Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pedro de Ataíde
Cidadania Portugal

Pedro ou Pero de Ataíde (? – Agosto de 1476) foi um corsário português do século XV.

BiografiaEditar

Entre os muitos corsários portugueses do século XV, destaca-se D. Pedro de Ataíde, Fidalgo da Casa Real. Era um verdadeiro terror dos mares. Era conhecido por "O Corsário" ou "O Inferno".

Está por fazer a sua história. D. Pero de Ataíde nasceu provavelmente ainda na primeira metade do século XV, talvez num ramo bastardo ou, pelo menos, segundo da poderosa família dos Ataídes, à qual pertenceu D. Álvaro Gonçalves de Ataíde, 1.º Conde de Atouguia.

Sabe-se que, por volta de 1470, andava a atacar navios bretões e de Saint-Malo, mas também as costas da Andaluzia. Em 1471/72 comandou uma armada à Guiné. Capitão de Armada da nau Lopiana e doutros navios ao serviço do rei D. Afonso V de Portugal em Julho de 1476 que, no mês seguinte, andando em serviço de guarda-costas, ao largo da costa junto do Cabo de São Vicente, apresou quatro carracas, navios de Génova e da Flandres. Quando estava envolvido na batalha, a explosão dum barril de pólvora, a bordo duma das fragatas, incendiou todos os navios que estavam encadeados, morrendo quase todos os tripulantes e o Capitão D. Pedro ou Pero de Ataíde.[1]

Referências

  1. Vários. Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. [S.l.]: Editorial Enciclopédia, L.da. pp. Volume 3. 617 

Ver tambémEditar