Philodryas olfersii

Serpente da família dos culubrídeos

Philodryas olfersii, popularmente conhecida como cobra-verde, cobra-cipó[1] ou cobra-cipó-verde[2] é uma espécie sul-americana de serpente da família dos colubrídeos.[3] Tais répteis medem cerca de 1 metro de comprimento, possuindo o corpo verde, sendo o ventre mais claro que o dorso.

Como ler uma infocaixa de taxonomiaPhilodryas olfersii
Philodryas olfersii MZUFV.JPG
Philodryasolfersii2.jpg
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Squamata
Subordem: Serpentes
Família: Colubridae
Género: Philodryas
Espécie: P. olfersii
Nome binomial
Philodryas olfersii
Lichtenstein, 1823

PeçonhaEditar

Assim como todas as serpentes do gênero Philodryas, a Philodryas olfersii possui uma peçonha inoculada pela sua dentição opistóglifa, que apesar de não ser um dente muito eficaz para inocular peçonha, caso a serpente venha picar um ser humano pode trazer complicações graves, podendo causar edemas, hemorragia, necrose, e também levar a óbito, tendo sido um caso registrado documentalmente.[4]

Referências

  1. «Cobra Verde». Universidade Estadual de Londrina. Consultado em 7 de dezembro de 2020 
  2. «Cobra-cipó-verde». ZOO - Fundação Jardim Zoológico de Brasília. 28 de janeiro de 2020. Consultado em 7 de dezembro de 2020 
  3. «Philodryas olfersii». INaturalist (em inglês). Consultado em 23 de dezembro de 2019 
  4. Marisa M. T. da Rocha; Maria de F. D. Furtado (2007). «Análise das atividades biológicas dos venenos de Philodryas olfersii (Lichtenstein) e P. patagoniensis (Girard) (Serpentes, Colubridae)». Revista Brasileira de Zoologia - Scielo. doi:10.1590/S0101-81752007000200019 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre serpentes, integrado ao projeto de herpetologia, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.