Abrir menu principal

Philippe Coutinho

futebolista brasileiro

Philippe Coutinho Correia (Rio de Janeiro, 12 de junho de 1992)[2] é um futebolista brasileiro em atividade, que atua como meia e ponta-esquerda. E atualmente defende o Barcelona e a Seleção Brasileira .

Philippe Coutinho
Philippe Coutinho
Philippe Coutinho em 2018, pela Seleção Brasileira.
Informações pessoais
Nome completo Philippe Coutinho Correia
Data de nasc. 12 de junho de 1992 (27 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,72 m
Destro
Apelido Pequeno Mágico
Informações profissionais
Clube atual Barcelona
Número 7
Posição Meia e ponta-esquerda[1]
Clubes de juventude
1999–2008 Vasco da Gama
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2009–2010
2010–2013
2012
2013–2018
2018–
Vasco da Gama
Internazionale
Espanyol (emp.)
Liverpool
Barcelona
0043 0000(5)
0047 0000(5)
0016 0000(5)
0201 000(54)
0075 000(21)
Seleção nacional3
2009
2011–2012
2010–
Brasil Sub-17
Brasil Sub-20
Brasil
0005 0000(3)
0007 0000(3)
0055 000(16)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 25 de maio de 2019.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 7 de julho de 2019.

Índice

Clubes

Vasco da Gama

Philippe chegou às categorias de base do Vasco da Gama ainda na infância, onde se destacava desde jovem. Em 22 de julho de 2008, o Vasco confirmou sua venda para a Internazionale da Itália, por 3,8 milhões de euros,[3] ainda antes dele tornar-se profissional. Por conta das regras da FIFA que não permitem transferências internacionais de atletas menores de dezoito anos, permaneceu no Vasco até julho de 2010.[4]

Foi promovido ao time principal do Vasco da Gama no primeiro semestre de 2009. Em 19 de junho de 2009, estreou profissionalmente no empate por 0–0 contra o Duque de Caxias pela Série B.[5] Atuou em doze jogos na sua primeira temporada como profissional, participando do retorno do Vasco a elite, e na conquista do título da Série B.

No ano de 2010, em 24 de janeiro, pelo Campeonato Carioca, onde acabou sendo eleito o "Melhor Meio-Campo" do torneio, Philippe se destacou marcando seus primeiros dois gols no profissional, na goleada de 6–0 sobre o rival Botafogo.[6] Em 27 de maio, marcou seu primeiro gol no Brasileirão do mesmo ano, na vitória por 3–2 sobre o Internacional.[7] Em 6 de junho, ainda de 2010, Coutinho disputou sua última partida pelo Vasco da Gama, contra o Santos.[8][9]

Internazionale

 
Coutinho em treinamento pela Internazionale.

Foi apresentado oficialmente pela Internazionale em 19 de julho de 2010, sendo integrado ao elenco principal da equipe para a temporada 2010–11.[10] Em 31 de julho de 2010, disputou seu primeiro amistoso contra o Manchester City.[11]

Em 27 de agosto de 2010, fez sua estreia oficial pela Internazionale ao entrar como substituto do Wesley Sneijder no minuto 79 da final contra o Atlético de Madrid pela Supercopa da UEFA o time acabou sendo derrotado por 2-0 e acabou ficando com o vice da competição.[12] Seu primeiro passe para gol pela Inter saiu em 20 de outubro de 2010, o meia serviu Samuel Eto'o que marcou o quarto gol da vitória por 4–3 sobre o Tottenham pela Liga dos Campeões da UEFA.[13]

Em 19 de novembro de 2010, sofreu uma lesão, Coutinho abandonou o treino depois de sentir dores musculares.[14]

Após isto, passou a atuar regularmente em partidas da Serie A, sob o comando de Rafa Benítez. Após a demissão deste, e a chegada de Leonardo, Philippe passou a ter ainda mais chances na equipe titular. Voltou a se destacar na partida de volta contra o Bayern de Munique, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da UEFA, onde os Nerazzurri reverteram a derrota por 1–0 no jogo de ida e avançaram às quartas com uma vitória por 3–2, pela regra do gol fora de casa.[15] Em 8 de maio de 2011, marcou seu primeiro gol pela Inter, na vitória por 3–1 sobre a Fiorentina em casa. Após não se firmar na Itália, Philippe se transferiu por empréstimo de 1 temporada ao Espanyol, para amadurecer e ganhar mais minutos.

Empréstimo ao Espanyol

Em 30 de janeiro de 2012, foi anunciado o seu empréstimo ao Espanyol até o final da temporada.[16][17] Fez sua estreia com o clube em 4 de fevereiro de 2012, em um empate por 3–3 contra o Athletic Bilbao. Em 11 de março de 2012, marcou seus primeiros gols pelo clube catalão aos 10 e aos 22 minutos da vitória por 5–1 sobre o Rayo Vallecano.[18][19]

Oito dias depois, ele marcou um gol na vitória por 3–1 sobre o Racing Santander no RCDE Stadium.[20][21] Em 25 de março de 2012, fez o único gol dos Blanquiblaus em um golaço colocado de falta na derrota por 2–1 para o Málaga.[22] Pelo clube demonstrou grande forma, destacando-se e ganhando o prêmio de revelação do Campeonato Espanhol.

Retorno à Internazionale

Ao fim do seu contrato de empréstimo, em julho do mesmo ano, retornou à equipe de Milão, agora recebendo a camisa 7. Em 2 de agosto de 2012, marcou seu primeiro gol em competições europeias, na Liga Europa o brasileiro deixou o dele na vitória por 3–0 sobre o Hajduk Split.[23][24] Na estreia da Inter na Serie A, Coutinho marcou o último gol da vitória por 3–0 sobre o Pescara.[25] E marcou seu último pelo clube em 4 de outubro de 2012, na vitória por 3–1 sobre o Neftçi Baku novamente pela Liga Europa.[26] O brasileiro encerrou seu ciclo pelos Nerazzurri tendo disputado apenas 47 jogos, e ter marcado 5 gols, além de ter dado mais 4 assistências.

