Abrir menu principal

CarreiraEditar

Nascido em Iguaraçu, que dista cerca de 70 km a oeste de Londrina, onde resolveu fixar residência e resolveu virar técnico de vôlei depois de ser jogador por alguns anos em Londrina e Umuarama.Na adolescência teve passagem pelo time juvenil de futebol do Umuarama Futebol Clube, “Tigrão do Oeste”, por influência do pai, que era diretor do clube[3].

Aos 15 anos, em plena aula de educação física, chamado pelo professor para treinar com a equipe de vôlei, se destacando e se tornando o capitão do time dois anos mais tarde e em seguida já atuava como auxiliar do técnico. Diante destas experiências, resolveu cursar Educação Física, já nascia seu interesse em ser treinador de voleibol.Iniciou o curso em 1979 na UEL,onde se formou e chegou a ser docente até 2007. Chegou a defender a equipe da UEL, o Londrina e o Londrina Country Club[3].

No ano de 1980 consegue seu primeiro emprego de técnico de vôlei na da Prefeitura de Rolândia, quando ainda era estudante e em 1981 foi técnico em Umuarama. No ano seguinte retorna a Londrina e foi jogador até 1982, não progredindo pela estatura.Em 1989 sua carreira começa a impulsionar quando realiza estágio na seleção brasileira na categoria infanto-juvenil de voleibol masculino[3].

Começou sua carreira na Seleção Brasileira sendo Auxiliar Técnico de Antônio Marcos Lerbach na conquista do ouro da segunda edição do Campeonato Mundial Infanto-Juvenil realizado em 1991; com a mesma função atuou em 1992 na conquista da medalha de ouro no VIII Campeonato Sul-Americano Infanto-Juvenil[2].

Sua trajetória como treinador na Seleção Brasileira teve início na categoria infanto-juvenil e já com o desafio de ter o comando da seleção brasileira nesta categoria que disputaria a terceira edição do Campeonato Mundial Infanto-Juvenil de 1993, quando foi campeão mundial pela primeira vez atuando como técnico e nesta conquista foi auxiliado por Antônio Resende e derrotaram na final a seleção japonesa pro 3x0 (15-7, 15-11 e 15-6)[2][4].

Comandando a seleção infanto-juvenil e auxiliado por Antônio Resende conquistou o ouro da nona edição do Campeonato Sul-Americano Infanto-Juvenil de 1994 e neste mesmo ano foi Auxiliar de Técnico de Antônio Marcos Lerbach na conquista desta vez do XII Campeonato Sul-Americano Juvenil, fazendo parte da comissão técnica que preparou uma geração de atletas notáveis para o mundial da categoria no seguinte e auxiliou o técnico Antônio Marcos Lerbach neste referido Mundial Juvenil, que foi sediado na Malásia de 1995, no qual obteve a medalha de prata, cuja preparação deu-se ao lado de uma geração repleta de grandes valores como: Itápolis, Gustavo Endres, Dirceu, André Heller, Giba, Léo, Ricardinho, Royal, Manius Abbadi, Digão, Roim, Lilico, Alex Lenz, Renato Felizardo[5].

Após o mundial juvenil de 1995, auxiliou o técnico Antônio Marcos Lerbach no desafio de comandar boa parte destes atletas supramencionados na categoria adulta da Seleção B que disputaria a décima segunda edição dos Jogos Pan-Americanos de 1995 na Argentina, quando este selecionado terminou na última posição (sétimo lugar).No mesmo ano, foi técnico da seleção brasileira infanto-juvenil na conquista do ouro na quarta edição do mundial da categoria.[2]

Em 1996 foi o técnico da seleção brasileira infanto-juvenil na conquista da medalha de ouro na décima edição do campeonato sul-americano da categoria.Na quinta edição do mundial desta categoria em 1997 termina na quinta posição e no ano seguinte comandando a seleção brasileira infanto-juvenil conquista mais um título sul-americano e no mesmo ano e com esta categoria disputou a primeira edição dos Jogos Mundiais da Juventude,obtendo a medalha de ouro em Moscou, nesta edição foi auxiliado por Pedro Paulo Hesketh[2].

Na sexta edição do Mundial Infanto-Juvenil realizado em 1999, treinando a seleção brasileira infanto-juvenil tenta chegar as finais e melhorar o surpreendente resultado da edição anterior, mas termina apenas na sétima posição.No ano 2000 conduziu a seleção brasileira infanto-juvenil na conquista da medalha ouro no décimo campeonato sul-americano infanto-juvenil[2].Em 2001 treina a seleção brasileira infanto-juvenil que volta a conquistar o ouro após duas edições fora das finais, tal conquista deu-se no sétimo campeonato mundial da categoria, confirmando mais um ouro no décimo segundo sul-americano da categoria em 2002[2].

