Peter Zoller

Peter Zoller (Innsbruck, 16 de setembro de 1952) é um físico austríaco. Trabalha com óptica quântica e teoria da informação quântica, conhecido principalmente por seu trabalho pioneiro sobre computador quântico e também pela conexão entre óptica quântica e física do estado sólido.

Peter Zoller
Nascimento 16 de setembro de 1952 (69 anos)
Innsbruck
Nacionalidade austríaco
Cidadania Áustria
Alma mater Universidade de Innsbruck
Ocupação físico teórico, professor universitário
Prêmios Prêmio Max Born (1998), Prêmio Erwin Schrödinger (1998), Prêmio Wittgenstein (1998), Medalha Max Planck (2005), Medalha Dirac (2006), Racah Lectures in Physics (2008), Prêmios Fronteiras do Conhecimento (2008), Medalha Benjamin Franklin (2010), Medalha Blaise Pascal (2011), Prêmio Wolf de Física (2013), Prêmio Herbert Walther (2016), Prêmio John Stewart Bell (2019)
Empregador Universidade de Innsbruck, Universidade Harvard, Universidade de Leiden, Universidade do Colorado em Boulder, Universidade de Leiden, Instituto de Óptica Quântica e Informação Quântica
Orientador(es) Fritz Ehlotzky
Instituições Universidade de Innsbruck
Campo(s) física

PesquisaEditar

Como teórico, Peter Zoller escreveu obras importantes sobre a interação de luz laser e átomos.[1] Além de desenvolvimentos fundamentais em óptica quântica, ele conseguiu fazer a ponte entre a informação quântica e a física do estado sólido. O modelo de computador quântico,[2] sugerido por ele e Ignacio Cirac em 1995, é baseado na interação de lasers com íons frios confinados em uma armadilha eletromagnética. Os princípios dessa ideia foram implementados em experimentos nos últimos anos e é considerada um dos conceitos mais promissores para o desenvolvimento de um computador quântico escalável.[3] Zoller e seus colegas pesquisadores também conseguiram vincular a física quântica com a física do estado sólido. Uma de suas sugestões foi construir um simulador quântico com átomos frios[4] e usá-lo para pesquisar fenômenos até então inexplicáveis ​​em supercondutores de alta temperatura.[5] As idéias e conceitos de Zoller atraem amplo interesse dentro da comunidade científica e seus trabalhos são muito citados.[6][7]

LivrosEditar

Peter Zoller e Crispin Gardiner escreveram os livros em conjunto

  • C W Gardiner and Peter Zoller: Quantum Noise; Springer, Berlin Heidelberg, 2nd ed. 1999, 3rd ed. 2004
  • Crispin Gardiner and Peter Zoller: The Quantum World of Ultra-Cold Atoms and Light Book I: Foundations of Quantum Optics, Imperial College Press, London and Singapore 2014.
  • Crispin Gardiner and Peter Zoller: The Quantum World of Ultra-Cold Atoms and Light Book II: Physics of Quantum Optical Devices, Imperial College Press, London and Singapore 2015.
  • Crispin Gardiner and Peter Zoller: The Quantum World of Ultra-Cold Atoms and Light Book III: Ultra-Cold Atoms, World Scientific, London and Singapore 2014.

Referências

  1. uibk.ac.at - pdf
  2. Cirac, Ignacio; Zoller, Peter (1995). «Quantum Computations with Cold Trapped Ions». APS. Physical Review Letters. 74 (20): 4091–4094. Bibcode:1995PhRvL..74.4091C. PMID 10058410. doi:10.1103/PhysRevLett.74.4091 
  3. Monroe, Christopher; Kim, Jamie (2013). «Scaling the Ion Trap Quantum Processor». AAAS. Science. 339 (6124): 1164–1169. Bibcode:2013Sci...339.1164M. PMID 23471398. doi:10.1126/science.1231298 
  4. Jaksch, Dieter; Bruder, Christoph; Cirac, Ignacio; Gardiner, Crispin; Zoller, Peter (1998). «Cold Bosonic Atoms in Optical Lattices». APS. Physical Review Letters. 81 (15): 3108–3111. Bibcode:1998PhRvL..81.3108J. arXiv:cond-mat/9805329 . doi:10.1103/PhysRevLett.81.3108 
  5. Cirac, Ignacio; Zoller, Peter (2012). «Goals and opportunities in quantum simulation». Nature Publishing Group. Nature Physics. 8 (4): 264–266. Bibcode:2012NatPh...8..264C. doi:10.1038/nphys2275 
  6. «Highly Cited Research». Thomson Reuters. Consultado em 10 de abril de 2014 
  7. «Google Scholar Citations». Google Scholar. Consultado em 10 de abril de 2014 

Ligações externasEditar


Precedido por
Klaus Hepp
Medalha Max Planck
2005
Sucedido por
Wolfgang Götze
Precedido por
Patrick A. Lee e Samuel Edwards
Medalha Dirac
2006
Sucedido por
John Iliopoulos e Luciano Maiani
Precedido por
Jacob David Bekenstein
Prêmio Wolf de Física
2013
com Juan Ignacio Cirac Sasturain
Sucedido por
James Bjorken e Robert Kirshner


  Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.