Pitágoras (liberto)

Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o liberto romano. Para outros significados, veja Pitágoras (desambiguação). Para a escultura, veja Doríforo.

Pitágoras foi um liberto do imperador Nero, que se casou com Nero em uma cerimônia pública como seu esposo.[1][2][3][4]

Pitágoras
Conhecido(a) por casamento com Nero
Nacionalidade Romano Roma
Ocupação Liberto
Cargo Provador de vinho

VidaEditar

Pouco é conhecido sobre a vida anterior de Pitágoras exceto que ele era um liberto que acompanhava Nero, chamado "um de seu rebanho imundo" (uni ex illo contaminatorum grege).[5] Ele era possivelmente seu provador de vinho.[3]

Casamento com NeroEditar

Em 64, durante a Saturnália, houve uma série de banquetes oferecidos por Tigelino a Nero onde poucos dias depois Nero casou-se com Pitágoras.

... ele inclinou-se para casar-se com um de seu rebanho imundo, por nome Pitágoras, com todas as cerimônias de um casamento regular. O véu de noiva foi colocado sobre o imperador; o povo viu as testemunhas da cerimônia, o dote do casamento, o sofá e as tochas nupciais; tudo em resumo era plenamente visível, ao invés do quando uma mulher se casa e a escuridão a esconde.
 
Tácito, Anais, XV.

DoríforoEditar

Suetônio conta a história de Nero sendo a noiva para um liberto chamado "Doríforo". Tanto Tácito quanto Dião Cássio somente mencionam "Pitágoras". De acordo com Champlin, é improvável que dois escândalos deste tipo ocorreram sem terem sido mencionado: a solução mais simples é que Suetônio confundiu o nome.[6] Um dos mais ricos e poderosos libertos de Nero chamado Doríforo morreu em 62 antes do banquete de Tigelino,[6] onde Nero, coberto com peles de animais selvagens, era solto de uma jaula e atacava as partes privadas de homens e mulheres amarrados a estacas, depois do que era morto pelo seu liberto "Doríforo".[7] Como Doríforo significa "lanceiro"[8] (Δορυφόρος) como a escultura, pode ser que a palavra latinizada tenha apenas capitalizado a palavra grega.[9]

Ver tambémEditar

BibliografiaEditar

Referências

  1. «Ancient History Sourcebook: Suetonius: De Vita Caesarum--Nero, c. 110 C.E.» (em inglês). www.fordham.edu 
  2. «Cassius Dio Roman History: LXII, 28 - LXIII, 12-13 (em inglês)». penelope.uchicago.edu 
  3. a b Frier, Bruce W. (2004). «Roman Same-Sex Weddings from the Legal Perspective». Classical Studies Newsletter, Volume X (em inglês). University of Michigan. Consultado em 29 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 30 de dezembro de 2011 
  4. Champlin, 2005, p.145
  5. Tácito. «Annals: XV» (em inglês). Bible History Online. Consultado em 29 de fevereiro de 2012 
  6. a b Champlin, 2005, p.161
  7. Champlin, 2005, p.169
  8. Champlin, 2005, p.166
  9. Champlin, 2005, p.313