Alynaskyna, Leo Gandelman Cláudio Zoli e Marina Lima
Página oficial www.verycoolmusic.com

Reconhecido como um dos grandes guitarristas da MPB[5], e pioneiro da guitarra funk brasileira[6], Paulinho foi eleito, em 2012, um dos 70 mestres brasileiros da guitarra e do violão pela Rolling Stone Brasil, que disse que ele é um dos grandes "da guitarra soul e funk no Brasil".[7]

Em seu curriculo, Paulinho conta com trabalhos com a banda Os Adolescentes (1967 a 1969), Cassiano, Hyldon, Sidney Magal, Novo Som, Carlos Dafé, Sandra de Sá, Gerson King Combo, Banda Black Rio, Celso Blues Boy, Bebel Gilberto, Cazuza, Alynaskyna, Leo Gandelman Cláudio Zoli e Marina Lima.

Desde 1992 toca com o cantor Ed Motta.

Em 2009 foi lançado o filme "Paulinho Guitarra em Solos e Aventuras" (Direção: Cláudio Salles), que conta a sua história.[8]

Carreira

editar

Paulinho começou a tocar profissionalmente aos doze anos, quando em 1967, criou a banda "Os Adolescentes”, considerada “um dos melhores conjuntos de baile do Estado do Rio de Janeiro”, conquistando vários prêmios e festivais.

Em 1970, Paulinho foi convidado para fazer parte da banda de Gerson King Combo. Logo depois se tornou músico da banda Vitória Régia, grupo que acompanhava o cantor Tim Maia, com o qual tocou de 1971 a 1977.

Ainda nessa época trabalhou com os cantores Cassiano e Carlos Dafé.

Por conta desses trabalhos, a edição de agosto de 1999 da revista Guitar Player disse que Paulinho era o “criador da guitarra funk brasileira”.[6]

Durante os anos 1980 acompanhou em shows e gravações a cantora Marina Lima e a lendária banda de rock “sulista” fluminense “Alynaskyna[9]. Também tocou com Bebel Gilberto e gravou os discos “Burguesia” e “Por Aí...” com Cazuza.

Na década seguinte tocou com os artistas Claudio Zoli, Celso Blues Boy, Banda Black Rio e Ed Motta.

Banda Alynaskyna

editar
Alynaskyna
Informação geral
Origem Niterói, RJ
País Brasil
Gênero(s) Southern rock
Período em atividade 1982–1985
Gravadora(s) Barclay/Ariola
Ex-integrantes Mário Ruy, Paulinho Guitarra, Sérgio Senna, Serginho, e Ralph

A banda Alynaskyna foi uma banda de Southern rock formada na cidade de Niterói-RJ pelos músicos Mário Ruy (Voz e Guitarra rítmica), Paulinho Guitarra (Guitarra principal), Sérgio Senna (Baixo elétrico), Serginho (Baterias) e Ralph (Teclados).[10] O nome da banda vem de uma brincadeira com nome da banda Lynyrd Skynyrd.[10]

A banda logo tornou-se conhecida na cidade[11][12], principalmente após suas músicas serem tocadas à exaustão na rádio Fluminense FM. Até hoje o grupo é referência quando se fala na emissora citada. No embalo do sucesso, fizeram vários shows no Circo Voador[13], e em 1984 a banda teve o primeiro e único registro quando foram agraciados na coletânea "Rock 1984", lançado pelo selo Ariola da gravadora Barclay[14][15].

Carreira Solo

editar

Em 1991, Paulinho gravou o seu primeiro disco solo, Paulinho Guitarra, em vinil, com músicas autorais com influências latinas e negras.[16] Este disco teve uma tiragem de apenas mil cópias, sendo, portanto, um item raro[5].

Em 2005 lançou Paulinho Guitarra & The Very Very Cool Cool Band, recheado de temas instrumentais, todos autorais, permeados de jazz, blues, rock, soul e funk, o primeiro álbum pela sua gravadora Very Cool Music.

Em 2008, lançou seu terceiro disco autoral solo "Trans Space", e segundo álbum pela Very Cool Music.

Em 2012 lançou seu quarto disco "Romantic Lovers – Sparkling Guitars from Paulinho Guitarra", e terceiro pela Very Cool Music.

Discografia

editar
Solo
Participação em ouros projetos

Filmografia

editar
  • 2009 - Documentário de média-metragem "Paulinho Guitarra em Solos e Aventuras" (Direção: Cláudio Salles)[8][18]

Prêmios e Honrarias

editar
  • 1999 - Descrito pela revista Guitar Player como o “criador da guitarra funk brasileira”.[6]
  • 2009 - Eleito pela revista Guitar Player um dos "60 deuses da guitarra rítmica" do Brasil.[19]
  • 2012 - Eleito pela revista Rolling Stone Brasil um dos 70 mestres brasileiros da guitarra e do violão.
  • 2014 - Mencionado no livro “Heróis da guitarra brasileira” (Editora Irmãos Vitale), de autoria de Leandro Souto Maior e Ricardo Schott.[20]

Referências

  1. «Paulinho Guitarra». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 27 de dezembro de 2014 
  2. «Paulinho Guitarra». Guitar Player. Março de 2009. Consultado em 8 de março de 2015. Arquivado do original em 2 de abril de 2015 
  3. «O mítico disco de Tim Maia». Clique Music. Consultado em 8 de março de 2015 
  4. radios.ebc.com.br/ As atuações de Paulinho Guitarra no Soul Brasil
  5. a b c oglobo.globo.com/ Paulinho Guitarra: As seis décadas de um herói das seis cordas
  6. a b c books.google.com.br/ Livro "HERÓIS DA GUITARRA BRASILEIRA: Literatura musical", Por Leandro Souto Maior , Ricardo Schott
  7. rollingstone.com.br/ 70 Mestres Brasileiros da Guitarra e do Violão
  8. a b Jornal do Brasil (10/Ago/2008)
  9. Jornal O Globo (15/03/1993) Paulinho Guitarra faz solo com choro negróide
  10. a b Jornal O Fluminense (19 e 20 de fevereiro de 1984) Alynaskyna e os sucessos
  11. Jornal O Fluminense (08 e 09 de abril de 1984) Nos bastidores
  12. Jornal do Brasil (Ano 1986\Edição 00345)
  13. Acervo Circo Voador 1982-1997
  14. [https://www.immub.org/album/1984-rock Página da coletânea "Rock 1984" no Instituto Memória Musical Brasileira
  15. Jornal O Fluminense (23 e 24 de março de 1986) Alynaskyna é rock pauleira
  16. culturaniteroi.com.br/ Paulinho Guitarra (1991)
  17. Luz, Érica de Campos Visentini da (2008). A produção musical evangélica no Brasil (PDF). (Tese, Doutorado em História). São Paulo: USP - Biblioteca Digital. p. 108 
  18. Jornal O Globo
  19. Guitar Player um dos "60 deuses da guitarra rítmica"
  20. oglobo.globo.com/ Jornalistas niteroienses lançam livro sobre a história da guitarra no país
  Este artigo sobre um músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.