Plano Inclinado do Pilar

transporte vertical em Salvador, no Brasil

O Plano Inclinado do Pilar localiza-se no bairro do Pilar, na cidade de Salvador, no estado brasileiro da Bahia. O ascensor liga a Rua do Pilar, na Cidade Baixa, ao bairro de Santo Antônio Além do Carmo, na Cidade Alta.[2]

Plano Inclinado do Pilar
2 de Julho - Plano Inclinado Pilar.jpg
Fachada da estação superior.
Informações
Proprietário Bandeira de Salvador.svg Município de Salvador
Local Salvador
Tipo de transporte Ascensor
Número de linhas 1
Número de estações 2 (Rua do Pilar e Santo Antônio)
Tráfego 600 pax/dia[1]
Funcionamento
Início de funcionamento Entre 1895 ou 1897
29 de março de 2006 (16 anos) (reinauguração)
Operadora(s) SEMOB
Eletrificação Otis Elevator Company

Um dos quatro ascensores históricos da cidade, funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 16 horas,[3] com tarifa de quinze centavos de real e fluxo de 600 pessoas diariamente.[4]

HistóriaEditar

 
Vista da descida do plano inclinado, a Baía de Todos-os-Santos ao fundo.

O plano inclinado foi construído em 1897,[5] onde já existia o Guindaste dos Carmelitas.[2] Entre 1912 e 1915, a linha foi eletrificada pela empresa Otis, período em que recebeu novos carros, construídos pela empresa estadunidense "Brill", na Filadélfia, e foi removida a cremalheira. Os novos carros tinham pavimento ajustável que acompanhava a inclinação da linha de 83%, segundo aquele fabricante.[5]

A linha foi desativada em 1984, quando transportava três mil passageiros por dia,[5] e as estações e os seus carros passaram a ser habitadas por desabrigados.

A partir de 2005 foi iniciado um projeto de recuperação da linha, que foi completamente refeita. Carros modernos, com capacidade para 20 passageiros (ou 1500 quilogramas) foram instalados, tendo a reinauguração ocorrido a 29 de março de 2006, como parte das comemorações do 457° aniversário da cidade de Salvador.[5] A restauração deu-se no âmbito do projeto do governo estadual Programa de Recuperação do Centro Histórico de Salvador, o qual buscou, a partir de 1992, reverter o processo de decadência do Centro Histórico de Salvador e incluía também a recuperação do Elevador do Taboão, que não foi realizada.[2] O custo total da reforma, à época, foi de dois milhões de reais.[5]

 
Subida do plano vista da Cidade Baixa

O Plano foi desativado no início de 2013, pois apresentava falhas na segurança.[6] Em julho de 2014 foi publicado o edital para nova requalificação do meio de transporte.[7] A empresa vencedora foi responsável, dentre outros reparos, pela instalação de dispositivos de segurança do equipamento, que atende cerca de 600 pessoas diariamente, como freios de emergência, sistema anticapotamento e medidor de velocidade, além da reforma e pintura dos dois bondes e da modernização do painel de controle.[1][6] Em agosto de 2015, o Plano voltou a funcionar, após reforma no valor de 910 mil reais, e durante esse primeiro mês não foi cobrada a passagem.[4][8]

Durante a pandemia do COVID-19, o equipamento voltou a ficar inoperante outra vez e apenas recomeçou o funcionamento em julho de 2021.[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Bahia Notícias ( 05 de Agosto de 2014 ). Reforma do Plano Inclinado Pilar terá orçamento de R$ 727 mil e fica pronta em 150 dias, acessado em 05 de Agosto de 2014.
  2. a b c ANDRADE JUNIOR, Nivaldo Vieira de. «A REDE DE ASCENSORES URBANOS DE SALVADOR: DO GUINDASTE DOS PADRES AOS DIAS DE HOJE». Consultado em 16 de fevereiro de 2013 
  3. a b Redação, Da (12 de julho de 2021). «Plano Inclinado Pilar será reaberto nesta terça-feira (13)». Jornal Correio. Consultado em 12 de julho de 2021 
  4. a b Fortes, Matheus (6 de agosto de 2015). «Plano Inclinado Pilar é reaberto». Tribuna da Bahia. Consultado em 24 de agosto de 2015 
  5. a b c d e Friends of Latin American Railways. «Brasilien». Consultado em 17 de fevereiro de 2013 
  6. a b Correio24h (05/08/2014). Empresa terá cinco meses para reformar Plano Inclinado Pilar, acessado em 5 de agosto de 2014.
  7. TRANSALVADOR (26 de junho de 2014). «Transalvador abre proposta de licitação para reforma do Plano Inclinado Pilar». Consultado em 9 de Julho de 2014 
  8. «Plano Inclinado Pilar reabre nesta quarta após dois anos sem funcionar». G1 BA. 5 de agosto de 2015. Consultado em 24 de agosto de 2015 

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Plano Inclinado do Pilar