Pedro Henriquez d'Azevedo y Toledo

D. Pedro Henriquez d'Azevedo y Toledo, (Zamora, 18 de setembro de 1525Milão, 22 de julho de 1610) foi o Conde de Fuentes, além de um general espanhol e um renomado estratega e diplomata.

Pedro Henriquez d'Azevedo y Toledo
Nascimento 18 de setembro de 1525
Samora
Morte 22 de julho de 1610
Milão
Cidadania Espanha
Progenitores
  • Diego Enríquez de Guzmán
Ocupação político, militar,
Título conde (Espanha)

Págem na corte de Felipe II de Espanha, partiu em campanha a Portugal, sob alçada do Duque de Alba e logo conseguiu, em 1582, o supremo comando das tropas espanholas. Entre as suas acções esteve a 2 de Agosto a tomada da ilha do Faial, Açores.

Em 1591, começou um longo período de contratempos para a Espanha, como a morte de Alexander Farnese, Duque de Parma, e a subida do seu sucessor ao poder da Flandres, persuadindo assim o rei espanhol, tornando-se também o governador e capitão-general dos milaneses. O temer de uma nova guerra alastrou-se por toda a Itália e, mesmo os nobres venezianos estavam em pânico, armados, prontos para combater. Azevedo y Toledo, assinou então um tratado com o Conde de Saboia e assistiu, posteriormente, à Conspiração de Biron.

BibliografiaEditar

  • Parker, Geoffrey (1979). Europe in Crisis, 1598-1648. [S.l.]: Fontana Press. ISBN 978-0006356707 
  • Gran Enciclopedia de España, 1992, 22 vols, 11,052 pages, vol 8, page 3,574.
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.