Abrir menu principal
Planalto
  Bairro do Brasil  
Localização do Planalto em Natal
Localização do Planalto em Natal
Unidade federativa  Rio Grande do Norte
Região administrativa Zona Oeste de Natal
Município  Natal
Criado em 1998
Área
- Total 501, 71 ha[1] (5.017.100 m²)
População (2010[2])
 - Total 31,206[2]
    • Densidade 67,28[2] hab./km²
Taxa de crescimento 10,53 hab/ha[2]
Domicílios 9.305[2]
Rendimento médio mensal 0,92 salário mínimo[2]
Limites Norte: Guarapes

Sul: Parnamirim Leste: Cidade Nova / Pitimbu Oeste: Macaíba (Município) / Pitimbu[3]

Fonte: Não disponível

Planalto é um bairro da cidade de Natal no estado do Rio Grande do Norte.[3] A renda predominante (43%) é de 1 a 7 salários mínimos por domicílio.[3]

Criado em 1998, sob mandato da Lei n° 151, publicada no Diário Oficial do Estado, no ano citado, o Planalto é portanto um dos bairros mais novos de Natal.[4]

O bairro plano e avenidas largas, com principal corredor viário a Avenida Dr. Engenheiro João Hélio, em fevereiro de 2014 o atual Prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, deu continuação ao projeto de drenagem e saneamento básico do bairro, sendo quase 100% saneado nas principais avenidas até 2015, cerca de 10 anos de sua criação, faltando apenas ligações as residências. O bairro vem experimentando um notável crescimento imobiliário e já é perceptível um surgimento de casas de alto valor, que podem chegar até 500 mil reais, construtoras também notaram o grande crescimento e vem investindo forte, com a construção de apartamentos de classe A, B, C e D (a nova classe consumidora), com financiamento da Caixa Econômica Federal e subsídio pelo programa Minha Casa, Minha Vida, com imóveis em torno de 120 a 250 mil reais, fora do plano, entre 130 mil reais acima entre apartamentos, casas e duplex, alguns com metragem pequena, por volta de 50 m², compensado por outros atrativos, além da segurança, tem muitas opções de lazer, piscinas, quadras, playground, áreas de festas, academia, etc. Já outros são de 57 a 70 m², Já os duplex podem chegar a 300 m² e até mais. O bairro que mais cresce em Natal: de acordo com o IBGE a população cresceu 118,1% desde o último censo. Passou de 14.314 habitantes para 31.206 em dez anos, isso significa um crescimento populacional de mais de 1.500 habitantes por ano.[5]

O bairro se divide, basicamente, em 3 etapas. A primeira é a Etapa 1, local que abrange desde a estação de trem do Planalto até o fim da avenida Monte Rei. Trata-se do centro comercial do bairro. É possível comprar vários produtos com naturalidade e bom preço sem sair do bairro.

A Etapa 2 é mais central, onde se encontra um maior número residências. Estende-se, horizontalmente, desde a avenida Monte Rei até a avenida Dr. Engenheiro João Hélio Alves da Rocha.

Já a Etapa 03, localizado ao sul do bairro, faz ligação com o bairro Guarapes e os municípios de Parnamirim e Macaíba. Essa etapa é formada por condomínios e residências de classe média e acima. É a etapa que apresenta maior crescimento populacional. Com avenidas largas e retas, bem projetadas e respeitando o padrão de bairro promissor, também se encontram todos os terminais rodoviários que liga o bairro ao centro.

As etapas 1 e 2 já são pavimentas em 30% e a terceira etapa ainda no barro.

Índice

Fotos do BairroEditar

Bairro
Urbanismo no bairro Planalto Natal-RN
Urbanização
Urbanização
Urbanismo no bairro Planalto Natal-RN
Urbanização
Urbanização
Urbanismo no bairro Planalto Natal-RN
Moradias Planalto Natal-RN
Urbanização
Urbanismo no bairro Planalto Natal-RN
Urbanismo no bairro Planalto Natal-RN
Urbanismo no bairro Planalto Natal-RN
Ruas do Planalto Natal - RN
Planalto Natal - RN
Planalto Natal - RN Avenida Agrestina
Desenvolvimento

Fotografias: [6]

HistóriaEditar

As terras onde atualmente encontra-se o bairro Planalto pertenceram, em tempos remotos, ao comerciante português Manoel Duarte Machado. Com a morte dele, o domínio dessa propriedade passou a dona Amélia Duarte Machado, a Viúva Machado. [7]

A área que atualmente corresponde ao Planalto sofreu parcelamento ao longo do tempo, originando alguns loteamentos que foram vendidos, a prazo, para uma clientela, em geral, de baixo poder aquisitivo. Parte desta área pertenceu ao Loteamento Reforma, de propriedade da empresa Gerna S.A. – Agropecuária e Indústria, que promoveu o desmembramento dos lotes e a abertura de ruas projetadas.[8] Dele faziam parte terrenos próprios e terras da marinha, marginais ao Rio Potenji, além de parte das antigas propriedades Peixe Boi - atual Felipe Camarão -, Quintas do Vigário, Pitimbu e Guarapes, encravadas, em sua maioria, no Município do Natal. A área total foi dividida em 506 quadras e subdivididas em 8.782 lotes. Esses terrenos tornaram-se granjas, sítios, residências isoladas e conjuntos residenciais, dentre os quais, o Planalto.[8]

Fora criado oficialmente em 1998, sob mandato da Lei n° 151, publicada no Diário Oficial do Estado, no ano citado. O Planalto é portanto um dos bairros mais novos de Natal.[4]

Conjuntos dentro do Bairro PlanaltoEditar

  • Emanoel Bezerra
  • Leningrado
  • Santa Clara
  • Andiara
  • Bela Vista
  • Jardim Botânico - (Cerca da Marinha do Brasil - Fuzileiros Navais).

InfraestruturaEditar

Drenagem e pavimentaçãoEditar

O bairro tem apenas 30% de suas ruas drenadas e pavimentadas

Serviços e equipamentos urbanosEditar

Educação Saúde Segurança Lazer
3 creches 2 UBS: UBS Enfermeira Rosângela Lima e UBS Ronaldo Machado. 1 posto policial 0 quadra poliesportiva
1 escola municipal 1 AME (Ambulatório Médico Especializado) 0 delegacia 0 praças
0 escola estadual 1 UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Em construção (2014) 0 parque


Referências

  1. [1]
  2. a b c d e f [2]
  3. a b c Conheça melhor o seu bairro 2007 - Planalto[ligação inativa]
  4. a b «Bairros de Natal» (PDF). Prefeitura de Natal. 2010. Consultado em 27 de setembro de 2017 
  5. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome TribunadoNorte
  6. OneRc Comunicação Integrada. 2004
  7. «Limites de Bairros» (PDF). Prefeitura do Natal. 2008. Consultado em 12 de outubro de 2017 
  8. a b «Planalto - Conheça melhor seu bairro» (PDF). Prefeitura do Natal. 2007. Consultado em 12 de outubro de 2017