Abrir menu principal

Polícia Militar do Distrito Federal

Polícia Militar do Distrito Federal
Brasão PMDF.PNG
Brasão da PMDF
País  Brasil
 Distrito Federal
Estado Distrito Federal
Corporação Polícia Militar
Subordinação Governador do Distrito Federal
Missão Policiamento ostensivo e preservação da ordem pública
Sigla PMDF
Criação 13 de maio de 1809 (210 anos)
Patrono Tiradentes
Marcha Canção da PMDF
Lema Muito Mais Que Segurança
Comando
Comandante Coronel PM Julian Rocha Pontes
Subcomandante Coronel PM Sérgio Luiz Ferreira de Souza
Sede
Quartel do Comando Geral Brasília, DF, Brasil Brasil
Bairro Setor Policial Sul - Asa Sul
Endereço SPO A/E 04, QCG, Palácio Tiradentes
Internet pm.df.gov.br

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) é o órgão de segurança pública responsável pelo policiamento ostensivo e pela preservação da ordem pública no Distrito Federal brasileiro, além de, subsidiariamente, exercer função de força auxiliar e reserva do Exército Brasileiro.

Seus integrantes são denominados de militares (Arts.42 e 142, §3º da Constituição da República Federativa do Brasil), assim como os membros do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), ambos subordinados ao Governador do Distrito Federal.

HistóriaEditar

A história da Polícia Militar do Distrito Federal começa no século XIX, com a vinda da corte portuguesa para a cidade do Rio de Janeiro, devido ao bloqueio continental e da invasão de Portugal pelas tropas de Napoleão Bonaparte. Dom João VI, o príncipe regente, e sua corte necessitariam de uma grande estrutura no Brasil-Colônia e, com isso, promoveu-se um grande desenvolvimento no país com a abertura de portos, a criação da Biblioteca Pública, do Arquivo Militar, da Academia de Belas Artes, do Jardim Botânico e de outras instituições que estruturam o a cidade para funcionar como a capital portuguesa.

Com os elementos da Guarda Real da Polícia de Lisboa - uma instituição militar, mas subordinada à Intendência-Geral da Polícia, órgão que funcionava como uma "super prefeitura" - que vieram para o Brasil e segundo os seus moldes, em 13 de maio de 1809 Dom João VI cria a Divisão Militar da Guarda Real de Polícia do Rio de Janeiro, primeiro núcleo das atuais polícias militares estaduais, que tinha a missão de guardar e vigiar o estado do brasil, em especial a cidade do Rio de Janeiro. Até então, conforme as ordenações filipinas, a responsabilidade pelo policiamento nas regiões menos povoadas e nas colônias portuguesas eram os corpo de quadrilheiros.

 
Viatura da Companhia de Polícia Rodoviária, atual 3º BPTran

Após ser rebatizada algumas vezes, a Polícia Militar do Distrito Federal foi transferida do extinto Distrito Federal, na década de 1960, para a nova sede da capital da república no Planalto Central. Em agosto de 1965, o diretor do então Departamento Federal de Segurança Pública baixou normas para que o comandante geral da corporação, naquela época sediada no estado da Guanabara, instalasse, na nova sede da capital federal, uma unidade administrativa com efetivo orgânico de uma Companhia de Polícia Militar. A finalidade dessa companhia seria executar o serviço de trânsito do Distrito Federal.

A PMDF foi instalada definitivamente na nova sede da capital da república somente em 1966, com militares que optaram por permanecer no novo Distrito Federal e que aguardavam o seu remanejamento definitivo do estado da Guanabara para o Planalto Central, oficiais da reserva do Exército Brasileiro (R/2), pessoal oriundo da extinta Guarda Especial de Brasília (GEB), organização esta fardada, mas de caráter civil, e mais alguns remanejados de outras instituições de segurança pública, em virtude da reorganização do Distrito Federal.

Desde sua criação, a Polícia Militar do Distrito Federal dedica-se à preservação da ordem pública no Distrito Federal, atuando em todas as regiões administrativas e trabalhando dia e noite para o seu bem-estar, atualmente com o lema institucional: Polícia Militar do Distrito Federal – muito mais que segurança e também seu colégio militar: Colégio Militar Tiradentes-casa de honrados patriotas

HojeEditar

Para o ingresso de Oficiais e Praças, é exigida formação acadêmica de nível superior (Lei nº12.086/2009). Além disso, está em curso um projeto da Corporação, chamado Policial Militar do Futuro, que pretende uniformizar tal grau de escolaridade entre os atuais integrantes, a primar pela qualificação de seus membros.

