Pindotiba

Pindotiba é um distrito do município de Orleans, no estado de Santa Catarina, região sul do Brasil.[1][2]

Estação ferroviária da Estrada de Ferro Donna Thereza Christina (EFDTC)

Suas primeira denominação oficial foi Palmeiras, mais tarde denominado como Raposa.[3]

Registro de Robert Christian Avé-LallemantEditar

O médico e viajante alemão Robert Christian Avé-Lallemant esteve de 5 a 7 de junho de 1858 em Tubarão, onde foi hóspede do Coronel Collaço, que na época era capitão da Guarda Nacional. Partiu em 7 de junho de 1858 para Lages, passando por Pindotiba, na época denominada Raposa, e seguindo o Rio Tubarão até suas nascentes na Serra Geral. Sobre o início de sua viagem ao longo do rio Tubarão descreve: "... O braço principal do rio já está cultivado até Raposa; mas, a partir dali, tudo está no mato e no silêncio da natureza, embora aquelas brenhas ocultem maravilhosos pedaços de terra, capazes de melhor cultura. Há um braço setentrional do rio, com a sua zona florestal, inteiramente inaproveitado.[4] Dali parte uma via fluvial para o pequeníssimo tráfego do planalto. O Braço do Norte reúne as mais belas terras de pastagem à planície do Capivari; ali está escondido o germe de uma colônia alemã, na qual fique em equilíbrio a lavoura e a criação de gado."[5]

Referências

  1. «Distrito de Pindotiba». Prefeitura de Orleans. Consultado em 2 de agosto de 2020 
  2. «Nasceu no distrito de Pindotiba em Orleans». Câmara Municipal de Vereadores de Orleans/SC. Consultado em 2 de agosto de 2020 
  3. Jucely Lottin. Orleans em Dados 2004, p. 13
  4. Refere-se aqui à desembocadura do rio Braço do Norte no rio Tubarão.
  5. Viagens pelas Províncias de Santa Catarina, Paraná e São Paulo (1858). Editora Itatiaia, 1980, página 210
  Este artigo sobre Geografia de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.