No ano seguinte conquista novamente o ouro no oitavo campeonato mundial infanto-juvenil.Já na décima terceira edição do sul-americano infanto-juvenil ocorrido em 2004 conquista mais um ouro para o Brasil e no ano seguinte após duas sequencias de ouro, termina com a medalha de prata no oitavo mundial infanto-juvenil.Em 2006 atuou como técnico da seleção brasileira juvenil na conquista do sul-americano da categoria, o primeiro comandando esta categoria, sendo auxiliado por Antônio Resende , ambos atuaram no mundial juvenil do ano seguinte, cuja sede era na índia, quando obtiveram mais um ouro[2].

Em 2008, comandando a seleção brasileira infanto-juvenil, após anos com conquistas douradas, amarga a medalha de prata no sul-americano.No ano posterior, Antônio Marcos Lerbach iria assumir a supervisão da seleção adulta junto a Bernardo Rezende e Percy aceitou o desafio de comandas as duas categorias de base; e com , desta vez comandando a seleção brasileira juvenil neste ano foi mais uma vez campeão mundial, sendo auxiliado por Marcel Eickhoff Matz[2].

Ainda em 2009, dirigindo a seleção brasileira infanto-juvenil, disputa o mundial da categoria, mas não conduz sua equipe as finais, terminando apenas na nona colocação e nesta mesma categoria fica novamente com a prata no sul-americano infanto-juvenil de 2010 e neste mesmo ano comandando a seleção brasileira juvenil conquista o título sul-americano juvenil[2].

Em 2011 terminou em nono lugar com a seleção brasileira infanto-juvenil no mundial da Argentina[6].No seguinte ano conquista novamente o ouro na categoria infanto-juvenil ao disputar o sul-americano infanto- juvenil realizado no Chile[7].

Como técnico da seleção infanto-juvenil disputou o Campeonato Mundial Infanto-Juvenil de 2013, realizado no México, ao final da competição terminou apenas na quinta posição[8].Em clubes atuou como treinador tanto no masculino quanto no feminino.Treinou as equipes: Grêmio Londrina (PR) em 1998, o Consórcio União/Londrina (PR) em 1999, o Sesi Esporte de Uberlândia(MG) em 2003 e 2005, além do Wizard/Campinas (SP) em 2006; mais recente atuou nas temporadas 2006/07 e 2007/08, quando dirigiu a equipe da Ulbra/Uptime[3][9][10].Atualmente reside em Londrina, é pai de Camila e Nathalia, frutos do seu casamento com Mirian Costa Vajani e está casado com a ex-voleibolista Luisa Lima a qual teve seu filho Murilo.

Títulos e ResultadosEditar

Referências

  1. «Percy Oncken comemora seu sétimo título mundial». 11 de agosto de 2009. Consultado em 8 de setembro de 2013 
  2. a b c d e f g h i j k l m n «Seleção Brasileira- Técnicos-Escolher». Consultado em 8 de setembro de 2013. Arquivado do original em 26 de outubro de 2012 
  3. a b c d e Aurélio Cardoso (8 de março de 2009). «Percy comanda o Brasil em Mundial». Consultado em 8 de setembro de 2013 
  4. «Boys Volleyball III World Championship 1993» (em inglês). Consultado em 7 de setembro de 2013 
  5. «A legenda da foto da Seleção juvenil de 1994». 05 de maio de 2011. Consultado em 8 de setembro de 2013  Verifique data em: |data= (ajuda)
  6. a b «Boys' Youth World Championship 2011» (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2013 
  7. «SELEÇÃO INFANTO JUVENIL MASCULINA: Técnico Percy Oncken faz primeira convocação do ano». 15 de junho de 2012. Consultado em 8 de setembro de 2013. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  8. a b «FIVB Boys' U19 World Championsh 2013». Consultado em 8 de setembro de 2013 
  9. «O campeão Percy Oncken comanda o Brasil na luta pelo hepta». 20 de agosto de 2009. Consultado em 8 de setembro de 2013 [ligação inativa]
  10. «SELEÇÃO INFANTO-JUVENIL MASCULINA – O campeão Percy Oncken comanda o Brasil na luta pelo hepta». 20 de agosto de 2009. Consultado em 8 de setembro de 2013. Arquivado do original em 23 de outubro de 2014