Abrir menu principal
Pentatlo moderno
Modern Pentathlon World Cup Series 2012.jpg
Prova de esgrima do pentatlo moderno
Olímpico desde 1912 H / 2000 S
Praticado por Ambos os sexos
Campeões Olímpicos
Rio de Janeiro 2016
Homens Aleksander Lesun
 Rússia
Mulheres Chloe Esposito
 Austrália
Campeões Mundiais
México 2018
Homens James Cooke
 Grã-Bretanha
Mulheres Anastasiya Prokopenko
 Bielorrússia

Pentatlo moderno é um desporto olímpico praticado por homens e por mulheres, individualmente ou em equipes. Compõe-se de cinco modalidades diferentes: hipismo, esgrima, natação, tiro esportivo e corrida. É proclamado vencedor aquele que obtiver o melhor desempenho geral ao somar mais pontos. Por essa variedade de esportes, o vencedor do pentatlo é considerado o atleta mais completo.

O esporte surgiu na Grécia Antiga em 708 a.C., tendo Lampis de Esparta como seu primeiro campeão. Era a modalidade mais nobre dos Jogos Olímpicos da Antiguidade, que premiava o atleta mais completo. Naquela época, as provas iniciais eram corrida, salto em distância, arremesso de disco e salto em altura. Então, os dois melhores colocados se enfrentavam em uma luta, e o vencedor ganhava não apenas o título, mas, também, prestígio na sociedade, passando a ser aclamado quase como um semideus. Aclamado pelo público, era chamado de "Victor Ludorum" ou "O Vencedor dos Jogos".[1]

No início do século XX, o Barão de Coubertin, fundador dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, decidiu estimular a realização do pentatlo moderno. O pentatlo estreou nas Olimpíadas de 1912, em Estocolmo, Suécia.[1]

A Hungria, a Suécia e a Rússia são as nações mais vitoriosas do esporte em Jogos Olímpicos. Até o momento, Brasil e Austrália são as duas únicas nações do Hemisfério Sul a ter uma medalha olímpica no pentatlo moderno. A brasileira Yane Marques conquistou a medalha de bronze em Londres 2012. Já a a pentatleta australiana Chloe Esposito ganhou a medalha de ouro na Rio 2016.

HistóriaEditar

O pentatlo moderno é uma prova criada pelo Barão Pierre de Coubertin, fundador dos Jogos Olímpicos da era moderna, baseada na filosofia por detrás do pentatlo disputado nos Jogos Olímpicos antigos. Na Grécia Antigamente, o pentatlo era constituído por provas que pretendiam demonstrar todas as aptidões físicas. Aquando da invenção da versão moderna, Coubertin inspirou-se nos soldados da cavalaria do século XIX, que deveriam saber montar um cavalo desconhecido, disparar, esgrimir, correr e nadar.

O pentatlo moderno estreou-se nos Jogos de 1912 em Estocolmo. Os lugares do pódio foram para três suecos, mas o quinto lugar foi para o futuro general George S. Patton. O evento para mulheres foi introduzido nos Jogos de Sydney 2000.

Apesar da longa tradição nos Jogos, o estatuto olímpico do pentatlo moderno tem sido posto em causa nos últimos anos, principalmente devido à fraca popularidade do desporto fora da Europa. No entanto, o Comitê Olímpico Internacional decidiu que permanecerá no programa olímpico pelo menos até 2020.

ProvasEditar

 
Prova de hipismo do pentatlo moderno.

O pentatlo moderno consiste em cinco provas:

  • Esgrima: Espada - uma competição round robin
  • Natação: 200 metros livres
  • Hipismo: Concurso de saltos - percurso de 350 a 450 metros, com 12 a 15 obstáculos. Os cavalos são fornecidos pela organização e atribuídos por sorteio a cada atleta 20 minutos antes da competição.
  • Laser-Run ( Evento Combinado): O evento combinado é a última prova do pentatlo moderno e consiste na junção do tiro esportivo com a corrida. O atleta parte da linha de chegada e corre cerca de 30 metros até o estande de tiro onde terá que executar 5 tiros certeiros no alvo correspondente ao "7" no tiro esportivo de pistola de ar a 10 metros (atualmente o tiro é praticado com pistolas laser). Ele tem cerca de 50" para acertar os 5 tiros e caso faça isso em menos tempo pode sair para correr a distância de 800 metros. Isso é feito 4 vezes, ou seja, 5 tiros certos mais um percurso de 800 metros. Os atletas são ordenados de acordo com as pontuações adquiridas nos três eventos anteriores. O atleta mais pontuado sai primeiro, seguindo do segundo (após um intervalo de tempo proporcional à diferença de pontos que os separa), depois do terceiro e assim por diante. Desta forma, quem chega primeiro após o último percurso de 800 metros, é o vencedor do pentatlo moderno, no seuconjunto.

Quadro Geral de Medalhas do Pentatlo Moderno nos Jogos OlímpicosEditar

Em 2012, apenas 18 países possuíam alguma medalha olímpica no pentatlo moderno. As extintas União Soviética e Checoslováquia e a Equipe Unificada também conquistaram medalhas em Olimpíadas. Estados Unidos e China, as duas maiores potências olímpicas do mundo na atualidade, ainda não obtiveram medalha de ouro, e o Brasil é o único país da América do Sul que subiu ao pódio no esporte. A China e o Brasil obtiveram suas primeiras medalhas olímpicas do pentatlo moderno nas Olimpíadas de 2012, e a Austrália e o México nas Olimpíadas de 2016.

 Ordem  País        
1  HUN Hungria 9 8 5 22
2  SWE Suécia 9 7 5 21
3  URS União Soviética 5 5 5 15
4  RUS Rússia 4 1   5
5  POL Polônia 3   1 4
6  GBR Grã-Bretanha 2 2 3 7
6  ITA Itália 2 2 3 7
8  GER Alemanha 2   1 3
9  LTU Lituânia 1 2 1 4
10  CZE República Checa 1   1 2
11  KAZ Cazaquistão 1     1
11  AUS Austrália 1     1
13  USA Estados Unidos   6 3 9
14  FIN Finlândia   1 4 5
15  FRA França   1 2 3
16  TCH Checoslováquia   1 1 2
16  EUN Equipa Unificada   1 1 2
16  UKR Ucrânia   1 1 2
19  CHN China   1   1
19  LAT Letônia   1   1
21  BLR Bielorrússia     1 1
21  BRA Brasil     1 1
21  MEX México     1 1
TOTAL 40 40 40 120

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Pentatlo Moderno». COB - Rio 2016. Consultado em 8 de dezembro de 2014 

Ligações externasEditar