Abrir menu principal
Pedro Leão Veloso
Nascimento 13 de janeiro de 1887
Pindamonhangaba
Cidadania Brasil
Ocupação servidor público

Pedro Leão Veloso (Pindamonhangaba, 13 de janeiro de 1887Nova Iorque, 15 de janeiro de 1947)[1] foi um ministro de Estado brasileiro.

Assumiu o Ministério das Relações Exteriores do Brasil no governo Getúlio Vargas interinamente por três vezes, de 24 de agosto de 1944 a 20 de fevereiro de 1945, de 19 de março a 15 de abril de 1945 e de 6 de julho a 30 de outubro de 1945. Foi ministro das Relações Exteriores do Brasil no governo José Linhares, de 31 de outubro de 1945 a 30 de janeiro de 1946. Quando Ministro das Relações Exteriores fundou o Instituto Rio Branco, destinado à formação dos diplomatas. Em 26 de junho de 1945 assinou[2] em São Francisco (California, Estados Unidos), pelo Brasil, a Carta de Fundação das Nações Unidas.

Referências

  1. ”A morte do embaixador Leão Veloso”, título com o qual o Correio da Manhã (RJ) na edição n.º 16014 (2) publicada no dia 17.1.1947 noticiava o facto ocorrido dois dias antes na cidade de Nova Iorque, estado de Nova Iorque, E. U. da América [1]
  2. Imagem fotográfica documentando o ato da assinatura feita pelo embaixador do Brasil.[2]


Precedido por
Osvaldo Aranha
Ministro das Relações Exteriores do Brasil
1944 — 1946
Sucedido por
João Neves da Fontoura


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.