Abrir menu principal
Pierre Broué
Nascimento 8 de maio de 1926
Privas
Morte 26 de julho de 2005 (79 anos)
Grenoble
Cidadania França
Filho(s) Michel Broué
Alma mater Lycée Thiers
Ocupação historiador, professor, professor universitário, escritor

Pierre Broué (Privas, 8 de maio de 1926Grenoble, 26 de julho de 2005) foi um historiador trotskysta francês. Seu trabalho cobre vários assuntos, incluindo a história do Partido Bolchevique, a Revolução Espanhola, além da vida e obra de Leon Trotsky.

Na sua juventude, durante a Segunda Guerra Mundial, como jovem membro do Partido Comunista Francês, Broué lutou na Resistência Francesa contra os invasores nazistas. Quando Stálin dissolveu a Comintern em 1943, Broué tornou-se um forte crítico do stalinismo e deixou o PCF. Juntou-se à Quarta Internacional e permaneceu trotskysta pelo resto de sua vida, militando ativamente no Partido Comunista Internacionalista e na Organização Comunista Internacionalista, que deixou em 1989.

Broué faleceu aos 79 anos, em consequência de um câncer de próstata.[1]

Índice

ObrasEditar

  • La Révolution et la guerre d'Espagne (com Émile Temime), Les Éditions de Minuit, 1961, reed. 1996 (traduizido em 10 línguas).
  • Le Parti bolchévique - histoire du PC de l'URSS, Les Éditions de Minuit, 1963.
  • Révolution en Allemagne, 1917 -1923, Les Éditions de Minuit, 1971
  • La question chinoise dans l'Internationale communiste (1926-1927), EDI, 1965 réédition 1990
  • L'assassinat de Trotsky, Bruxelles : Éditions Complexe, 1980
  • Histoire du XXe siècle , 2 volumes, Université des sciences sociales de Grenoble, Institut d’Études politiques, 1985.
  • Trotsky, Fayard, 1988.
  • Trotsky (com Alain Dugrand), Payot, 1988.
  • Leon Sedov, fils de Trotsky victime de Staline, Éditions de l'Atelier, 1993.
  • Staline et révolution - cas espagnol, Editions Fayard, 1993.
  • Quand le peuple révoque le président : le Brésil de l'affaire Collor, L'Harmattan, 1993.
  • Rakovsky, Fayard, 1996.
  • Histoire de l'Internationale communiste, 1919-1943, Fayard, 1997.
  • Prefácio de Les Soviets en Russie - 1905-1921, de Oskar Anweiler, Gallimard, 1997.
  • Meurtres au maquis (com Raymond Vacheron), Grasset, 1997.
  • Communistes contre Staline - Massacre d'une génération, Fayard, 2003.
  • Mémoires politiques, Fayard, outubro de 2005.

Livros traduzidos em portuguêsEditar

  • Os Processos de Moscovo. Livraria Morais, 1966
  • A Primavera dos povos começa em Praga. Kairós, 1979
  • União Soviética - da revolução ao colapso. Editora da Universidade/UFRGS, 1996
  • O Partido Bolchevique - dos primeiros tempos à revolução de 1917. Pão&Rosas, 2005
  • História da Internacional Comunista, 2v. Sundermann, 2007
  • A Revolução Espanhola 1931-1939. Perspectiva, 2015

Referências

  1. (em inglês) Pierre Broué - Revolutionary historian who probed Stalinism (obituário). Por Michael Eaude. The Guardian, 31 de agosto de 2005.

Ligações externasEditar

Em francês
  • Pierre Broué (1926 - 2005) Archive Internet des Marxistes. Section française.
    Dados biográficos. Obras disponíveis na íntegra:
    • 1956 La révolution hongroise des conseils ouvriers
    • 1961 La Révolution et la Guerre d’Espagne (avec E. Témime)
    • 1963 Le parti bolchévique
    • 1966 Critiques de gauche et opposition révolutionnaire au front populaire (1936-1938) (avec N. Dorey)
    • 1971 Révolution en Allemagne.
      La Révolution Espagnole - 1931-1939
    • 1980 Les trotskystes en Union Soviétique (1929-1938)
    • 1986 "Van, le militant, l'ami, l'homme" (maio de 1986)
    • 1988 Trotsky
  • Arquivo dos Cahiers Léon Trotsky, publicados de 1979 a 2003 pelo Institut Léon Trotsky (fundado em 1977 por Pierre Broué).
Em inglês