Philadelphia Flyers

O Philadelphia Flyers é um time profissional americano de hóquei no gelo da cidade da Filadélfia, Pensilvânia. Ele é membro da Divisão Metropolitana da Conferência Leste da National Hockey League (NHL). Parte da expansão de 1967 da liga, os Flyers foram o primeiro dos times desta expansão a vencer a Copa Stanley, em 1973-74 e novamente em 1974-75. Apesar de voltar mais cinco vezes às finais da Copa, os Flyers não a vencem desde então.

Philadelphia Flyers
Logo Philadelphia Flyers.svg
Conferência Leste
Divisão Metropolitana
Fundação 1967
Histórico Philadelphia Flyers
1967-presente
Arena Wells Fargo Center
Cidade Filadélfia, Pensilvânia, Estados Unidos
Cores do time Preto, laranja e branco
Proprietário Comcast Spectacor
Gerente geral Canadá Chuck Fletcher
Técnico Estados Unidos John Tortorella
Capitão Vago
Afiliados nas ligas de baixo Lehigh Valley Phantoms (AHL)
Reading Royals (ECHL)
Copas Stanley 1973-74, 1974-75
Títulos de conferência 1974-75, 1975-76, 1976-77, 1979-80, 1984-85, 1986-87, 1996-97, 2009-10
Troféus dos Presidentes {{{trofeus_pres}}}
Títulos de divisão 1967-68, 1973-74, 1974-75, 1975-76, 1976-77, 1979-80, 1982-83, 1984-85, 1985-86, 1986-87, 1994-95, 1995-96, 1999-00, 2001-02, 2003-04, 2010-11
Site Oficial https://www.nhl.com/flyers

A porcentagem de vitórias dos Flyers em toda sua história é de 57,7% (ao final da temporada 2007-08 da NHL), sendo a segunda melhor da NHL, atrás apenas dos Montreal Canadiens, com porcentagem de vitórias de 59,1%.

Os Flyers mandam seus jogos na Broad Street desde sua criação, primeiro no The Spectrum, de 1967 até 1996, e depois no Wells Fargo Center, de 1996 até o presente.

HistóriaEditar

Ao visitar um jogo de basquete no Boston Garden, o então-vice-presidente do Philadelphia Eagles da NFL, Ed Snider, viu uma multidão comprando ingressos dos Boston Bruins sendo que a equipe à época era uma das piores na NHL. Assim que soube que a liga tinha a intenção de se expandir de seis equipes para doze, Snider começou a planejar uma nova arena na Filadélfia onde um time de hóquei jogasse. O grupo de Snider, que incluía entre seus sócios o dono dos Eagles Jerry Wolman, foi escolhido pela NHL em disputa com um de Baltimore em 1966.[1] Um dos sócios, Bill Putnam, escolheu as cores laranja e preto baseados no time de sua faculdade, a Universidade do Texas em Austin. O nome da equipe foi sugerido pela irmã de Snider, que gostou pela semelhança fonética com o nome da cidade. Já sabendo do nome e cores, a equipe contratou a agência de publicidade Mel Richmann Inc. para criar a logomarca, com um "P" desenhado a partir de um disco laranja e quatro asas.[2]

 
Bobby Clarke foi capitão dos Flyers durante os dois títulos da equipe

Após alguns anos de mediocridade, na temporada 1972-73 da NHL os Flyers se tornaram uma das equipes mais fortes da liga, sendo apelidados por um jornalista como "Broad Street Bullies" ("Valentões da Broad Street") por seu jogo físico e propenso à violência. Liderados pelo atacante Bobby Clarke, o goleiro Bernie Parent e o agressivo zagueiro Dave Schultz, os Flyers se tornaram a primeira das seis equipes introduzidas pela expansão de 1967 a vencer a Copa Stanley ao bater os Bruins nas finais de 1973. Voltariam às finais nos dois anos seguintes, conquistando o bicampeonato sobre o Buffalo Sabres em 1974, mas perdendo a final de 1975 para o Montreal Canadiens após perderem Parent para uma lesão.[3]

Em 11 de janeiro de 1976, os Flyers receberam no Spectrum o time do exército vermelho soviético, que o técnico da equipe, Fred Shero, classificou como o jogo mais importante de sua vida.[4] Os Flyers venceram por 4-1, mas o jogo foi extremamente violento e o técnico russo Konstantin Loktev chegou a tirar seu time do gelo por dezesseis minutos depois de um tranco particularmente violento.[4]"Nunca jogamos contra uma equipe tão animal", reclamou Loktev depois do jogo.[4] Era a época dos "Broad Street Bullies" ("Valentões da Rua Broad", em inglês). Um cartaz que alguns torcedores seguravam dizia: "Vá contar tudo para o czar!"[4]

ArenasEditar

O primeiro ginásio dos Flyers foi o The Spectrum, de 1967 até 1996. Dividida com o time da NBA Philadelphia 76ers, a arena abrigava 14,646 espectadores à época da inauguração e 17,380 quando os Flyers deixaram o Spectrum. Foi desde então demolida em 2009.

A nova arena foi construída nas imediações, custando 206 milhões de dólares, em financiamento privado, embora a cidade e o estado ajudaram a pagar a infraestrutura local. Foi inaugurada em 1996 com o nome de CoreStates Center, sendo rebatizada à medida que o banco CoreStates era adquirido por outras instituições financeiras: First Union Bank em 1998, Wachovia em 2003, e desde 2010, Wells Fargo. O Wells Fargo Center é localizado onde era o John F. Kennedy Stadium, demolido em 1992, em um complexo esportivo que abriga também os estádios Lincoln Financial Field (do time da NFL Philadelphia Eagles) e Citizens Bank Park (da equipe da MLB Philadelphia Phillies), além do espaço de shows Xfinity Live!. Além dos Flyers e 76ers, o ginásio é casa do Philadelphia Soul da AFL, e dos Philadelphia Wings da NLL.


Referências

  1. [1]
  2. [2]
  3. «Cópia arquivada». Consultado em 4 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 23 de novembro de 2014 
  4. a b c d «Hockey is a global village", Gene Collier, Pittsburgh Post-Gazette, págs. C-1 e C-2'»