Abrir menu principal
Perdidos na Tribo
Espanha Perdidos en la tribu (ES)
Portugal Perdidos na Tribo (PT)
Informação geral
Formato Reality show
Gênero Reality/DOC
Duração 90 minutos
Criador(es) Argentina Diego Guebel
País de origem Brasil Brasil
Idioma original Português
Produção
Produtor(es) Eyeworks
Apresentador(es) Débora Vilalba
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Bandeirantes
Formato de exibição 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Transmissão original 13 de abril de 2012 - 15 de junho de 2012
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 10

Perdidos na Tribo é um reality show brasileiro produzido pela Eyeworks e exibido pela Rede Bandeirantes desde 13 de abril de 2012 apresentado por Débora Vilalba.[1] No programa três famílias abandonam suas vidas civilizadas para viver nas tribos mais antigas do mundo e se forem aceitos por essas tribos ganham uma grande quantia em dinheiro e se não forem aceitos saem do programa de mãos vazias. O programa é uma adaptação internacional do "Ticket To The Tribes".[1] Sua última exibição da primeira temporada ocorreu no dia 15 de junho de 2012.[2]

Índice

SinopseEditar

Nessas tribos os familiares tem que conviver e aprender uma cultura totalmente diferente com atividades, idiomas, roupas e uma série de outras coisas totalmente diferentes. Entre essas atividades estão rituais de sacrifício animal, grandes caçadas, mudança de estilo (roupas, cabelo, costumes) e lugares com pouca condição de vida, muito calor e frio, trabalhos manuais pesados, etc..

O reality show da Bandeirantes é transmitido logo após a reprise do programa Pânico na Band.

O programa tem dado boas audiências a Band, ficando normalmente em 4º lugar no Ibope ficando atrás de Globo, Record e SBT. A atração foi sucesso em vários países como Bélgica, Alemanha, Espanha, Portugal, Holanda, Noruega, Nova Zelândia e Austrália.

1ª temporadaEditar

Inicialmente o programa teria estreia em 23 de março de 2012.[3] Na primeira temporada participam as tribos Mentawai da Indonésia, Himba da Namibia e Hamer da Etiópia. As três famílias escolhidas foram as Menendez (Himba), Oliva (tribo Mentawai) e Sackiewicz (tribo Hamer).

A família Sackiewicz tem 5 integrantes, a família Oliva tem 4, e a família Menendez teria 5 participantes se não fosse a desistência da mãe da família antes deles embarcarem nessa viagem a uma aventura totalmente diferente do que essas famílias vivem no Brasil.

As famílias ficaram 21 dias nas tribos. Todas as famílias foram aceitas pelas suas devidas tribos ganhando cada uma cerca de oitenta mil reais.[4]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «Com estreia nesta sexta (13), reality da Band "Perdidos na Tribo" promove choque cultural». UOL. 13 de abril de 2012. Consultado em 23 de abril de 2012 
  2. Flávio Ricco; José Carlos Nery (2 de junho de 2012). «Interrupção de energia irrita profissionais da Rede TV!». UOL. Consultado em 4 de junho de 2012 
  3. Janaina Nunes (23 de fevereiro de 2012). «Band aposta em "Perdidos na Tribo" para mexer com audiência». Yahoo!. Consultado em 23 de abril de 2012 
  4. «Perdidos na Tribo termina em clima de emoção». Band. 16 de junho de 2012. Consultado em 16 de junho de 2012 

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre programas da Rede Bandeirantes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.