Abrir menu principal
Pedras Altas
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Pedras Altas
Bandeira
Brasão de armas de Pedras Altas
[[Brasão|Brasão de armas]]
Hino
Lema Paz - Lei - Trabalho
Gentílico pedrasaltense
Localização
Localização de Pedras Altas no Rio Grande do Sul
Localização de Pedras Altas no Rio Grande do Sul
Pedras Altas está localizado em: Brasil
Pedras Altas
Localização de Pedras Altas no Brasil
Mapa de Pedras Altas
Coordenadas 31° 43' 58" S 53° 35' 02" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Municípios limítrofes Aceguá, Candiota, Herval, Pinheiro Machado e Melo Uruguai
Distância até a capital 410 km
História
Fundação 28 de setembro de 1999 (20 anos)
Administração
Prefeito(a) Luiz Alberto Soares Perdomo(Bebeto) (PSB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 1 376,694 km²
População total (est. IBGE/2018[2]) 2 010 hab.
Densidade 1,46 hab./km²
Clima Subtropical (Cfb)
Altitude 375 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
PIB (IBGE/2008[3]) R$ 44 233,653 mil
PIB per capita (IBGE/2008[3]) R$ 16 812,49
http://www.pedrasaltas.rs.gov.br (Prefeitura)

Pedras Altas é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

NomeEditar

Pedras Altas herdou seu nome devido às pedras existentes, distante cerca três quilômetros do município.

HistóriaEditar

Em meados do século XIX a região era conhecida como "Coxilha das Pedras Altas". A denominação foi encontrada em cartas escritas à família, por um oficial farrapo que estava acampado na localidade com as forças de Bento Gonçalves. A correspondência a qual estava escrita a denominação, foi publicada em um Almanaque de Porto Alegre no final daquele século.

Entretanto, Joaquina de Assis Brasil, em depoimento prestado ao historiador Antônio Dias Vargas, no dia 16 de fevereiro de 1969, disse-lhe o seguinte: "Os engenheiros da estrada de ferro, a procura de local adequado para instalação dos trilhos, descobriram duas pedras enormes, uma apoiada sobre a outra, com altura aproximada de cinco metros. Admirados com a obra da natureza, fizeram um esboço do achado, ao qual deram o nome de Pedras Altas". Isto, segundo Joaquina, originou o nome da estação férrea.

O início da povoação foi proporcionado pelo comendador Manoel Faustino D'Ávila, dono da estância Vista Alegre, hoje São Manoel, que em 1898 doou os terrenos de sua propriedade, situada na margem oeste de uma das estradas de acesso à estação férrea (atual rua Visconde de Mauá), a ex-agregados e amigos.

Fatos importantes que marcaram a história do município: o estabelecimento da Granja Pedras Altas, na qual está situado o Castelo de Pedras Altas, e seu idealizador, Joaquim Francisco de Assis Brasil, eminente figura de homem público do Rio Grande do Sul e do País; o Tratado de Paz de Pedras Altas, que humanizaria a política; o Grupo Escolar Assis Brasil, criado em 1939, que alicerçou a educação; fundação do hospital, por iniciativa de Lydia Assis Brasil, que garante atendimento médico à população e a emancipação, que é a esperança de um grande futuro.

O Município emancipou-se de Herval e Pinheiro Machado em 16/04/1996, tendo sido instalado, sob permissão especial, somente a partir de 01/01/2001. A lei n° 171/2002 de 17 de dezembro de 2002, criou os distritos de Pedras Altas, Cerro do Baú, Arroio Mau e São Diogo. [4]

GeografiaEditar

Sua população estimada em 2018 foi de 2.010 habitantes.

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Estimativas populacionais para os municípios e para as Unidades da Federação brasileiros em 01 de julho de 2018.». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 01 de julho de 2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  3. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Pedras Altas». IBGE. 10 de agosto de 1997. Consultado em 28 de novembro de 2019 

Ligações externasEditar

Veja tambémEditar