Abrir menu principal

Pigmento fotossintético

Trilobite clipart-vector.svg
A Wikipédia possui o
Portal da Biologia

Pigmentos fotossintéticos são substâncias capazes de absorver a luz utilizada na fotossíntese.[1] Eles captam a energia necessária às reações químicas que constituem a fotossíntese. Nessas reações químicas é produzido oxigénio, que é expulso para a atmosfera.

Existem diferentes tipos de pigmentos fotossintéticos, com diferentes concentrações em diferentes organismos. Os mais importantes são as clorofilas, os carotenoides e as ficobilinas.[1]

Pigmentos acessóriosEditar

 
Oxalis triangularis, planta que possui as folhas roxas devido à presença de pigmentos acessórios.

Pigmentos acessórios são substâncias que auxiliam a clorofila na fotossíntese, por absorver diferentes comprimentos de ondas (ampliando a capacidade de aproveitamento da luz utilizada no processo) e protege o aparato fotossintético, por absorver o excesso de energia. Também são responsáveis pela mudança de coloração de algumas folhas, que adquirem cores o roxo, o laranja e o amarelo, diferente do habitual verde. São compostos principalmente por carotenoides.[2][3]

Referências

  1. a b «pigmentos fotossintéticos». Porto Editora. Infopédia 
  2. «Pigmentos fotossintetizantes». Só Biologia. Consultado em 23 de julho de 2018. Cópia arquivada em 23 de julho de 2018 
  3. «Pigmentos fotossintetizantes». Biologia.net. Consultado em 23 de julho de 2018. Cópia arquivada em 23 de julho de 2018 
  Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.