Liverpool

Em 26 de janeiro de 2013,[27] foi acertada sua venda para o Liverpool da Inglaterra clube onde obteve maior destaque em sua carreira, por 8,5 milhões de libras, condicionada a aprovação em exame médico e a obtenção de autorização para trabalhar em terras inglesas.[28] O Southampton também havia demonstrado interesse em Coutinho, que havia sido treinado pelo então treinador do Southampton, Mauricio Pochettino, no Espanyol, porém Coutinho optou por se juntar ao Liverpool. Em 30 de janeiro de 2013, o Liverpool confirmou a contratação de Coutinho em um contrato longo[29] após o sucesso de sua aplicação de trabalho junto ao governo inglês, recebendo a camisa 10.[30][31]

2012–13

 
Coutinho celebrando o gol contra o Swansea em 17 de fevereiro de 2013

Em sua primeira temporada pelo Liverpool, onde se envolveu diretamente em 8 gols e disputou 13 jogos, Coutinho estreou no novo clube em 11 de fevereiro de 2013, substituindo Stewart Downing no minuto 78 de uma derrota por 2–0 diante do West Bromwich no Anfield.[32][33] Em 17 de fevereiro, em sua segunda partida pelo Liverpool marcou seu primeiro gol na vitória por 5–0 sobre o Swansea City.[34][35][36] Após o jogo foi elogiado pelo técnico.[37] E teve novamente uma boa atuação no jogo contra o Wigan na vitória por 4–0 no dia 2 de março. Marcou seu segundo gol pelo Liverpool na derrota para o Southampton por 3–1 em 16 de março.[38]

Ganhou o prêmio de "Melhor Jogador do Liverpool" de Março, superando Luis Suárez atual ganhador do prêmio.[39][40] Deu dois passes para gol na vitória sobre o Fulham por 3–1 em 12 de maio de 2013, passes para Sturridge que marcou um hat-trick.[41] Terminou sua primeira temporada pelo clube com 3 gols marcados e 5 assistências em 13 partidas.

2013–14

 
Marc Wilson e Coutinho em agosto de 2013.

Coutinho começou a temporada 2013–14 em 17 de agosto de 2013, na vitória por 1–0 contra o Stoke City pela Premier League.[42] Em 16 de setembro de 2013, na partida contra o Swansea City, sofreu uma lesão no ombro depois de um choque com Ashley Williams.[43] Ele retornou da lesão em 2 de novembro, substituindo Aly Cissokho no segundo tempo da derrota por 2–0 para o Arsenal.[44]

Em 23 de novembro, Coutinho marcou um gol no Merseyside derby no minuto 5, a partida terminou empatada em 3–3.[45] o brasileiro serviu pela 2° vez na temporada, através de um escanteio na vitória por 5–1 sobre o Norwich City em Anfield. Em 26 de dezembro, marcou o único gol dos Reds na derrota por 2–1 para o Manchester City no Etihad Stadium.[46]

Em 30 de março de 2014, Coutinho marcou o terceiro gol na vitória por 4–0 sobre o Tottenham no Anfield.[47] Em 13 de abril de 2014, marcou o gol da virada no minuto 78, na vitória por 3–2 sobre o Manchester City.[48] O resultado colocou o Liverpool sete pontos à frente do Manchester City, na liderança da Premier League, com quatro jogos restantes. No entanto, Manchester City teve seis jogos restantes e acabaram ultrapassando os Reds na tabela de classificação, que acabaram ficando com o segundo lugar na Premier League .[49]Em 37 jogos o brasileiro contribuiu em 13 gols, foram 5 bolas na rede, e 8 assistências na temporada.

2014–15

 
Coutinho em um jogo amistoso contra a Roma, 23 de julho de 2014.

Em 17 de agosto de 2014, Coutinho começou no primeiro jogo do Liverpool na temporada 2014–15, uma vitória por 2–1 sobre o Southampton no Anfield.[50] Marcou seu primeiro gol na temporada em 19 de outubro de 2014, no minuto 90 da vitória por 3–2 sobre o Queens Park Rangers.[51] Ele deu sua primeira assistência na vitória por 2–1 sobre o Swansea City pela quarta rodada da Copa da Liga Inglesa,onde forneceu a bola para Dejan Lovren marcar o gol.[52]

Em 21 de dezembro, marcou o primeiro gol dos Reds no empate por 2–2 contra o Arsenal no Anfield.[53] deu duas assistências em 31 de janeiro de 2015, para Raheem Sterling e Daniel Sturridge na vitória por 2–0 sobre o West Ham.[54]

Em 3 de fevereiro de 2015, Coutinho assinou um novo contrato com o Liverpool, com longa duração até 2020.[55][56][57] Em 4 de fevereiro, apenas um dia depois de estender seu contrato, ele marcou um golaço no fim, que deu a vitória por 2–1 contra o Bolton Wanderers pela quarta rodada da FA Cup que classificou a equipe às Oitavas da competição.[58]

Em 22 de fevereiro, Coutinho abriu o placar ao acertar mais um lindo chute de longa distância no ângulo, aos três minutos da vitória por 2–0 sobre o Southampton no St Mary's Stadium.[59][60] No jogo seguinte contra o Manchester City em 1 de março, Coutinho marcou o gol de vitória para o Liverpool.[61] Ele ganhou o prêmio de Jogador do Mês PFA Fans' POTM de fevereiro.[62]

Em 8 de abril, Coutinho marcou o único gol da vitória por 1–0 sobre o Blackburn Rovers no Ewood Park, pela sexta rodada da FA Cup.[63] Onze dias depois, ele marcou o único gol dos Reds na derrota por 2–1 para o Aston Villa pelas semifinais da FA Cup.[64] Em 26 de abril, Coutinho foi o único jogador do Liverpool a ser nomeado para a Equipe do Ano PFA da Premier League.[65]

Em 2 de maio, Coutinho abriu o placar aos 19 minutos e aos 87 minutos deu uma assistência para o Steven Gerrard marcar de cabeça o segundo gol da vitória por 2–1 sobre o Queens Park Rangers.[66] Dezessete dias depois, ele foi nomeado Jogador da Temporada do Liverpool.[67][68][69] Coutinho terminou a temporada com 8 gols e 6 assistências em 52 partidas sendo o principal destaque do clube.

