Pero Lopes de Sousa, Senhor de Alcoentre e Tabarro

Pero Lopes de Sousa, Senhor de Alcoentre e Tabarro
Progenitores Pai:Martim Afonso de Sousa
Filho(s) Mariana de Sousa Guerra, Condessa de Vimieiro, Lopo de Sousa

Pero Lopes de Sousa (Alcácer Quibir, m. 1578[1]) foi um fidalgo português do século XVI.

VidaEditar

Pero Lopes de Sousa era filho primogénito de Martim Afonso de Sousa e Ana Pimentel. Em data incerta, casou-se com Ana da Guerra, filha do escrivão da puridade do infante Luís, Francisco Pereira; dessa união nasceram Mariana de Sousa Guerra (casada com Francisco de Faro), Miguel de Sousa, Manuel de Sousa (depois chamado frei António de Sousa), Lopo de Sousa e Martim Afonso de Sousa (morreu em Alcácer Quibir). Em 1564, herdou do pai a capitania de São Vicente, à qual era o 2.º donatário, e tornou-se o alcaide-mor de Rio Maior e senhor do morgado de Alcoentre e Tagarro.[2] Esteve entre os convocados pelo rei Sebastião I (r. 1557–1578) para participar na expedição contra o Sultanato Saadiano (atual Marrocos) em Alcácer Quibir e morreu no confronto junto com seu o filho Martim Afonso. Foi sucedido por seu filho Lopo.[3]

Ver tambémEditar

Precedido por
Martim Afonso
Donatário da Capitania de São Vicente
1564 — 1578
Sucedido por
Lopo

Referências

  1. Pelúcia 2007, p. 347.
  2. Pelúcia 2007, p. 417.
  3. Pelúcia 2007, p. 347; 417.

BibliografiaEditar

  • Pelúcia, Alexandra (2007). Martim Afonso de Sousa e a sua Linhagem: A Elite Dirigente do Império Português nos Reinados de D. João III e D. Sebastião Dissertação de Doutoramento em História - Especialidade em História dos Descobrimentos e da Expansão Portuguesa. Lisboa: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.