Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura por pelo futebolista que defendeu o São Paulo, veja Laurindo Furlani.
Piolin
Nome nativo Abelardo Pinto
Nascimento 27 de março de 1897
Ribeirão Preto
Morte 4 de setembro de 1973 (76 anos)
São Paulo
Cidadania Brasil
Ocupação palhaço

Abelardo Pinto, conhecido por seu nome artístico Piolin (Ribeirão Preto, 27 de março de 1897[1]São Paulo, 4 de setembro de 1973), foi um palhaço brasileiro. É considerado um grande representante do meio circense, onde destacava-se pela grande criatividade cômica, além da habilidade como ginasta e equilibrista.[2] Pai da atriz Ana Ariel falecida em 2004.

BiografiaEditar

Abelardo Pinto "Piolin" nasceu num circo armado na rua Barão do Amazonas, em Ribeirão Preto. Iniciou sua carreira no Circo Americano ainda criança, envolvendo-se em diferentes atividades. Filho de artistas circenses, conquistou o reconhecimento dos intelectuais da Semana da Arte Moderna, movimento artístico e literário realizado no Brasil em fevereiro de 1922, como exemplo de artista genuinamente brasileiro e popular. Seu apelido, que se refere a um tipo de barbante, é devido à sua estrutura física: magro e de pernas compridas.[3]

Foi considerado "o maior palhaço do mundo".[3] Washington Luis, presidente da república deposto pela Revolução de 1930, era um dos seus admiradores e costumava assisti-lo.[3]

O dia de seu nascimento foi escolhido para a data comemorativa do Dia do Circo no Brasil.[2]

Foi um palhaço brasileiro de reconhecimento mundial, considerado um grande representante do meio circense, onde destacava-se pela grande criatividade cômica, além da habilidade como ginasta e equilibrista.

Abelardo Pinto Piolin morreu em 4 de setembro de 1973, de insuficiência cardíaca. Uma multidão se aglomerou nas alamedas do Cemitério da Quarta Parada para acompanhar o seu enterro.[4]

FilmografiaEditar

Ano Filme Papel
1952 Tico-tico no Fubá Palhaço Piolin

Referências

  1. Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto. «Ribeirão Preto ganha espaço de lazer Jair Yanni». Consultado em 21 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 24 de setembro de 2015 
  2. a b «Cópia arquivada». Consultado em 14 de maio de 2019. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  3. a b c http://www.revistasp.org/index2.php?option=com_content&do_pdf=1&id=371
  4. http://acervo.folha.com.br/fsp/1973/09/05/2/

Ligações externasEditar