2015–16

Em 9 de agosto de 2015, Coutinho com mais um golaço, garantiu o triunfo dos Reds aos 86 minutos por 1–0 sobre o Stoke City.[70][71] Uma semana depois, quando o Liverpool venceu em casa contra o Bournemouth devido ao gol de Christian Benteke; a Premier League confirmou mais tarde que o gol foi irregular, pois Coutinho estava impedido quando foi marcado.[72] Em 29 de agosto de 2015, Coutinho foi expulso pela 1° e única vez na carreira, na derrota em casa por 3–0 para o West Ham, recebeu um cartão amarelo aos 45 minutos por desavença e aos 52 minutos recebeu outro cartão amarelo concluindo sua expulsão.[73]

Em 26 de agosto, deu duas assistências na vitória por 3–2 sobre o Aston Villa no Anfield.[74] Em 31 de outubro, teve novamente uma atuação grandiosa , onde marcou dois gols na vitória por 3–1 sobre o Chelsea no Stamford Bridge.[75] Oito dias depois, marcou o único gol do Liverpool na derrota por 2–1 para o Crystal Palace. Em 21 de novembro, Coutinho marcou mais um gol na temporada aos 23 minutos e deu uma assistência para o Roberto Firmino aos 32 minutos da vitória por 4–1 sobre o Manchester City no Etihad Stadium.[76]

Em 5 de janeiro de 2016, sofreu uma séria lesão no isquiotibito na vitória por 1–0 sobre o Stoke City no Britannia Stadium pelas semifinais da Copa da Liga Inglesa, que o retirou por cinco semanas.[77] Em 9 de fevereiro de 2016, retornou da lesão com gol na derrota por 2–1 para o West Ham pela FA Cup.[78] Cinco dias depois, Coutinho deu por mais uma vez duas assistências na goleada por 6–0 sobre o Aston Villa pela 26ª rodada da Premier League.[79]

Em 28 de fevereiro de 2016, na final da Copa da Liga Inglesa, Philippe marcou um gol aos 83 minutos para empatar e levar o Liverpool à decisão por pênaltis. na disputa: Lucas Leiva, Coutinho e Adam Lallana falharam para os Reds que acabaram perdendo por 4–1, e ficando com vice-campeonato.[80] Em 17 de Março, Philippe Coutinho marcou contra o Manchester United, pela Liga Europa um dos gols mais bonitos de sua carreira, o brasileiro driblou um defensor na ponta esquerda avançou em direção ao gol e encobriu o goleiro De Gea, marcando um golaço, o 1° gol do Liverpool no empate por 1–1 dentro do Old Trafford, conduzindo o time a uma vitória no placar agregado por 3–1 que os classificaram para as oitavas de final da competição.[81] Três dias depois, Coutinho abriu o placar aos 17 minutos da derrota por 3–2 para o Southampton.[82]

Em 2 de abril de 2016, Coutinho marcou pelo terceiro jogo seguido da equipe aos 51 minutos do empate por 1–1 contra o Tottenham.[83] Em 14 de abril, foi um dos principais destaques na virada histórica do Liverpool sobre Borussia Dortmund pelo jogo de volta das quartas de final da Liga Europa por 4-3.[84] Seis dias depois, Coutinho marcou um gol no Merseyside derby aos 76 minutos da vitória por 4–0.[85] Em 18 de Maio 2016, pela Final da Liga Europa, Philippe teve novamente a chance de conquistar um título pelo time de Anfield, o brasileiro chegou a dá uma assistência para Daniel Sturridge marcar o primeiro gol da final, mas o time tomou a virada, e acabou perdendo o jogo por 3-1, ficando mais uma vez com um vice-campeonato. O brasileiro encerrou sua 4° temporada pelo clube com 12 gols e 7 assistências, sendo pelo segundo ano consecutivo o Jogador da Temporada do Liverpool

2016–17

 
Coutinho no último dia da temporada 2016–17.

Em 14 de agosto de 2016, pela 1° rodada da Premier League, Coutinho marcou duas vezes na vitória por 4–3 sobre o Arsenal.[86]

Em 8 de abril de 2017, pela 32° rodada, Coutinho tornou-se o brasileiro com maior número de gols na história da Premier League, depois de ter marcado na virada do Liverpool, por 2–1, sobre o Stoke City. O brasileiro camisa 10 dos Reds, entrou no segundo tempo para empatar a partida. Com o gol, superou Juninho Paulista Chegando ao seu 30º gol na Liga Inglesa. O ex-jogador teve passagem pelo Middlesbrough, no começo dos anos 2000, e fez 29.[87]

2017–18

Em 13 de Setembro 2017 marcou o seu primeiro gol na história da Liga dos Campeões da UEFA , após passe de Mané , o meia deixou o dele no empate por 1-1 contra o Spartak . Voltou a se destacar na competição, nas duas goleadas que o Liverpool aplicou por 7-0 sobre o Maribor e Spartak Moscou também pela fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA. Coutinho foi autor de um Hat-trick na goleada sobre o Spartak, o seu primeiro e único pelo Liverpool , e na partida contra o Maribor foi autor de um gol e duas assistências. Em 26 de dezembro de 2017, completou 200 jogos com a camisa do Liverpool , marcando um golaço de fora da área, o seu último pelo clube, e dando uma assistência para Roberto Firmino na goleada por 5–0 sobre o Swansea City.[88]

Após 5 anos atuando pelo clube de Anfield , Phillipe acertou sua transferência ao Barcelona como o jogador mais caro da história do clube catalão. Pelo clube inglês, o meia disputou 201 partidas, marcou 54 gols e deu 43 assistências, além de ter saído como o brasileiro que mais marcou a gols na história da Premier League , e sendo eleito por 2 vezes consecutivas o Jogador da Temporada do Liverpool.

