Abrir menu principal
Acancitose é um tipo de poiquilocitose

Poiquilocitose ou pecilocitose refere-se à presença de poiquilócitos no sangue.[1]

Os glóbulos vermelhos normais são discos arredondados e achatados, mais finos no meio do que nas bordas. Um "poiquilócito" é uma célula de formato anormal.[2] Poiquilócitos são eritrócitos de formas anormais. Os eritrócitos normais são discos ovais e achatados, mais finos no centro. Os poiquilócitos podem ser uma distorção dessa forma ou antes uma outra totalmente diferente. Geralmente, pode-se referir como poiquilocitose quando há aumento dos eritrócitos anormais, de qualquer das formas possíveis, que perfaçam 10% ou mais da população total.

O reconhecimento de várias formas ou poiquilócitos no esfregaço é útil na diferenciação das anemias. Os principais exemplos de poiquilócitos que caracterizam certas anemias são os seguintes: eliptócitos, esferócitos, dacriócitos e codócitos.

Os poiquilócitos podem originar-se por alterações bioquímicas nas membranas dos eritrócitos, alterações metabólicas das enzimas, anormalidades da molécula de hemoglobina, envelhecimento do eritrócito, anormalidades no micro-ambiente das células, etc.

Por exemplo: na anemia ferropriva, uma das mais frequentes na clínica médica. A deficiência de ferro é acompanhada por diminuição da hemoglobina, o que leva à sintomatologia anêmica devido à falta de oxigenação nos tecidos. O hemograma mostra quase sempre uma morfologia dos eritrócitos com microcitose e hipocromia, bem como a presença de formas variadas de eritrócitos (poiquilocitose).

TiposEditar

Referências

  1. poikilocyte em Dicionário Médico de Dorland
  2. Barbara J. Bain (2006). Blood cells: a practical guide. [S.l.]: Wiley-Blackwell. pp. 71–. ISBN 978-1-4051-4265-6. Consultado em 10 de novembro de 2010 
  Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.