Abrir menu principal

Pedro Lopes (argumentista)

Pedro Lopes
Nascimento 18 de agosto de 1976 (43 anos)
Nacionalidade portuguesa
Ocupação Novelista, autor, escritor, dramaturgo

Pedro Lopes (Lisboa, 18 de agosto de 1976) é um argumentista português, licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Mestre em Comunicação, Cinema e Televisão, e doutorando em Ciências da Comunicação pela Universidade Católica de Lisboa. Desde 2007 exerce funções como Director de Conteúdos da produtora SP Televisão.

Simultaneamente é professor no Mestrado de Audiovisual e Multimédia e na pós-graduação em Storytelling, da Escola Superior de Comunicação Social; é ainda professor no Mestrado de Comunicação, Televisão e Cinema, da Universidade Católica de Lisboa. Ainda no âmbito académico é Investigador do Centro de Estudos de Comunicação e Cultura (CECC), da Universidade Católica de Lisboa, e vice-coordenador da equipa portuguesa do Observatório Ibero-Americano da Ficção Televisiva (OBITEL).

Tem escrito para cinema e televisão, sendo da sua autoria mais de vinte títulos, entre curtas e longas-metragens, mini-séries, séries e telenovelas. As suas obras têm estado presentes nos principais festivais internacionais de televisão.

CarreiraEditar

Pedro Lopes começou como autor da Casa da Criação onde colaborou na escrita de várias telenovelas da TVI como Saber Amar, Queridas Feras e Morangos com Açúcar. Em 2007 mudou-se para a SP Televisão, tornando-se Diretor de Conteúdos e escrevendo séries para a RTP e telenovelas para a SIC.

Na SIC estreou-se como autor principal em Perfeito Coração, protagonizada por Ricardo Pereira e Sandra Barata Belo, e que foi a primeira novela a solo do autor.

Seguiu-se Laços de Sangue, a primeira co-produção entre a SIC e a Globo com supervisão de Aguinaldo Silva, e que foi vencedora de um Emmy Internacional[1] atribuído pela Academy of Television Arts & Sciences.

Também em 2011, venceu o prémio especial do júri com a série Cidade Despida no International Festival of Detective Films and Television Programs, em Moscovo.

Em 2011 escreveu Dancin' Days, o remake português da novela de sucesso da Globo escrita por Gilberto Braga e emitida no final dos anos 70.

No ano seguinte, escreveu Sol de Inverno protagonizada por Maria João Luís e Rita Blanco.

Em 2013 foi nomeado para os Prémios Sophia, da Academia Portuguesa de Cinema, na categoria de melhor argumento original com a longa-metragem Assim Assim.

Em 2015 assinou Coração d'Ouro, cujas gravações decorreram entre o Porto, Douro, Lisboa e Açores[2], tendo arrecadado uma medalha de ouro no New York Festival’s World’s Best TV & Films.

Em 2018 escreve Alma e Coração, a nova novela da SIC gravada em Portugal, Itália e Marrocos.

TelevisãoEditar

Telenovelas
Título Ano Creditado como Notas Emissora
Autor Co-autor Supervisor de texto
Anjo Selvagem 2001
 
autor juntamente com a Casa da Criação
TVI
Saber Amar 2003
 
autor juntamente com a Casa da Criação
TVI
Queridas Feras 2003
 
autor juntamente com a Casa da Criação
TVI
Morangos com Açúcar (2ª série) 2004
 
autor juntamente com a Casa da Criação
TVI
Mundo Meu 2005
 
autor juntamente com a Casa da Criação
TVI
Doce Fugitiva 2006
 
autor juntamente com a Casa da Criação
TVI
Morangos com Açúcar (5ª série) 2007
 
autor juntamente com a Casa da Criação
TVI
Perfeito Coração 2009
 
SIC
Lua Vermelha 2010
 
definição do projecto e no arranque da escrita dos episódios
SIC
Laços de Sangue 2010
 
supervisão de texto de Aguinaldo Silva[3]
SIC
Dancin' Days (2012) 2012
 
Remake de Dancin' Days
SIC
Sol de Inverno 2013
 
SIC
Os Nossos Dias 2014
 
RTP
Coração d'Ouro 2015
 
SIC
Espelho d'Água 2017
 
SIC
Alma e Coração 2018
 
SIC
Séries
Ano Trabalho Emissora Escalão Parceiros Titulares
2011 Velhos Amigos RTP autor principal
2011 A Família Mata SIC autor principal
2011 Maternidade RTP autor principal
2010 Cidade Despida RTP autor principal
2010 Voo Directo RTP TPA autor principal
2009 a 2011 Pai à Força RTP autor principal
2008 a 2011 Liberdade 21 RTP autor principal
2002 Bons Vizinhos TVI autor juntamente com a Casa da Criação

CinemaEditar

Referências

  1. «Assim assim, conversa de café». Revista Visão. Consultado em 8 de Setembro de 2013 
  2. José Gageiro (5 de Junho de 2015). «SIC lança "Coração D'Ouro" na Régua». Move Notícias. Consultado em 7 de Setembro de 2015. Cópia arquivada em 7 de Setembro de 2015 
  3. «Novela portuguesa estreia na Globo». Correio da Manhã. Consultado em 8 de Setembro de 2013 [ligação inativa]
  4. «Agora, sim». Sol. Consultado em 8 de Setembro de 2013 

Ligações externasEditar