Pedra (Pernambuco)

município do Estado de Pernambuco, Brasil

Pedra é um município brasileiro do estado de Pernambuco. O município é formado pelo distrito sede, Horizonte Alegre, Poço do Boi, São Pedro do Cordeiro e Santo Antônio do Tará e os povoados de Poço das Ovelhas, Tenebre e São Francisco.

Pedra
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Pedra
Bandeira
Hino
Gentílico pedrense
Localização
Localização de Pedra em Pernambuco
Localização de Pedra em Pernambuco
Pedra está localizado em: Brasil
Pedra
Localização de Pedra no Brasil
Mapa de Pedra
Coordenadas 8° 30' 02" S 36° 56' 44" O
País Brasil
Unidade federativa Pernambuco
Municípios limítrofes a norte com Pesqueira e Arcoverde, a sul com Águas Belas, a leste com Venturosa, Paranatama e caetés, e a oeste com Buíque.
Distância até a capital 232 km
História
Fundação 1881 (142 anos)
Administração
Prefeito(a) Gilberto Júnior Wanderley Vaz[1] (AVANTE, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [2] 803,024 km²
População total (estatísticas IBGE/2014[3]) 21 609 hab.
Densidade 26,9 hab./km²
Clima Semiárido (BSh)
Altitude 593 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[4]) 0,567 baixo
PIB (IBGE/2012[5]) R$ 143 520 mil
PIB per capita (IBGE/2012[5]) R$ 6 818,06
Sítio pedra.pe.gov.br (Prefeitura)

HistóriaEditar

A cidade de Pedra situa-se na base de uma enorme formação granítica de forma cônica, uma pedra com 3,822 metros de circunferência e 615 metros de altura, constituindo-se em uma beleza natural.

Conceição da Pedra foi o primeiro nome do atual município e o local da vila foi, primitivamente, uma fazenda da gado de propriedade do capitão-mor Manuel Leite da Silva (falecido em 1801), oriundo das bandas de Penedo, descendente de portugueses. Seu pai chamava-se Bento Leite Cavalcanti. O capitão Manuel Leite mandou erguer na fazenda uma capelinha de taipa, sob a invocação da Virgem da Conceição, dando como patrimônio uma légua de terra em quadro. Em julho de 1875 a capela foi reedificada pelo capuchinho húngaro frei Estêvão da Hungria, falecido na colônia Jiquiçara, no estado da Bahia, em 19 de maio de 1878.

A freguesia de Pedra foi criada pela lei provincial número 561, de 6 de maio de 1863, sendo provida canonicamente por ato diocesano de 14 de julho do mesmo ano, pelo seu primeiro vigário, padre Nuno Teodoro da Costa.

Foi elevada a categoria de vila pela lei provincial de número 1542 de 13 de maio de 1881, instalando-se a Câmara Municipal em 17 de agosto de 1885. Em 19 de maio de 1893 constituiu-se como província autônoma. Foi desmembrada do município de Buíque quando teve sua autonomia e passou à categoria de cidade.

De conformidade com os quadros de divisão territorial datados de 31 de dezembro de 1936 e 31 de dezembro de 1937, bem como o anexo ao decreto lei estadual número 92, de 31 de março de 1938, e a divisão territorial em vigor no quinqüênio 1939/1943, fixada pelo decreto lei estadual de número 235, de 9 de dezembro de 1938, o município da Pedra figura como termo judiciario da Comarca de Arcoverde (ex-Rio Branco). Por força do decreto lei estadual número 952, de 31 de dezembro de 1943, que fixou a divisão territorial do Estado, para vigorar no qüinqüênio 1944/1948, foi criada a comarca da Pedra que compunha-se dos distritos da Pedra - sede, Japencanga (ex-Cordeiro), Brotão, Tará (ex-Santo Antônio) e Venturosa (ex-Boa Sorte).


GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 08º29'49" sul e a uma longitude 36º56'27" oeste, estando a uma altitude de 593 metros. Sua população estimada em 2004 era de 20.567 habitantes.

Possui uma área de 803 km².

RelevoEditar

O município está localizado no Planalto da Borborema.

VegetaçãoEditar

A vegetação nativa é composta por florestas sbcaducifólica e caducifólica.

HidrografiaEditar

O município situa-se nos domínios da Bacia Hidrográfica do Rio Ipanema. Seus principais tributários são os Rios Ipanema e Cordeiro, e os riachos Mororó, Lagoa, Periperi, do Mel, Salgado, Riachão, da Veneza, da Luísa, Seco, do Saco, da Volta Grande, Ipueiras, São José, do Angico, do Tamanduà e do Defunto.

O município conta com a água dos açudes Arcoverde (16.800.000 m³), Mororó (2.929.682 m³), além das lagoas: do Bicheiro, do Jacu, Grande, do Algodão e do Anzol.

Referências

  1. «Candidatos a vereador Pedra-PE». Estadão. Consultado em 30 de maio de 2021 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativa Populacional 2014». Estimativa Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agosto de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 1 de outubro de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. de 2014 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.