Pequena Alemanha

Pequena Alemanha (em alemão: Kleindeutschland) foi uma ideia política do século XIX que advogada por uma Alemanha unificada consistindo de membros da Confederação Germânica, liderada pela Prússia, mas que excluía o Império Austríaco. Nas discussões parlamentares ocorridas na primeira metade do século, foi apresentada a Pequena Solução Alemã (Kleindeutsche Lösung) que se contrapunha à Grande Solução Alemã (Großdeutsche Lösung) que advogada pela Grande Alemanha (Großdeutschland) englobando a Áustria.[1][2] Ao fim e ao cabo, venceu a resolução da Pequena Alemanha como defendia o partido de Otto von Bismarck.[3][4]

Atuais estados da Alemanha que eram completamente ou na maioria situados dentro das fronteiras do Reino da Prússia

Referências

  1. Vilarinho 1982, p. 45.
  2. Syferth 1982, p. 25.
  3. Lopes 1961, p. 64.
  4. Lerman 2014, p. 138.

BibliografiaEditar

  • Lerman, Katharine (2014). Bismarck. Londres e Nova Iorque: Routledge 
  • Lopes, Nuno A. A. de Bessa (1961). Acerca da Euráfrica: estudos e notas de viagem. 1. Lisboa 
  • Syferth, Graida (1982). Nacionalismo e identidade étnica: a ideologia germanista e o grupo étnico teuto-brasileiro numa comunidade do Vale do Itajaí. Florianópolis: FCC Edições 
  • Vilarinho, Manuel (1982). Anatomia da Alemanha. Lisboa: Impretipo