Barcelona

Em 6 de janeiro de 2018, O Liverpool emitiu um comunicado oficial anunciando a saída de Coutinho para o Barcelona,[89] que logo após confirmou a contratação do brasileiro, que assinou contrato por 5 anos e meio, com uma cláusula de rescisão de 400 milhões de euros.[90] Os valores da transação não foram divulgados pelo Barcelona, mas especula-se que gira em torno de 130 milhões de euros fixos e outros 33 milhões em variáveis, transformando o jogador no segundo atleta mais caro de todos os tempos.[91] No dia de sua apresentação, o Barcelona informou que Coutinho se apresentou com uma lesão muscular na coxa.[92]

Em 24 de janeiro de 2018, foi anunciado que Coutinho usaria a camisa de número 14, imortalizada por Johan Cruijff e também utilizada por outros ídolos do clube, como Thierry Henry e Javier Mascherano.[93]

Após algumas semanas se recuperando da lesão, fez sua estreia em 25 de janeiro, entrando no decorrer da partida contra o Espanyol, válido pela Copa del Rey de 2017–18.[94]

Em 8 de fevereiro, fez seu primeiro gol pelo Barcelona na partida de volta da semifinal da Copa del Rey , sobre o Valencia. Na ocasião, Coutinho entrou no segundo tempo e completou cruzamento na segunda trave de Suárez, fazendo o primeiro gol na vitória por 2–0[95] Em 24 de fevereiro saiu seu primeiro gol no Camp Nou, além de deixar sua marca o meia ainda deu uma assistência para Suárez na goleada por 6–1 sobre o Girona.[96] marcou seu primeiro Hat-trick com a camisa catalã na derrota por 5–4 contra o Levante, válida pela 37° rodada do Campeonato Espanhol. Foi um dos protagonistas no título da Copa del Rey de 2017–18, onde marcou um dos gols na final contra o Sevilla, e forneceu uma assistência para Luis Suárez abrir o placar da partida. Encerrou sua primeira temporada pelo clube espanhol com 10 gols e 6 assistências em 22 jogos, com os títulos do Campeonato Espanhol: 2017–18, e da Copa do Rei, além de ter sido o 3° maior goleador do time na temporada, ficando atrás apenas de Suárez e Lionel Messi.

Em 9 de agosto de 2018, o clube catalão anunciou que mudaria algumas numerações e que Coutinho mudaria da 14 para a 7.[97]

2018–19

Coutinho marcou seu primeiro gol na temporada na vitória de 3–0 sobre o Deportivo Alavés válido pela primeira rodada da La Liga de 2018–19.[98] marcou seu primeiro gol na Liga dos Campeões da UEFA pelo Barcelona na vitória por 4-2 sobre o Tottenham em Wembley, o meia abriu o placar do jogo e ainda deu uma assistência para Rakitić. Em 10 de Outubro de 2018, Philippe entrou na lista de brasileiros que marcaram no El Clásico , o meia abriu o placar na goleada diante do Real Madrid por 5-1 no Camp Nou. Deixando sua marca Coutinho juntou-se há Neymar,Romário, Ronaldo , seu ídolo Ronaldinho Gaúcho e tantos outros craques brasileiros.

Seleção Brasileira

 
Coutinho jogando pelo o Brasil em 2015.

Sub-14 a Sub-16

Pelas categorias de base da Seleção Brasileira Philippe Coutinho ajudou o Brasil a conquistar o Torneio Internacional da Espanha na categoria sub-14. No ano seguinte, o bicampeonato do mesmo torneiro, desta vez pela seleção sub-15. E 2007 foi também o ano da conquista do título do Sul-Americano sub-15. Em março 2008, ajudou o Brasil na conquista do Torneio Internacional da Espanha. E, em dezembro, foi campeão do Torneio Nike International Friendlies.[99]

Sub-17 e Sub-20

Em 23 de março de 2009, foi convocado para a disputa do Sul-Americano Sub-17,[100] onde foi campeão e marcou três gols, incluindo um gol na final contra a Argentina. Em 28 de setembro de 2009, foi convocado pelo técnico Lucho Nizzo para a disputa da Copa do Mundo FIFA Sub-17,[101] onde o Brasil terminou eliminado ainda na primeira fase.

Em 16 de junho de 2011, o técnico Ney Franco convocou Coutinho para sua lista da Copa do Mundo Sub-20, que foi realizado nos meses de julho e agosto daquele ano, na Colômbia.[102] Philippe recebeu a camisa 10 e marcou seu primeiro gol no segundo jogo do torneio, contra a Áustria.

Seleção principal

 
Coutinho pela Seleção Brasileira em março de 2018, durante um amistoso contra a Rússia.

Na seleção principal, sua primeira convocação veio em Agosto de 2010. Philippe Coutinho foi convocado pelo técnico Mano Menezes para um período de treinamentos na Europa, sem jogos oficiais. Sua estreia oficial veio em Outubro do mesmo ano, num amistoso contra o Irã.[103]

Disputou sua primeira competição oficial pelo Brasil em 2015, na Copa América, onde a Seleção Brasileira acabou sendo eliminada nos pênaltis para o Paraguai. Philippe jogou 3 partidas e não marcou gol.

Em 7 de Junho de 2015, marcou seu primeiro gol com a camisa canarinha, o meia balançou as redes do Allianz Parque no amistoso contra o México, na vitória por 2-0.

Integrou o elenco que disputou a Copa América Centenário em 2016.[104] No torneio, Philippe Coutinho foi o autor do primeiro gol da seleção na competição, o seu primeiro em competições oficiais pela Seleção Brasileira, o meia ainda anotou um Hat-trick, mas o Brasil acabou sendo eliminado na primeira fase, após derrota diante do Peru.[105][106]

Após a saída de Dunga, Tite assumiu a seleção e Philippe Coutinho foi convocado para as eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018, onde se firmou como um dos principais jogadores da nova geração do país, ajudando a seleção a retomar o protagonismo no futebol mundial, e a vaga na Copa de 2018.

