Abrir menu principal
Sorrisos para a lente do departamento de propaganda do estado: o Interventor na intimidade. Revista Athenas, fevereiro de 1942.  

Paulo Martins de Sousa Ramos, mais conhecido apenas Paulo Ramos (? - ?), foi um advogado e político maranhense. Foi governador do estado Maranhão por um ano, entre 1936 e 1937, para depois ser nomeado interventor federal no Maranhão durante o período do Estado Novo (1937-1945).[1][2]

BiografiaEditar

Paulo Martins de Souza Ramos era natural de Caxias, cidade que saiu ainda jovem para graduar-se em direito em Belém do Pará, nos anos 1910.

Exerceu altas funções no Tesouro Nacional desde os anos 1920. Em 1934 ocupou cargos na Diretoria Geral de Despesa Pública, do Fisco (hoje Receita Federal).[3]Paulo Ramos assumiu interinamente o governo do Maranhão em 15 de agosto de 1936, eleito de forma indireta pela Assembleia Legislativa do Maranhão, através de uma indicação direta do presidente Getúlio Vargas, para substituir o Dr. Aquiles Lisboa, foi cassado pelo Poder Legislativo.

Em 24 de novembro de 1937, em virtude do golpe do Estado Novo , passou a exercer o Governo como Interventor Federal[4]. Durante seu perídio como governador do Maranhão, contribuiu para as seguintes realizações:

Ao deixar o governo em Março de 1945, entregou o governo para Dr. Clodomir Cardoso (Jurista, advogado,escritor), sem nenhuma dívida do Estado.

Foi único governador até nessa data, que governou sem nenhum suspeita de irregularidades, pois não conduziu fortuna suspeita e nem dar favores seus amigos (comum no Maranhão na época).

Após a sua saída a frente dos negócios do estado, exerceu um mandado de deputado federal, entre 1050 a 1955, pelo PTB. Após isso, retornou às funções diretivas da Receita Federal no Rio de Janeiro.

Faleceu no Rio de Janeiro em 1969.

Referências

  1. «A hanseníase no Maranhão na década de 1930: rumo à Colônia do Bonfim». Junho de 2009. Consultado em 12 de julho de 2010 
  2. «No regime constitucional de 1935» (PDF). Ministério Público do Maranhão. Consultado em 12 de julho de 2010 [ligação inativa]
  3. «Diretorias». Memória Receita Federal. Consultado em 12 de julho de 2010 
  4. Costa, Marcelo Lima. O projeto de modernização de São Luís nos anos Paulo Ramos 1936-1945. 2016. 161 f.  
Precedido por
Roberto Carlos Vasco Carneiro de Mendonça
Governador do Maranhão
1936 - 1945
Sucedido por
Clodomir Cardoso
  Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.