Atualmente, a Polícia Militar do Distrito Federal é formada por cerca de 15.000 homens espalhados por todo o Distrito Federal, lotados em 45 Batalhões e 1 regimento. As unidades operacionais ficam dividas em 5 comandos intermediários (CPRM, CPRL, CPRO, CPRS, CME), além de unidades médico-hospitalares, educacionais e administrativas.

Unidades OperacionaisEditar

 
Viatura do Grupamento Tático Operacional - GTOp

O Departamento Operacional – DOp integra a estrutura da Polícia Militar do Distrito Federal, e as competências encontram-se contidas na Lei 12.086/2009 e no Decreto n° 31.793/2010, que fundamentam a definição da missão institucional da PMDF de “Promover a segurança e o bem-estar social por meio da prevenção e repressão imediata da criminalidade e da violência, baseando-se nos direitos humanos e na participação comunitária”.

O Departamento Operacional, no âmbito da Polícia Militar do Distrito Federal, possui a competência de elaborar o Plano Geral de Polícia Ostensiva e de Preservação da Ordem Pública no Distrito Federal e o Plano de Articulação Operacional da PMDF, além de estabelecer metas e objetivos operacionais mensuráveis para os comandos subordinados, tendo como orientador as diretrizes do planejamento estratégico da Corporação. Neste sentido, compete elaborar os planos operacionais, bem como alinhar as diretrizes, orientações necessárias à sua execução e ao funcionamento dos órgãos subordinados, além de ser responsável pela elaboração da proposta orçamentária anual do DOp, dentre outras competências.

Neste contexto, compete ao DOp planejar, coordenar, fiscalizar e controlar os Comandos de Policiamento que lhe são diretamente subordinados, visando manter a indispensável unidade de instrução, disciplina e emprego operacional, exercendo papel articulador dos Comandos Regionais e Especializados, que são responsáveis pelo policiamento em áreas a serem definidas no Plano de Articulação da Corporação, dentre eles:

  • Comando de Policiamento Regional Metropolitano (CPRM);
  • II Comando de Policiamento Regional Metropolitano (II CPRM);
  1. O 2º Comando de Policiamento Regional Metropolitano - 2º CPRM é o órgão de direção setorial operacional e de execução que cuida, em nível tático e operacional, das atividades de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública, realizando, por intermédio de diretrizes e ordens, a atividade fim da Corporação para o desenvolvimento de suas missões e destinações. São subordinados ao 2º Comando de Policiamento Regional Metropolitano - 2º CPRM:
  2. 4º Batalhão de Polícia Militar - 4º BPM: compreende as áreas do Guará I e II, Quadras Econômicas Lúcio Costa (QELC), Colônia Agrícola Águas Claras, Colônia Agrícola IAPI, Setor de Múltiplas Áreas Sul (SMAS), Setor de Garagens e Concessionárias de Veículos Sul (SGCV/Sul), Setor de Oficinas Sul (SOFS), Setor de Áreas Públicas/SIA (SAPS/SIA).
  3. 5º Batalhão de Polícia Militar - 5º BPM - Batalhão Rio Branco: compreende as áreas do Lago Sul (Setor de Habitações Individuais Sul, Jardim Botânico de Brasília, Aeroporto), Setor de Embaixadas Sul (SES) e Setor de Embaixadas Norte (SEN).
  4. 15º Batalhão de Polícia Militar - 15º BPM: compreende as áreas da Cidade Estrutural, Chácara Santa Luzia, Colônia Agrícola 26 de Setembro, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Setor de Inflamáveis (SIN), Setor de Transportes Rodoviários e Cargas (STRC), Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa/DF), Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (SCIA).
  • Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL);
  1. O Comando de Policiamento Regional Leste - CPRL é o órgão de direção setorial operacional e de execução que cuida, em nível tático e operacional, das atividades de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública, realizando, por intermédio de diretrizes e ordens, a atividade fim da Corporação para o desenvolvimento de suas missões e destinações por intermédio das seguintes Unidades Policiais Militares subordinadas:
  • 13º Batalhão de Polícia Militar -13º BPM é o Batalhão de Policia Militar responsável por realizar o policiamento ostensivo geral nas zonas urbanas da Região Administrativa V( Sobradinho -I e Condomínios), Região Administrativa XXVI( Sobradinho-II e Condomínios) e Região Administrativa XXXI (Fercal).
  • 14º Batalhão de Polícia Militar -14º BPM é o Batalhão de Policia Militar responsável por realizar o policiamento ostensivo geral nas zonas urbanas da Região Administrativa VI( Planaltina , Arapoanga e Condomínios, Vale do Amanhecer e Condomínios, Estância I,II, III, IV,V, VI e Condomínios, DVO e Vivendas Nova Petrópolis.
  • II Comando de Policiamento Regional Leste (II CPRL);
  • Comando de Policiamento Regional Sul (CPRS);
  1. O Comando de Policiamento Regional Sul - CPRS é o órgão de direção setorial operacional e de execução que cuida, em nível tático e operacional, das atividades de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública, realizando, por intermédio de diretrizes e ordens, a atividade fim da Corporação para o desenvolvimento de suas missões e destinações.
  2. São subordinados ao Comando de Policiamento Regional Sul - CPRS:
  3. 9º Batalhão de Polícia Militar - 9º BPM (GAMA-DF), "Sentinela do Gama" - Fone: (61) 3190-0900 e (61) 3190-0908; e
  4. 26º Batalhão de Polícia Militar - 26º BPM (SANTA MARIA-DF) - Fone: (61) 3190-2605.
  • II Comando de Policiamento Regional Sul ( II CPRS);
  • Comando de Policiamento Regional Oeste (CPRO);
  1. O Comando de Policiamento Regional Oeste - CPRO é o órgão de direção setorial operacional e de execução que cuida, em nível tático e operacional, das atividades de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública, realizando, por intermédio de diretrizes e ordens, a atividade fim da Corporação para o desenvolvimento de suas missões e destinações por intermédio das seguintes Unidades Policiais Militares subordinadas
  2. 2º Batalhão de Polícia Militar - 2º BPM, "Batalhão Dois de Ouro";
  3. 11º Batalhão de Polícia Militar - 11º BPM; e
  4. 17º Batalhão de Polícia Militar - 17º BPM.
  • II Comando de Policiamento Regional Oeste (II CPRO);
  1. O II Comando de Policiamento Regional Oeste - IICPRO é órgão de execução que cuida, em nível tático e operacional, das atividades de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública, realizando, por intermédio de diretrizes e ordens, a atividade fim da Corporação para o desenvolvimento de suas missões e destinações.
  2. São subordinados ao II Comando de Policiamento Regional Oeste – II CPRO:
  3. 8º Batalhão de Polícia Militar - 8º BPM, "Guardião de Ceilândia" – telefone: 3190-0813 ;
  4. 10º Batalhão de Polícia Militar - 10º BPM – telefone: 3190-1001;
  5. 16º Batalhão de Polícia Militar - 16º BPM – telefone:3190-1610.
  • Centro de Operações Policiais Militares (COPOM);
  • Secretaria Especial da Ordem Pública e Social (SEOPS);
  • Comando de Policiamento Aéreo (CPAer);
  • Comando de Missões Especiais (CME);
  • Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran);

