Perspectiva axial

A perspectiva axial, também conhecida como perspectiva angular, é um sistema em que linhas paralelas convergem para diferentes pontos de um eixo.[1] Trata-se de um sistema conhecido desde de a antiguidade, que foi usado pelos gregos. A partir do renascimento, a perspectiva axial passou a ser estudada pela Geometria projetiva e pode ser vista na perspectiva central.

Perspectiva axial.

Dois triângulos, ABC e A'B'C', estarão em perspectiva central, se os segmentos AA', BB' e CC' concorrerem num mesmo ponto. Eles estarão em perspectiva axial se existir uma correspondência entre os seus vértices, tal que as três intersecções dos lados correspondentes sejam colineares.[2]

O ponto O corresponde ao observador e os pontos F1, F2 e F3, colineares, determinam a reta de fuga, que, nas perspectivas com um e dois pontos de fuga, equivale à linha do horizonte.[3]

Referências

  1. Ching, Francis D. K., "Diccionario Visual de Arquitectura", Gustavo Gili, México, Ciudad de México, 2002, p. 85
  2. Smith, David Eugene (1959), A Source Book in Mathematics, New York: Dover, ISBN 0-486-64690-4, p. 307.
  3. Mandarino, Denis - Geometria Descritiva e fundamentos de projetiva. São Paulo: Ed. Plêiade, 2011, p. 40.

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre geometria é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.