Copa do Mundo 2018

Durante a Copa do Mundo FIFA de 2018 Philippe Coutinho foi um dos melhores jogadores da fase de grupos da competição, o meia foi o autor do golaço do Brasil na estreia da seleção no Mundial, contra a Suíça em Rostov do Don. O confronto terminou empatado, 1–1.[107] Marcou também o gol nos minutos finais que abriu o caminho para a vitória sofrida por 2–0 sobre a Costa Rica válida pela 2ª rodada da Copa do Mundo.[108] Na última rodada da fase de grupos, o meia deu uma linda assistência para o volante Paulinho abrir o placar na vitória por 2-0 sobre a Sérvia que garantiu a seleção na fase mata-mata do torneio.

No duelo contra o México pelas Oitavas de Finais, Coutinho teve seu primeiro jogo abaixo na competição, mas o Brasil venceu a partida novamente por 2-0 e se classificou para a próxima fase. Diante da Bélgica, Philippe teve novamente uma atuação ruim e a seleção deu adeus ao mundial após derrota por 2-1, o meia ainda deu uma passe para Renato Augusto descontar para a Seleção Brasileira.

Encerrou sua participação na competição com 2 gols e 2 assistências, recebendo por duas vezes o prêmio de "Melhor Jogador da Partida".

Copa América 2019

Com a ausência de Neymar, principal jogador da seleção, foi depositado em Philippe Coutinho o peso de protagonista e principal condutor do Brasil na disputa da Copa América sediada no seu país.

No dia 14 de Junho na estréia diante da Bolívia, onde completava 50 jogos com a camisa canarinha o meia fez jus ao seu papel de líder técnico e foi pela 3° vez seguida o primeiro jogador da seleção a marcar o primeiro gol do Brasil em competições oficiais, Coutinho ainda marcou mais um, o segundo do Brasil na vitória por 3-0. No jogo seguinte no empate por 0-0 contra a Venezuela o meia foi eleito novamente o "Melhor Jogador da Partida", e na 3° rodada válida pela fase de grupos voltou a ter uma boa atuação na goleada por 5-0 diante do Peru onde deu uma assistência para Everton marcar.

Chegando na fase aguda, Coutinho teve atuações bem abaixo do esperado, fazendo grande parte da torcida e imprensa brasileira questionarem se o meia tinha personalidade para ser um "protagonista" ao nível do seu futebol. Contra o Paraguai após atuação irregular no empate por 0-0 em Porto Alegre, na disputa por pênaltis Philippe converteu sua batida e ajudou a seleção a avançar às semifinais da competição. Diante da Argentina teve críticas divididas sobre sua atuação, na vitória por 2-0 o meia teve bons momentos na partida, mas não foi o principal destaque como muitos esperavam.

No Maracanã na conquista do título diante do Peru, no dia 7 de Julho o meia teve uma boa atuação na vitória por 3-1, tornando-se campeão pela 1° vez com a camisa da Seleção Brasileira. Foi uma das peças importantes na conquista, mas nem de longe sendo o principal destaque como todos esperavam.

Foi campeão da Copa América com 2 gols e 1 assistência em 6 jogos, sendo eleito duas vezes o "Melhor Jogador da Partida".

Estilo de jogo

Considerado como um típico camisa 10 brasileiro, Coutinho pode jogar como meia-atacante, segundo atacante ou pelas pontas - posição que favorece seus companheiros com suas assistências.[109]

Devido a sua agilidade, dribles e passes, foi comparado ao Messi e Ronaldinho por Mauricio Pochettino,[110] o qual constatou que o brasileiro ''possui mágica em seus pés''.[111] Seus companheiros de equipe, Lallana e Henderson o consideraram promissor e capaz de alcançar o nível de grandes jogadores mundiais, fato que se constatou temporadas depois.[112][113] O jogador chegou a ser bastante elogiado pelo ídolo do Barcelona , Xavi que disse que não existia melhor meia que ele no mundo.

Embora o pé direito seja seu preferido, Coutinho é hábil com ambos os pés[114] e é reconhecido por suas cobranças de falta e arremates de fora da área.[115]

Vida pessoal

Casou-se em uma cerimônia religiosa com Ainê no verão de 2012 no Brasil.[116] Ele possui tatuagens em várias partes de seu corpo representando sua família, dois irmãos e esposa. Seu ídolo no futebol é Ronaldinho.[117]

Estatísticas

Atualizado até 25 de maio de 2019.[118]

Clubes

Equipe Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional
Competições
continentais
Outros
torneios
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Vasco da Gama 2009 12 0 1 12 0 1
2010 7 1 2 7 1 2 17 3 0 31 5 4
Total 19 1 3 7 1 2 17 3 0 43 5 5
Internazionale 2010–11 13 1 1 7 0 1 20 1 2
2011–12 5 1 1 3 0 0 8 1 1
2012–13 10 1 0 9 2 1 19 3 1
Total 28 3 2 20 2 2 47 5 4
Espanyol 2011–12 16 5 1 16 5 1
Total 16 5 1 16 5 1
Liverpool 2012–13 13 3 5 13 3 5
2013–14 33 5 7 4 0 1 37 5 8
2014–15 35 5 5 11 3 1 6 0 0 52 8 6
2015–16 26 8 5 4 2 0 13 2 2 43 12 7
2016–17 31 13 7 5 1 2 36 14 9
2017–18 14 7 6 1 0 0 5 5 2 20 12 8
Total 152 41 35 25 6 4 24 7 4 201 54 43
Barcelona 2017–18 18 8 5 4 2 1 22 10 6
2018–19 34 5 2 7 3 0 11 3 2 1 0 0 53 11 5
Total 52 13 7 11 5 1 11 3 2 1 0 0 75 21 11
Total na carreira 267 63 48 43 12 7 55 12 8 18 3 0 382 90 63

Seleção Brasileira

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos deste jogador, pela sua seleção nacional.