O Comando de Policiamento de Trânsito é o órgão de  Execução Especializado de Nível Tático, compete ao CPTran executar o policiamento de trânsito ostensivo fardado e velado através de suas unidades subordinadas, nas vias urbanas e rurais do Distrito Federal, desenvolvendo-se prioritariamente para assegurar a defesa das pessoas e do patrimônio, o cumprimento da lei, a preservação da ordem pública e o exercício dos poderes constitucionais, de acordo com as modalidades de policiamento, conforme natureza, especialidade e área de responsabilidade.

São unidades subordinadas ao Comando de Policiamento de Trânsito - CPTran:

1. Batalhão de Policiamento de Trânsito - BPTran, "Batalhão Coronel Azevedo":

O  Batalhão de Policiamento de Trânsito - BPTran é uma Unidade Especializada no policiamento de trânsito urbano de Brasília, subordinado ao Comando de Policiamento de Trânsito - CPTran da Polícia Militar do Distrito Federal, criado por intermédio do Decreto nº 17.636, de 28 de agosto de 1996 e que tem como área de atuação todo o Distrito Federal.

O BPTran possui como objetivos orientar os usuários das vias terrestres do DF e proporcionar fluidez ao trânsito da capital federal, além de garantir segurança de seus cidadãos contra qualquer ato criminoso que venha ocorrer.

2. Batalhão de Policiamento Rodoviário - BPRv:

O Batalhão de Policiamento Rodoviário – BPRv da PMDF, criado através do Decreto 11.141, de 20 de junho de 1988, é a Unidade Especializada da PMDF responsável pelo desenvolvimento das ações ligadas às variáveis de trânsito rodoviário no Distrito Federal. O BPRv executa um trabalho diferenciado que se traduz na busca de valorização da vida e do bem estar dos cidadãos. Tudo é feito através de ações voltadas à solução de problemas viários, aumento de fluidez, fiscalização de condutores infratores, educação para o trânsito e operações de trânsito em geral.

