Paulo II de Constantinopla

Paulo II foi um patriarca de Constantinopla de 641 a 653. Ele assumiu a regência para o imperador bizantino Constante II após a crise de sucessão em 641.[1] Paulo não foi reconhecido pelo Papa Teodoro I por ter se recusado a reconhecer como canônica a deposição de Pirro I, seu antecessor.

Ele acabou condenado como herético no Segundo Concílio de Constantinopla, que condenou o monotelismo.

Ver tambémEditar

Paulo II de Constantinopla
(641 - 654)
Precedido por:  

Patriarcas ecumênicos de Constantinopla

Sucedido por:
Pirro I 63.º Pirro I

Referências

  1.   "Pope Theodore I" na edição de 1913 da Enciclopédia Católica (em inglês). Em domínio público.
  Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.