Sub-17
Sub-20
Seleção principal

Títulos

Vasco da Gama
Internazionale
Liverpool
Barcelona
Seleção Brasileira

Prêmios individuais

Referências

  1. «Philippe Coutinho avisa que se sente à vontade na função de Neymar». ESPN.com.br. 8 de outubro de 2016. Consultado em 29 de outubro de 2017 
  2. «Philippe Coutinho». Liverpool FC. Consultado em 2 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 29 de novembro de 2017  |wayb= e |arquivodata= redundantes (ajuda); |wayb= e |arquivourl= redundantes (ajuda)
  3. «Vasco confirma venda de Philippe Coutinho por R$ 10 milhões». Globoesporte.com. 22 de julho de 2008 
  4. «Vasco vende jovem de 16 anos para a Inter de Milão». Estadão. 22 de julho de 2008 
  5. «Vasco decepciona e fica no empate na estreia de Coutinho». Terra. 19 de junho de 2009 
  6. «Dodô dá show, marca três gols, e o Vasco humilha o Botafogo no Engenhão». Globoesporte.com. 24 de janeiro de 2010 
  7. «Vasco reage no 2º tempo, vira para cima do Inter e traz paz a São Januário». UOL. 27 de maio de 2010 
  8. Nicola, Cecere (23 de julho de 2008). «Coutinho, 4 milioni per il Pato di Moratti». La Gazzeta dello Sport. Consultado em 8 de janeiro de 2008 
  9. «Sem fazer força, Santos afunda o Vasco e assiste à Copa do G-4». Globoesporte.com. 6 de junho de 2010 
  10. «Philippe Coutinho é apresentado no Inter de Milão e se compara a Sneijder». Globoesporte.com. 19 de julho de 2010 
  11. «Na estreia de Philippe Coutinho e Benítez, Obinna brilha pelo Inter». Globoesporte.com. 31 de julho de 2010 
  12. «Atlético de Madri desbanca o Inter de Milão e conquista a Supercopa». Globoesporte.com. 27 de agosto de 2010 
  13. «Inter Milan 4-3 Tottenham». BBC Sport. 20 de outubro de 2010 
  14. «Philippe Coutinho sofre lesão e pode ficar fora do Mundial de Clubes». Globoesporte.com. 19 de novembro de 2010 
  15. «B Munich 2-3 Inter (agg 3 - 3)». BBC Sport. 15 de março de 2011 
  16. «Coutinho ja és jugador de l'Espanyol». Espanyol. Consultado em 30 de janeiro de 2012. Arquivado do original em 6 de janeiro de 2014 
  17. «Espanyol anuncia contratação de Philippe Coutinho por empréstimo». Globoesporte.com. 30 de janeiro de 2012 
  18. «Philippe Coutinho desencanta, marca dois e Espanyol goleia Rayo». Trivela. 11 de março de 2012 
  19. «5-1: Master piece». Espanyol. Consultado em 4 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 1 de fevereiro de 2014 
  20. «Philippe Coutinho faz outro, Espanyol vence e já sonha com a Champions». Globoesporte.com. 19 de março de 2012 
  21. «Com gol de Philippe Coutinho, Espanyol vira sobre o Racing Santander». ESPN. 19 de março de 2012 
  22. «Coutinho marca à la R10, mas não evita derrota do Espanyol para Málaga». Globoesporte.com. 25 de março de 2012 
  23. «Hajduk Spalato-Inter, 0-3: così sì, avanti Inter» (em italiano). Internazionale. 2 de agosto de 2012 
  24. «Coutinho: "Primo gol in Europa, migliorerò» (em italiano). Internazionale. 2 de agosto de 2012 
  25. «Philippe Coutinho marca, e Inter vence na estreia do Italiano». Globoesporte.com. 26 de agosto de 2012 
  26. «Philippe Coutinho faz gol de letra e Inter de Milão vence a primeira na Liga Europa; assista». UOL. 4 de outubro de 2012 
  27. Smith, Ben (26 de janeiro de 2013). «Liverpool agree a deal for Inter Milan's Philippe Coutinho». BBC. Consultado em 2 de dezembro de 2017 
  28. Pearce, James (29 de janeiro de 2013). «Philippe Coutinho set for medical as he closes in on move for Liverpool FC». Liverpool Echo. Consultado em 3 de dezembro de 2017 
  29. «Reds confirm Coutinho deal». Liverpool FC. 30 de janeiro de 2013. Consultado em 30 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2013  |wayb= e |arquivodata= redundantes (ajuda); |wayb= e |arquivourl= redundantes (ajuda)
  30. «New boy handed vacant No.10 shirt». Liverpool FC. 30 de janeiro de 2013. Consultado em 30 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 24 de maio de 2013  |wayb= e |arquivodata= redundantes (ajuda); |wayb= e |arquivourl= redundantes (ajuda)
  31. «Liverpool confirma Philippe Coutinho e dá camisa 10 ao brasileiro». Terra. 30 de janeiro de 2013. Consultado em 2 de dezembro de 2017 
  32. «Na estreia de Coutinho, Liverpool é derrotado em casa pelo West Bromwich». Consultado em 12 de Fevereiro de 2013 
  33. «Liverpool perde em casa na estreia de Philippe Coutinho». Consultado em 9 de fevereiro de 2013 
  34. «Liverpool 5 vs 0 Swansea City - PREMIER LEAGUE». Consultado em 17 de fevereiro de 2013 
  35. «Titular, Coutinho marca primeiro gol pelo Liverpool em baile no Swansea». Consultado em 18 de fevereiro de 2013 
  36. «Após ver Coutinho marcar, treinador diz: 'Tenho grandes expectativas nele'». Consultado em 19 de fevereiro de 2013 
  37. «Técnico do Liverpool se derrete em elogios a Philippe Coutinho». Consultado em 20 de fevereiro de 2013 
  38. «Inglês: Arsenal vence Swansea; Liverpool perde para o Southampton». Consultado em 16 de março de 2013 
  39. «Philippe Coutinho supera Luis Suárez e é eleito o melhor de março no Liverpool». Consultado em 10 de abril de 2013 