  • Comando de Policiamento Escolar (CPEsc);

Em novembro de 1988, o lamentável episódio que culminou com a morte da menina DILZA, em uma sala de aula de um estabelecimento de ensino da Região Administrativa do Gama, determinou a criação do então 6º Batalhão de Polícia Militar (Batalhão Escolar), por meio do Decreto n° 11.958 de 9 de novembro de 1989. O Batalhão Escolar, Unidade Especializada da PMDF, foi criado com a missão de executar o policiamento ostensivo nos estabelecimentos de ensino do Distrito Federal. Foi a primeira unidade policial do Brasil especializada em Segurança Pública Escolar e é referência para muitas unidades da federação e Corporações Policiais Militares.

O Comando de Policiamento Escolar - CPEsc é órgão especializado de execução que cuida, em nível tático das atividades de polícia ostensiva e de preservação da ordem pública no perímetro escolar dos estabelecimentos de ensino públicos e particulares, urbanos e rurais, localizados em todo Distrito Federal, São subordinados ao Comando de Policiamento Escolar - CPEsc:

  • 1º Batalhão de Policiamento Escolar - 1º BPEsc: Responsável pelo policiamento escolar nos estabelecimentos de ensino públicos e particulares, localizados nas regiões de Brasília, Guará I e II, Cruzeiro, Lago Sul, Vila Planalto, Granja do Torto, Sudoes/Octogonal, Park Way (Quadras 04 e 05), SCIA, Cidade Estrutural, SAI (Setor de Áreas Isoladas), Lago Norte, Varjão, Vila Telebrasília, Setor Taquari e Jardim Botânico;
  • 2º Batalhão de Policiamento Escolar - 2º BPEsc - Responsável pelo policiamento escolar nos estabelecimentos de ensino públicos e particulares, localizados nas regiões do Paranoá, Sobradinho I, Sobradinho II, Planaltina, São Sebastião, Itapuã e Fercal;
  • 3º Batalhão de Policiamento Escolar - 3º BPEsc: Responsável pelo policiamento escolar nos estabelecimentos de ensino públicos e particulares, localizados nas regiões de Taguatinga, Brazlândia, Ceilândia, Samambaia, Águas Claras e Vicente Pires;
  • 4º Batalhão de Policiamento Escolar - 4º BPEsc: Responsável pelo policiamento escolar nos estabelecimentos de ensino públicos e particulares, localizados nas regiões do Gama, Núcleo Bandeirante, Santa Maria, Recanto da Emas, Riacho Fundo I, Riacho Fundo II, Candangolândia, Park Way (Quadras 01 a 03 e 06 a 29).


  • Comando de Policiamento Ambiental (CPAm);
  • Comando de Policiamento Montado (CPMon).

CPRM (Comando de Policiamento Regional Metropolitano)Editar

Unidade Nome Área de atuação
1º BPM 1º Batalhão de Polícia Militar Asa Sul (Brasília)
3º BPM 3º Batalhão de Polícia Militar Asa Norte (Brasília)
4º BPM
15° BPM
4º Batalhão de Polícia Militar
15° Batalhão de Polícia Militar
Guará e Cidade Estrutural (SCIA)
5º BPM 5º Batalhão de Polícia Militar Lago Sul
6º BPM 6º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária do Plano Piloto e Esplanada dos Ministérios (Brasília)
7º BPM 7º Batalhão de Polícia Militar Cruzeiro e Sudoeste/Octogonal
1º BPEsc 1º Batalhão de Policiamento Escolar Toda a área do CPRM
1º BPTran 1º Batalhão de Policiamento de Trânsito Toda a área do CPRM


 
Policiamento na região central de Brasília

CPRO (Comando de Policiamento Regional Oeste)Editar

Unidade Nome Área de atuação
2º BPM Batalhão Dois de Ouro Taguatinga Norte (Taguatinga)
8º BPM Guardião de Ceilândia Ceilândia Sul (Ceilândia)
10º BPM 10º Batalhão de Polícia Militar Ceilândia Norte (Ceilândia)
11º BPM 11º Batalhão de Polícia Militar Samambaia e Setor Habitacional Água Quente (Recanto das Emas)
16º BPM 16º Batalhão de Polícia Militar Brazlândia
17º BPM 17º Batalhão de Polícia Militar Taguatinga Sul (Taguatinga), Águas Claras, Vicente Pires e Park Way (quadras 4, 5 e os conjuntos 2 e 6 da quadra 3)
2º Batalhão de ROTAM 2º Batalhão de Patrulhamento Tático Motorizado Toda área do CPRO (inativo)
2º BPEsc 2º Batalhão de Policiamento Escolar Toda área do CPRO (inativo)
2º BPTran 2º Batalhão de Policiamento de Trânsito Toda área do CPRO (inativo)


