Pittidae

Nota: Para outros significados de Pita, ver Pita (desambiguação).
Como ler uma infocaixa de taxonomiaPittidae
Erythropitta ussheri
Erythropitta ussheri
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Família: Pittidae
Género: Pitta
Vieillot, 1816
Espécies
Ver texto

Pittidae é uma família de aves passeriformes subóscines endêmicos do Velho Mundo, cuja maior expressão de biodiversidade ocorre no sudeste asiático, embora também sejam encontrados na África e na Australásia. A maioria das espécies encontram-se na zona tropical, embora um pequeno número também habite a região temperada. O espectro de hábitat em que ocorrem são: florestas, bosques, manguezais e áreas semi-cultivadas. São de hábito solitário e fortemente terrícola, caminham de modo saltitante sobre a serapilheira de solos úmidos, forrageando atrás de pequenos invertebrados, com frequência param para emitir um assobio simples ou uma ressoante vocalização.[1]

DescriçãoEditar

As pitas são aves de pequeno a médio porte, podendo medir, consoante a espécie, entre 15 a 29 cm de comprimento. Têm cauda curta, bicos fortes e patas relativamente altas, adaptadas para a vida junto do solo de uma floresta. A sua plumagem é geralmente colorida, à base de encarnado, azul e verde, e varia muito dentro do grupo, assim como a cor das patas. As pitas alimentam-se à base de pequenos invertebrados, que apanham na manta morta das florestas. Têm hábitos diurnos, solitários e territoriais. As espécies africanas são migratórias.

As pitas formam casais monogâmicos que se juntam após um elaborado ritual de acasalamento, onde o macho realiza complicadas exibições. A época de reprodução inicia-se com a época das chuvas da região em que habitam, o que varia bastante conforme a sua distribuição geográfica. Os ninhos são construídos por ambos os membros do casal no ou próximo do solo, no máximo a dois metros de altitude. Cada postura contém 3 a 5 ovos brancos, com manchas púrpuras ou vermelhas, e é incubada pelos dois progenitores ao longo de cerca de duas semanas. Os juvenis são alimentados no ninho cerca de um mês, à base de minhocas.

SistemáticaEditar

Gênero Pitta
Pitta phayrei Pitta maxima Pitta nympha
Pitta nipalensis Pitta superba Pitta moluccens
Pitta soror Pitta steerii Pitta megarhyncha
Pitta oatesi Pitta kochi Pitta elegans
Pitta schneideri Pitta erythrogaster Pitta iris
Pitta caerulea Pitta dohertyi Pitta versicolor
Pitta cyanea Pitta elliotii Pitta anerythra
Pitta guajana Pitta gurneyi Pitta baudii
Pitta reichenowi Pitta venusta Pitta sordida
Pitta brachyura Pitta angolensis Pitta arcuata
Pitta granatina

Referências

Ligações externasEditar

O Wikispecies tem informações sobre: Pittidae
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Pittidae
  Este artigo sobre Aves, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.