Abrir menu principal
Paulo Rezzutti
Paulo Rezzutti no lançamento do livro Domitila realizado no 2º Festival de História, em Diamantina/MG
Nascimento Paulo Marcelo Rezzutti
1972 (47 anos)
São Paulo, São Paulo
Nacionalidade Brasileiro
Cidadania paulistano
Alma mater Belas Artes de São Paulo
Ocupação Escritor e arquiteto
Página oficial
wwww.paulorezzutti.wordpress.com

Paulo Rezzutti (1972, São Paulo, São Paulo) é arquiteto, youtuber, escritor, historiador e biógrafo Brasileiro.

Índice

BiografiaEditar

Em 2010, durante pesquisas documentais para a biografia da Marquesa de Santos, encontrou no arquivo histórico da Hispanic Society of America em Nova Iorque, 94 cartas inédita do Imperador D. Pedro I para sua amante Domitila de Castro do Canto e Melo, a Marquesa de Santos. Em 2011 organizou a obra Titília e o Demonão. Cartas inéditas de D. Pedro I à Marquesa de Santos,[1][2][3] publicado pela Geração Editorial.

Prosseguindo seus estudos sobre a Marquesa de Santos publicou em 2013 a obra Domitila, a Verdadeira História da Marquesa de Santos[4][5][6] finalista na categoria Biografia do Prêmio Jabuti de 2014 e do 2º Prêmio Brasília de Literatura de 2014. Em setembro de 2015 lançou pela editora LeYa a obra D. Pedro, a história não contada. O homem revelado por cartas e documentos inéditos.. A obra foi vencedora, na categoria Biografia, do 58º Prêmio Jabuti de Literatura, em 2016.

Em 2012, devido aos seus conhecimentos a respeito da Família Imperial Brasileira,[7] participou como consultor do trabalho da arqueóloga Valdirene do Carmo Ambiel,[8] que estudou os remanescentes humanos dos primeiros imperadores do Brasil sepultados na Cripta Imperial do Monumento à Independência, em São Paulo. Como arquiteto, Rezzutti foi o responsável técnico pelo trabalho de retirada do esquife da Imperatriz D. Amélia, que se encontrava emparedado no local.

É autor de diversos artigos a respeito da história do Primeiro Reinado e seus personagens, bem como a respeito de História de São Paulo. É colaborador da Revista Aventuras na História, Revista de História da Biblioteca Nacional,[9][10] Revista Carta Fundamental, Revista História Viva, entre outras.

Em 9 de julho de 2012 tomou posse como membro titular do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo e em dezembro de 2015 foi nomeado membro correspondente do Instituto Histórico e Geográfico de Campos dos Goytacazes.

ObrasEditar

História do BrasilEditar

  • Uma festa brasileira celebrada em Rouen em 1550. Prefácio e notas (2007)
  • Titília e o Demonão. Cartas inéditas de d. Pedro à marquesa de Santos (2011)
  • Domitila, a verdadeira história da marquesa de Santos (2012)
  • D. Pedro, a história não contada. O homem revelado por cartas e documentos inéditos (2015)
  • D. Pedro IV, a história não contada. O homem revelado por cartas e documentos inéditos (Portugal, 2016)
  • D. Leopoldina, a história não contada. A mulher que arquitetou a Independência do Brasil (2017)
  • Domitila, a verdadeira história da marquesa de Santos Edição revista e ampliada (2017)
  • Mulheres do Brasil, a história não contada (2018)

PrêmiosEditar

  • Domtila, a verdadeira história da Marquesa de Santos Finalista do Prêmio Jabuti na categoria Biografia(2014)
  • Domitila, a verdadeira história da Marquesa de Santos Finalista do 2º Prêmio Brasília de Literatura (2014)
  • D. Pedro, a história não contada Prêmio Jabuti na categoria Biografia (2016)
  • D. Leopoldina, a história não contada Finalista do Prêmio Jabuti na categoria Bigrafia (2018)


Referências

  1. Revista Veja, 30/03/2011 Poder e Sedução: Coleção de Cartas Inéditas colore melhor romance clandestino que abalou o império acessado em 27/09/2013
  2. Revista Veja, 27/04/2011 Livro de Cartas de D. Pedro I à Marquesa de Santos vai para a 2º edição acessado em 27/09/2013
  3. Jornal O Estado de S. Paulo, 27/04/2011 Livro reúne cartas inéditas de Dom Pedro I para amante acessado em 27/09/2013
  4. Livraria da Folha, 12/06/2013 Marquesa de Santos fazia jogos sexuais com d. Pedro 1º; ouça pesquisador acessado em 27/09/2013
  5. Jornal O Globo, Caderno de Ciência, História, 21/09/2013 A nova face da Marquesa acessado em 27/09/2013
  6. Jornal O Estado de S. Paulo, 30/05/2013 Livro revela caminhos da marquesa de Santos em São Paulo acessado em 27/09/2013
  7. Jornal O Estado de S. Paulo, Caderno Especial: Família Imperial Brasileira, uma nova história, 18/02/2013 Historiadores e médicos discutem a importância do estudo acessado em 27/09/2013
  8. AMBIEL, Valdirene do Carmo. Estudos de Arqueologia Forense aplicados aos remanescentes humanos dos primeiros imperadores do Brasil depositados no monumento à Independência [online]. São Paulo : Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, 2013. Dissertação de Mestrado em Arqueologia. [acesso 2013-09-27]. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/71/71131/tde-27032013-173516/>.
  9. REZZUTTI, Paulo Por tás da Primeira República 6/6/2011 acessado em 27/08/2013
  10. REZZUTTI, Paulo Mulher de fibra 1/7/2012 acessado em 27/08/2013
  Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.