CPRL (Comando de Policiamento Regional Leste)Editar

Unidade Nome Área de atuação
13º BPM 13º Batalhão de Polícia Militar Sobradinho e Sobradinho II
14º BPM 14º Batalhão de Polícia Militar Planaltina
19º BPM 19º Batalhão de Polícia Militar Complexo Penitenciário da Papuda (São Sebastião)
20º BPM 20º Batalhão de Polícia Militar Paranoá, Itapoã e Paranoá Parque.
21º BPM 21º Batalhão de Polícia Militar São Sebastião
22º BPM 22º Batalhão de Polícia Militar Itapõa (inativo)
23º BPM 23º Batalhão de Polícia Militar Sobradinho II (inativo)
24º BPM 24º Batalhão de Polícia Militar Lago Norte e Varjão
3º Batalhão de ROTAM 3º Batalhão de Patrulhamento Tático Motorizado Toda área do CPRL (inativo)
3º BPEsc 3º Batalhão de Policiamento Escolar Toda área do CPRL (inativo)
3º BPTran 3º Batalhão de Policiamento de Trânsito (PMDF) Todo o Distrito Federal (desempenha o policiamento rodoviário distrital)

CPRS (Comando de Policiamento Regional Sul)Editar

Unidade Nome Área de atuação
9º BPM 9º Batalhão de Polícia Militar Gama
25º BPM 25º Batalhão de Polícia Militar Núcleo Bandeirante, Candangolândia e Park Way (quadras 1, 2, 3 (nos conjuntos 1, 3, 4, 5, 7 e 8), e quadras 6 a 29)
26º BPM 26º Batalhão de Polícia Militar Santa Maria
27º BPM 27º Batalhão de Polícia Militar Recanto das Emas
28º BPM 28º Batalhão de Polícia Militar Riacho Fundo e Riacho Fundo II
4º Batalhão de ROTAM 4º Batalhão de Patrulhamento Tático Motorizado Toda área do CPRS (inativo)
4º BPEsc 4º Batalhão de Policiamento Escolar Toda área do CPRS (inativo)
4º BPTran 4º Batalhão de Policiamento de Trânsito Toda área do CPRS (inativo)
 
Fênix 01 do BAvOp/PMDF

CME (Comando de Missões Especiais)Editar

Unidade Nome Área de atuação
BOPE Batalhão de Operações Especiais Todo o Distrito Federal
BPCães Batalhão de Policiamento com cães Todo o Distrito Federal
1 BPChoque Batalhão de Polícia de Choque Todo o Distrito Federal
2 BPChoque - PATAMO Batalhão de patrulhamento tático móvel. Todo o Distrito Federal
1° Batalhao de ROTAM Batalhão de ROTAM Todo o Distrito Federal
BMT Batalhao de Motopatrulhamento Tático Todo o Distrito Federal


DepartamentosEditar

DLF

O Departamento de Logística e Finanças - DLF efetiva as atividades relacionadas às políticas de execução orçamentária e financeira na área logística, como: analisa e elabora processos de prestações de contas; gerenciamento dos contratos (exceto os de saúde), convênios, ajustes e outros instrumentos congêneres, de interesse da Corporação; analisa, elabora e aprova projetos básicos de aquisição de bens e serviços; ratifica os procedimentos de dispensas e inexigibilidade de licitação; homologa e adjudicar as licitações nas modalidades convite, tomada de preços, concurso, leilão e pregões presenciais e eletrônicos; exigi garantias contratuais; instaura Processos Administrativos e aplica penalidades às empresas contratadas, em caso de inadimplência ou inexecução contratual; nomeia comissões para recebimento de materiais, equipamentos e outros bens, bem como para fins de estudo de assuntos de Interesse do Departamento e suas Diretorias.


Departamento de Educação e Cultura/DEC

1 - Diretoria de Especialização e Educação Continuada

- Nome: Diretoria de Especialização e Educação Continuada;

- Codinome: DEEC;

- Endereço: QNG 22 AE – Taguatinga Norte – DF, telefone: (61)3190-6704;

- Mecanismo Legal de Criação: Decreto Federal 7165 de 29 de abril de 2010, que regulamenta o inciso I do art. 48 da Lei no 6.450, de 14 de outubro de 1977, que dispõe sobre a organização básica da Polícia Militar do Distrito Federal. - Data de Criação: 29 de abril de 2010;