  40. «Técnico do Liverpool pede renovação de Gerrard: "Continua em forma"». Consultado em 26 de janeiro de 2013 
  41. «Coutinho e Sturridge brilham na vitória do Liverpool sobre o Fulham». Consultado em 12 de maio de 2013 
  42. «Philippe Coutinho é a grande esperança do Liverpool para a temporada». Estadão. 17 de agosto de 2013. Consultado em 7 de janeiro de 2018 
  43. «Out-inho! Huge blow for Liverpool with Coutinho missing until the end of October with shoulder injury». Daily Mail. 16 de setembro de 2013 
  44. «Arsenal vs. Liverpool: Score, Grades and Post-Match Reaction». Bleacher Report. 2 de novembro de 2013 
  45. «Suarez and Sturridge: Is Liverpool's Free-Scoring Attack Enough to Take Top 4?». Bleacher Report. 23 de novembro de 2013 
  46. «Philippe Coutinho's Lack of Confidence in Front of Goal Is Costing Liverpool». Bleacher Report. 26 de dezembro de 2013 
  47. «Liverpool 4-0 Tottenham Hotspur». BBC Sport. 30 de março de 2014 
  48. «Líder de fato: Liverpool vence City com gol de Coutinho e se distancia». Globoesporte.com. 30 de março de 2014 
  49. «Premier League: Manchester City beat Liverpool to title». BBC Sport. 11 de maio de 2014 
  50. «Liverpool 2-1 Southampton». BBC Sport. 17 de agosto de 2014 
  51. «QPR 2-3 Liverpool MATCH REPORT: Caulker puts through his own net to gift Reds victory in dramatic finale». Daily Mail. 19 de outubro de 2014 
  52. «Liverpool 2-1 Swansea City». BBC Sport. 28 de outubro de 2014 
  53. «Liverpool 2-2 Arsenal: Martin Skrtel heads injury-time equaliser to claim dramatic late point for Brendan Rodgers' side». Daily Mail. 21 de dezembro de 2014 
  54. «Liverpool 2-0 West Ham United». BBC Sport. 31 de janeiro de 2015 
  55. «Coutinho signs new long-term LFC deal». Liverpool FC. 3 de fevereiro de 2015 
  56. «Liverpool oficializa novo contrato com "pequeno mago" Philippe Coutinho». Globoesporte.com. 3 de fevereiro de 2015 
  57. «Philippe Coutinho: Brazilian signs new long-term deal at Liverpool». BBC Sport. 3 de fevereiro de 2015 
  58. «Coutinho faz golaço no fim, e Liverpool vai às oitavas da Copa da Inglaterra». Globoesporte.com. 4 de fevereiro de 2015 
  59. «Philippe Coutinho faz golaço, Liverpool bate Southampton e fica a 2 pontos da Champions». ESPN. 22 de fevereiro de 2015 
  60. «Southampton 0-2 Liverpool». BBC Sport. 22 de fevereiro de 2015 
  61. «Coutinho faz golaço e garante vitória do Liverpool sobre o Manchester City». Globoesporte.com. 1 de março de 2015 
  62. «Coutinho voted PFA Fans' POTM». Liverpool FC. 2 de fevereiro de 2015 
  63. «Coutinho marca, Liverpool bate time da Segundona e avança às semifinais». Globoesporte.com. 8 de abril de 2015 
  64. «Philippe Coutinho 'goal': FA Cup semi-final strike was going 'miles wide' - leading to fury over first goal scorer betting». Independent. 19 de abril de 2015 
  65. «Seleção da temporada na Inglaterra tem Coutinho, Diego Costa e mais cinco do Chelsea». ESPN. 26 de abril de 2015 
  66. «Sob pressão, Liverpool vence com gols de Philippe Coutinho e Gerrard». Globoesporte.com. 2 de maio de 2015 
  67. «Phil wins four prizes at Players' Awards». Liverpool FC. 19 de maio de 2015 
  68. «Coutinho: I will treasure my awards». Liverpool FC. 20 de maio de 2015 
  69. «Coutinho fatura quatro prêmios em festa de encerramento do Liverpool». Globoesporte.com. 19 de maio de 2015 
  70. «Coutinho tira golaço da cartola no fim, e Liverpool vence "algoz" de Gerrard». Globoesporte.com. 9 de agosto de 2015 
  71. «Stoke City 0-1 Liverpool». BBC Sport. 9 de agosto de 2015 
  72. «Christian Benteke goal should not have stood, say Premier League». Sky Sports. 21 de agosto de 2015 
  73. «Ex-Flu decide, Coutinho é expulso, e West Ham bate o Liverpool em Anfield». Globoesporte.com. 29 de agosto de 2015 
  74. «Coutinho dá duas assistências, e Sturridge volta com golaço em vitória do Liverpool». ESPN. 26 de agosto de 2015 
  75. «Coutinho arrebenta, Liverpool vira sobre o Chelsea e deixa Mourinho na corda bamba». ESPN. 31 de outubro de 2015 
  76. «Coutinho e Firmino brilham, Liverpool goleia e tira Manchester City da ponta». Globoesporte.com. 21 de novembro de 2015 
  77. «Coutinho se machuca, mas Liverpool vence e fica perto de final». UOL. 5 de janeiro de 2016 
  78. «Coutinho faz golaço à la Ronaldinho, mas Liverpool é eliminado». UOL. 9 de fevereiro de 2016 
  79. «Com ajuda de Philippe Coutinho e 'beijo' de torcedor, Liverpool faz 6 no Aston Villa». ESPN. 14 de fevereiro de 2016 
  80. «Brasileiros falham nos pênaltis, City bate Liverpool e é tetra da Copa da Liga Inglesa». ESPN. 28 de fevereiro de 2016 
  81. «Philippe Coutinho faz golaço, e Liverpool elimina United na Liga Europa». O Globo. 17 de março de 2016 
  82. «Philippe Coutinho faz outro belo gol, mas Liverpool cai para Mané e Pellè». Globoesporte.com. 20 de março de 2016 
  83. «Philippe Coutinho volta a marcar, mas Liverpool cede empate ao Tottenham». Globoesporte.com. 2 de abril de 2016 
  84. «Coutinho marca, Liverpool consegue virada impressionante e elimina Dortmund». Gazeta Esportiva. 14 de abril de 2016 
  85. «Com gol de Coutinho, Liverpool goleia o Everton em clássico no Inglês». Globoesporte.com. 20 de abril de 2016 
