Abrir menu principal

Peumus boldus

Tony Tankian
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde dezembro de 2009). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.


Como ler uma infocaixa de taxonomiaPeumus boldus
boldo-do-chile
Peumus boldus (boldo-do-chile).
Peumus boldus (boldo-do-chile).
Classificação científica
Super-reino: o
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Laurales
Família: Monimiaceae
Género: Peumus
Espécie: P. boldus
Nome binomial
Peumus boldus
Molina
Ver texto

O boldo-do-chile (Peumus boldus) é uma árvore que atinge de 12 a 15 metros de altura e pertence à família das Monimiaceae. É comumente confundido com o boldo-da-terra (Coleus barbatus ou Plectranthus barbatus), arbusto de propriedades medicinais semelhantes, mas com contra-indicações diferentes.

As propriedades fitoterápicas de suas folhas eram conhecidas das comunidades indígenas sul-americanas que habitavam os Andes chilenos, tornando-se conhecidas mundialmente a partir da colonização européia da América.

Uso medicinalEditar

É uma planta medicinal utilizada principalmente por seu efeito espasmolítico, contra os distúrbios digestivos, podendo ser encontrada em infusão ou cápsula. 

Empregado em casos de desconforto digestivo e do fígado, o seu princípio ativo é a boldina, um alcaloide, principal responsável pelas suas propriedades hepatoprotetoras e coleréticas.

O boldo traz benefícios principalmente para o fígado. Ajuda-o a trabalhar melhor e é ótimo para quem tem problemas frequentes ligados ao fígado, como dor de cabeça, suores frios e mal estar. O boldo, tomado antes das refeições ajuda na digestão e nas funções do aparelho digestor. É ótimo para quem tem intestino preso e ajuda a digerir gorduras. Esta planta não deve ser consumida por quem tem problemas inflamatórios nas vias biliares e no pâncreas, cálculos biliares e hepatite. O seu uso é contra indicado nos casos de gestação também, pois o boldo pode gerar problemas na formação do bebê, principalmente nos primeiros três meses.

Como tomar chá de boldoEditar

O chá de boldo pode ser encontrado tanto comercializado em sachês, costumeiramente em supermercados, quanto também em formato de planta, encontrando-o em lojas de produtos naturais, sendo ambos os tipos bastante eficazes para obter-se todos os benefícios da bebida citada acima.

A preparação do chá de boldo em sachê deve ser feita ao adicioná-lo em 200ml de água fervente, enquanto a planta deve ser preparada com somente uma colher de sopa na mesma quantidade de água.

É necessário equilibrar o consumo do chá para evitar malefícios, ingerindo no máximo três xícaras de chá diariamente. Mulheres grávidas devem evitar a ingestão do chá de boldo, principalmente nos três primeiros meses de gestação.

Ligações externasEditar