- Atribuições Principais: I - Supervisionar a execução dos serviços relativos à administração do ensino em nível técnico profissional no âmbito da PMDF; II - Elaborar, supervisionar e acompanhar o Plano Anual de Ensino – PAE -, no que compete à DEEC; III - Fomentar o ensino de especialização e o treinamento continuado em nível interno e externo à Corporação; IV - Elaborar o planejamento do calendário de ensino para o ano letivo subsequente, e outras providências a serem tomadas no planejamento orçamentário; V - Promover reuniões e encontros com as Unidades com encargo de ensino e as Unidades operacionais para orientar, corrigir e atualizar condutas, normas, cumprimentos de prazos e modelos de documentos relativos ao planejamento e execução dos cursos e instruções no âmbito da PMDF. VI - Propor ao escalão superior: convênios, contratos ou acordos de cooperação técnica com instituições públicas e privadas nas áreas de ensino e administrativa; VII - Propor a criação de cursos na PMDF, bem como, propor a especialização de policiais militares em cursos e treinamentos fora da PMDF; VIII -Elaborar e apresentar ferramentas, métodos e processos de gestão, visando a melhoria funcional das ações da DEEC; IX - Promover ações que visem o contínuo treinamento do efetivo da DEEC; X - Controlar o arquivo das atividades de especialização e educação continuada para fins de registro e de elaboração de relatórios técnicos e estatísticas; XI - promover intercâmbio com as Corporações Coirmãs e com outras instituições nacionais e internacionais, com o escopo de iniciar ou manter a cooperação técnica na área de ensino, no que compete à DEEC;

- Planos e Metas para os próximos 3 anos: I - Consolidar o ensino a distância na educação continuada para promover o equilíbrio entre a necessidade de se manter a rotina e a tradição dos cursos e o impacto da retirada do policial militar do serviço durante as capacitações; II - Normatizar e regulamentar as atividades de ensino de forma a detalhar as diretrizes contidas na legislação de ensino, estabelecendo regras claras no funcionamento dos cursos; III - Criar o banco de dados digital da DEEC, contendo o cadastro de professores e de alunos; IV - Estabelecer um processo de revisão continuada das Matrizes Curriculares dos cursos de especialização; IV - Consolidar o treinamento continuado na área operacional para toda a tropa, com instruções constantes e de curta duração.

- Missão, Visão e Valores: I - Missão: Ser referência em especialização técnico-profissional e no desenvolvimento humano dos policiais militares, visando ao seu alto desempenho operacional, no melhoramento dos processos de gestão pública, a fim de obter resultados na prevenção e na redução da criminalidade, beneficiando a sociedade brasiliense. II - Visão: Ser referência em especialização e educação continuada dos policiais militares, fortalecendo o desenvolvimento de pessoal, visando ao seu alto desempenho, e na indução da inovação em gestão pública, a fim de obter resultados para a sociedade do Distrito Federal. III - Valores: - Respeito a cultura institucional;

- Profissionalização continuada; - Valorização dos direitos humanos; - Avaliação contínua da estrutura, processos e resultados; - Valorização dos profissionais de educação; - Inovação Tecnológica; - Incentivo à Reflexão; - Doutrina e padronização dos processos de ensino.


2 - Diretoria de Pesquisa e do Patrimônio Histórico e Cultural

- Nome: Diretoria de Pesquisa e do Patrimônio Histórico e Cultural;

- Codinome: DPPHC;

- Endereço: SAISO Área Especial 04, nas instalações do DEC, CEP: 70610-200, telefone: (61)3190-6904;

- Data de criação: 29 de abril de 2010. - Mecanismo legal de criação: Decreto nº 7.165, de 29 de abril de 2010.

- Atribuições principais: A Diretoria é responsável pela elaboração da Revista Ciência e Polícia (RCP), sendo esta, um espaço de reflexão sobre aspectos teóricos relacionados às Ciências Policiais e suas áreas de intersecção, como Sociologia, Direito, Antropologia, Administração, Psicologia, Ciência Policial, dentre outros. A DPPHC destaca-se ainda pela importante função de elaborar estudos, manuais e impressos, inclusive por meio de intercâmbio com outros organismos militares e civis. Sua Seção do Patrimônio Histórico/SPH, é responsável por realizar levantamentos e manter o acervo histórico e artístico da Polícia Militar do Distrito Federal, promovendo assim, a preservação das tradições, a memória e os valores morais, culturais e históricos da Corporação.

- Link para acesso a Revista Ciência e Política: http://revista.pm.df.gov.br/index.php/rcp.

- Missão: Gerar conhecimento de excelência, através da pesquisa, oferecendo à sociedade e à comunidade acadêmica produção científica qualificada, através de estudo, reflexão e da investigação de temas relacionados às áreas das Ciências Policiais e da Segurança Pública, além de preservar o patrimônio histórico e cultural da PMDF.