  86. «Philippe Coutinho faz dois gols e brilha na vitória do Liverpool sobre o Arsenal». O Dia. 14 de agosto de 2016 
  87. «Philippe Coutinho se torna o maior artilheiro brasileiro da história da Premier League». Goal.com. 8 de abril de 2017. Consultado em 9 de abril de 2017 
  88. «Firmino faz dois, Coutinho também brilha, e Liverpool atropela lanterna». Globoesporte.com. 26 de dezembro de 2017. Consultado em 31 de dezembro de 2017 
  89. «Liverpool FC statement: Coutinho to leave LFC». Liverpool FC. 6 de janeiro de 2018 
  90. «Philippe Coutinho, nou jugador del FC Barcelona» (em catalão). FC Barcelona. 6 de janeiro de 2018. Consultado em 6 de janeiro de 2018 
  91. «É oficial: Philippe Coutinho é anunciado pelo Barcelona». Globoesporte.com. 6 de janeiro de 2018. Consultado em 6 de janeiro de 2018 
  92. «Coutinho se apresenta com lesão que vai tirá-lo de combate por 20 dias». Globoesporte.com. 8 de janeiro de 2018 
  93. «Coutinho herda camisa de Cruyff e Mascherano e vestirá a 14 no Barça». Globoesporte.com. 24 de janeiro de 2018. Consultado em 24 de janeiro de 2018 
  94. «Suárez e Messi decidem como de costume, Coutinho estreia, e Barça se classifica». Globoesporte.com. 25 de janeiro de 2018 
  95. «Com primeiro gol de Coutinho e estreia de Mina, Barcelona vence e vai à final da Copa do Rei». Globoesporte.com. 8 de fevereiro de 2018 
  96. «Em noite de Messi, Coutinho e Suárez, Barça goleia Girona e bate novo recorde na Espanha». Globoesporte.com. 24 de fevereiro de 2018 
  97. «Barcelona muda numeração e Coutinho vai usar camisa 7». Lance!. 9 de agosto de 2018. Consultado em 14 de agosto de 2018 
  98. «Messi faz golaço, Coutinho marca, e Barcelona vence Alavés em LaLiga». ESPN. 18 de agosto de 2018. Consultado em 18 de agosto de 2018 
  99. «Biografia «  Philipe Coutinho – Site Oficial». www.philipecoutinho.com. Consultado em 29 de setembro de 2016. Arquivado do original em 19 de agosto de 2016 
  100. «Neymar é convocado para Seleção Brasileira Sub-17». Terra. 23 de março de 2009 
  101. «Neymar e Philippe Coutinho são convocados para o Mundial Sub-17». Globoesporte.com. 28 de setembro de 2009 
  102. «Ney Franco convoca cinco do Fla e Coutinho para o Mundial Sub-20». Globoesporte.com. 16 de junho de 2011 
  103. «IRAN VS BRAZIL 0 - 3 Match Info». Consultado em 7 de Outubro de 2010 
  104. «Dunga convoca Seleção para a Copa América com 7 jogadores olímpicos». Globoesporte. 5 de maio de 2016 
  105. «Coutinho desabrocha e faz primeiro ´´hat-trick`` oficial da Seleção em 7 anos». Globoesporte. 9 de junho de 2016. Consultado em 22 de junho de 2018 
  106. «Vexame! Brasil perde para o Peru e cai na primeira fase da Copa América». Lance!. 12 de junho de 2016. Consultado em 22 de junho de 2018 
  107. «Suíça "ofusca" golaço de Coutinho, e Brasil só empata na sua estreia na Copa». Fox Sports. Consultado em 17 de junho de 2018 
  108. «Coutinho e Neymar marcam nos acréscimos e Brasil elimina a Costa Rica». Ogol. 22 de junho de 2018. Consultado em 22 de junho de 2018 
  109. «The Kid». Echeion (em italiano). Consultado em 17 de junho de 2017. Arquivado do original em 23 de setembro de 2015 
  110. «Careca sponsorizza Milito e... Coutinho: "Ricorda Zico"» 
  111. «Philippe Coutinho similar to Lionel Messi, says Mauricio Pochettino». BBC Sport (em inglês). 15 de março de 2013 
  112. «Coutinho the 'little magician' can take Liverpool a long way, says Lallana». ESPNFC.com 
  113. «Liverpool's Coutinho can reach Messi, Suarez, Ronaldo level - Henderson». ESPNFC.com 
  114. «Europe's rising stars». The Independent (em inglês). 22 de outubro de 2010 
  115. S, Jamie; Metro.co.uk, erson for (1 de março de 2015). «Watch Liverpool's Coutinho score another FIFA 15 'Finesse Shot' goal». Metro. Consultado em 17 de junho de 2017 
  116. CNN, Melissa Reddy, for. «Philippe Coutinho: The secret life of 'O Mágico'». CNN. Consultado em 17 de junho de 2017 
  117. «Tottenham Hotspur v Liverpool: Brazilian midfielder Philippe Coutinho inspired by hero Ronaldinho». Telegraph.co.uk (em inglês) 
  118. «Perfil do Philippe Coutinho». Soccerway. Consultado em 13 de maio de 2018 
  119. «Benitez names squad for Italian Super Cup» (em inglês). Sítio oficial F.C. Internazionale Milano. 20 de agosto de 2010 
  120. Baillif, Dominique (31 de dezembro de 2016). «Philippe Coutinho ganha o Samba de Ouro 2016». Sambafoot. Consultado em 1 de janeiro de 2017 
  121. Shaw, Chris (19 de Maio de 2015). «Phil wins four prizes at Players' Awards». Liverpool F.C. Consultado em 2 de Agosto de 2015 
  122. «Coutinho domina 'noite de gala' do Liverpool e leva quatro prêmios individuais». Fox Sports. 12 de Maio de 2016. Consultado em 22 de Maio de 2016 
  123. «The 100 best footballers in the world 2016 – interactive» (em inglês). The Guardian 
  124. «Philippe Coutinho» (em espanhol). Marca 
  125. «Mariano, Coutinho e Marlos integram a seleção da Europa League». Fox Sports. 20 de Maio de 2016. Consultado em 22 de Maio de 2016 

Ligações externas

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Philippe Coutinho