- Planos e metas para os próximos 3 anos: - Promover o desenvolvimento cultural, com foco especial na história da PMDF; - Constituir-se como referência na área museológica e no tema; - Ser referência em difusão científica; - Estabelecer um processo de publicação dos artigos científicos produzidos nos cursos de especialização promovidos pela PMDF - Normatizar e regulamentar as atividades de pesquisa no âmbito da Corporação, detalhando as diretrizes contidas na legislação de ensino e estabelecendo regras claras de seu funcionamento; - Criar um banco de dados digital da DPPHC para fins de pesquisa dos artigos científicos produzidos pelos cursos da Corporação;

- Visão: Consolidar-se nacional e internacionalmente, como referência acadêmica na Pesquisa Científica, pela produção de conhecimento marcado por elevada qualidade acadêmica, inovação, discussão, fomento e construção de saberes sobre a segurança pública. Além de resgatar a história da Corporação e se tornar referência em publicação de artigos científicos voltados à segurança pública, contribuindo para o crescimento do Instituto Superior de Ciências Policiais – ISCP.

- Valores: Valorizar os integrantes da Diretoria; Integração com os pesquisadores; Respeito aos visitantes do Museu; Responsabilidade com os bens do acervo; Excelência na produção de conhecimento Comprometimento Ética Cientificismo Trabalho em equipe Inovação


3 - Diretoria de Aperfeiçoamento e Extensão

- Nome: Diretoria de Aperfeiçoamento e Extensão;

- Codinome: DAE

- Endereço: SAISo – Área Especial n 5, Taguatinga Norte – DF.

- Data de criação: - Mecanismo legal de criação: DECRETO FEDERAL Nº 7.165, DE 29 DE ABRIL DE 2010, que regulamenta o inciso I do art. 48 da Lei no 6.450, de 14 de outubro de 1977, que dispõe sobre a organização básica da Polícia Militar do Distrito Federal.

- Atribuições principais: (I) promover o aperfeiçoamento dos quadros de pessoal da Corporação, visando à atualização e à ampliação de conhecimentos necessários à ocupação de cargos e ao desempenho de funções de maior complexidade; e (II) promover cursos de extensão, visando a ampliar os conhecimentos e as técnicas adquiridas em cursos anteriores, necessários à ocupação de cargos e para o desempenho de funções. Assim, tem por competência a gestão pública, o planejamento, e o desempenho de suas funções públicas e a promoção do aperfeiçoamento dos quadros de pessoal, apoiando o Departamento de Educação e Cultura na sua função precípua de planejar, coordenar, fiscalizar e controlar as atividades de ensino e pesquisa no âmbito da Corporação, buscando qualificar o efetivo Policial Militar.

- Planos e metas para os próximos 3 anos: I - Promover cursos de extensão, especialização lato sensu e stricto sensu, visando ampliar os conhecimentos e as técnicas adquiridas pelo efetivo dessa corporação: II - Promover o Aperfeiçoamento dos oficiais e praças da Corporação, visando a atualização e ampliação dos conhecimentos necessários para a ocupação de cargos e o desempenho de funções de maior complexidade; II - Executar as Diretrizes Educacionais estabelecidas na Lei de Diretrizes Básicas do Ensino Superior do Ministério da Educação. IV – Garantir a oferta periódica ao efetivo dos cursos, esta Diretoria está trabalhando no sentido de garantir a oferta e ampliação das vagas dos cursos: - Curso de Aperfeiçoamento de Praças – CAP - Curso de Aperfeiçoamento e Extensão de Praças - CAEP - Curso de Altos e Estudos de Oficiais – CAE QOPM - Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais – CAO QOPM - Curso de Especialização LATO SENSU em Polícia Militar Judiciária; - Curso de Especialização LATO SENSU em Policiamento de Trânsito - CEPTran; - Curso de Especialização LATO SENSU em Docência do Ensino Superior; - Curso de Especialização LATO SENSU em Auditoria e Controladoria; V - Consolidar o ensino a distância na educação continuada para promover o equilíbrio entre a necessidade de se manter a rotina e a tradição dos cursos e reduzir o impacto da retirada do policial militar do serviço durante as capacitações; VI - Normatizar e regulamentar as atividades de ensino de forma a detalhar as diretrizes contidas na legislação de ensino, estabelecendo regras claras no funcionamento dos cursos; VII - Criar o banco de dados digital da DAE, contendo o cadastro de professores e de alunos; VIII - Estabelecer um processo de revisão continuada das Matrizes Curriculares dos cursos de especialização; IX - Consolidar o treinamento continuado na área operacional para toda a tropa, com instruções constantes e de curta duração.

- Missão, visão e valores: Esta Diretoria tem a missão de desenvolver e executar a seleção e indicação de Policiais Militares aos Cursos de Carreira, de Extensão, Especialização Lato Sensu e Stricto Sensu, previstos no Plano Anual de Ensino (PAE) ou haja o interesse institucional por profissionais capacitados, buscando a especialização e aperfeiçoamento técnico-profissional e no desenvolvimento humano dos policiais militares, tendo como meta o desempenhar com excelência o atendimento das demandas sociais para segurança pública, atuando no melhoramento dos processos de gestão pública, a fim de obter resultados na prevenção e na redução da criminalidade, beneficiando a sociedade brasiliense. Visando a formação em diferentes áreas do conhecimento e o atendimento das demandas corporacionais e governamentais, esta Diretoria atua na análise dos cursos ofertados em nível institucional, nacional e internacional, garantindo o aperfeiçoamento e especialização do Efetivo Policial Militar dentro dos parâmetros que assegurem qualidade de formação, visando ampliar os conhecimentos e as técnicas adquiridas pelo efetivo dessa corporação, valorizando a atualização e ampliação dos conhecimentos necessários para a ocupação de cargos e o desempenho de funções de maior complexidade. Esta Diretoria atua no desenvolvimento de valores como o respeito a história e a cultura institucional, destacando o atendimento e valorização de políticas públicas e institucionais que visam o respeito aos Direitos Humanos, valorizando os aspectos da educação e desenvolvimento dos profissionais, buscando a Inovação Tecnológica, incentivando à reflexão dos processos de ensino desenvolvendo a Doutrina e padronizando os cursos de carreira, garantindo formação e a profissionalização continuada.

4 - Academia de Polícia Militar de Brasília

- Nome: Academia de Polícia Militar de Brasília.

- Codinome: APMB.

- Endereço: Setor de áreas isoladas sudeste - SAISO área especial 04 Asa Sul – Brasília / DF.

- Data de criação: 13 de junho de 1986. - Mecanismo legal de criação: Lei nº 7.491, de 13 de junho de 1986.

- Atribuições principais: Formar e Habilitar os futuros oficiais e praças da PMDF.

- Planos e metas para os próximos 3 anos: a) Formar 319 oficiais do Quadro de Oficiais da PMDF. b) Formar 1500 soldados policiais militares. c) Habilitar os futuros oficiais dos quadros de saúde, músicos, especialistas e administrativos para exercer as funções inerentes ao oficialato nas respectivas especialidades. d) Aperfeiçoar o processo de ensino-aprendizagem. e) Desenvolver atitudes proativas em todos os formandos. f) Fomentar pesquisas cientificas atreladas a área de segurança pública por meio do Instituto Superior de Ciências Policiais. g) Implantar cursos de graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado pelo Instituto Superior de Ciências Policiais. h) Completar o ciclo do oficialato por meio dos Cursos de Aperfeiçoamento de Oficiais, Cursos de Altos Estudos e cursos relacionados ao comando, gestão e estratégia na PMDF.

Missão, visão e valores: Missão: Formar os Policiais militares dos quadros da PMDF, garantindo o desenvolvimento das habilidades e conhecimentos necessários para a prestação de um serviço de excelência para a sociedade.

Visão: Ser a melhor unidade de formação de policiais militares do Brasil.

Valores: Hierarquia; Disciplina; Ética profissional; Lealdade; Honestidade; Culto às tradições militares; e Patriotismo.

5 - Centro de Altos Estudos e Aperfeiçoamento

- Nome: Centro de Altos Estudos e Aperfeiçoamento;

- Codinome: CAEAP;

- Endereço: QNG Área Especial 1, Lote 22 - Taguatinga Norte - DF / CEP 72.162-301 - Telefone: 3190 6643;

- Data de criação: 11 de junho de 2010;

- Mecanismo legal de criação: Decreto nº 31.793, de 11 de junho de 2010.

- Atribuições principais: Compete supervisionar, coordenar, fiscalizar, controlar e desenvolver, os cursos de altos estudos e de aperfeiçoamento de oficiais e praças, além dos de pós-graduação, garantindo o preparo e a atualização do efetivo para as missões afetas a PMDF. Tem como meta a manutenção e o aprimoramento de todos os cursos sob a sua responsabilidade, adequando-os as constantes mudanças e exigências sociais, de forma a entregar para a nossa sociedade um policial militar mais técnico, probo, e capaz de atender da melhor forma possível a nossa missão constitucional de manter e garantir a ordem social.

- Missão: Atuar como Centro de Ensino voltado para o aperfeiçoamento policial de todos os níveis, com soluções inovadoras e em constante atualização, capaz de entregar a sociedade do DF um profissional de excelência.

- Visão: Ser reconhecido pela nossa tropa e a nossa sociedade como unidade de ensino militar de referência.

- Valores: - Objetividade; - Boa Técnica; - Resgate dos valores institucionais; - Massificação dos internalização dos ensinamentos militares; - Comprometimento com o resultado.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

Referências

  Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.