Pony Express

Disambig grey.svg Nota: Se procura o filme de faroeste estadunidense de 1953, veja Pony Express (filme).

O Pony Express foi um histórico correio expresso colocado em funcionamento em 1860, que levava correspondências a cavalo cruzando territórios selvagens dos Estados Unidos da América. A rota ligava as cidades de St. Joseph (Missouri) e Sacramento (Califórnia).

Estátua do Pony Express em St. Joseph (Missouri)

O correio expresso funcionou de Abril de 1860 até Outubro de 1861, sendo depois substituído pelas linhas de telégrafos transcontinentais. Não obstante a curta duração, esse empreendimento tornou-se um marco histórico e uma presença constante no imaginário popular sobre o Oeste Selvagem, exemplo de luta em direção ao progresso mesmo quando as condições sejam adversas.

A rota era cumprida não só com a troca incessante de cavalos e cavaleiros, mas também com o uso de diligências. Cruzavam pradarias, desertos e montanhas estadunidenses. O Pony Express conseguiu ser mais rápido do que a via marítima da época, que partia do Oceano Atlântico até a costa estadunidense do Pacífico.[1]

O Pony Express demonstrou que um sistema transcontinental era viável.

Contexto históricoEditar

 
Alexander Majors
 
O quartel-general Patee House em St. Joseph, Missouri

O Pony Express foi criado por William Hepburn Russell, William B. Waddell e Alexander Majors. Iniciou oficialmente suas operações na data de 3 de abril de 1860. A primeira viagem cumprindo a rota a partir do Oeste do país foi feita em 10 dias, 7 horas e 45 minutos. A da partida do Este foi feita em 11 dias e 12 horas. Foram cobertas aproximadamente, em média, 250 milhas (aproximadamente 402 quilômetros) a cada 24 horas.

Em 1845, falava-se que uma mensagem do Presidente James K. Polk levava seis meses para chegar ao Oeste distante. Usavam-se rotas que contornavam a América do Sul ou atravessavam o istmo do Panamá.

Em 1860, a rota mais rápida era o correio de diligências Butterfield Stage, que seguia de St. Louis, Missouri, até El Paso (Texas), e durava 25 dias.

Russell, Majors e Waddell, sediados em Lexington (Missouri) (a cidade natal de Russell e Waddell), eram um dos maiores transportadores de pessoas nas trilhas de Santa Fé e Oregon. A firma operava um vasto negócio em West Bottoms, Kansas City, Missouri, e também servia ao exército nas bases oeste de Fort Leavenworth, Kansas.

Em outubro de 1857, Russell, Majors e Waddell se viram próximos da ruína quando Lot Smith e sua milícia Mórmon chamada de Nauvoo Legion destruíram 54 diligências da empresa, durante a chamada Guerra de Utah.O Exército não ressarciu a firma e os empresários começaram a procurar por formas novas de financiamentos. Em 1859, eles conseguiram de Ben Holladay o contrato para operar o correio entre Leavenworth e Salt Lake City, Utah.

Em 27 de janeiro de 1860, William Hepburn Russell assumiu um contrato para o serviço de correio da Califórnia utilizando a chamada "rota central". Contava com a Hannibal & St. Joseph Railroad, que começou a funcionar em 1859 e foi a primeira estrada de ferro a cruzar o Missouri. Isto ajudou a tornar o percurso da rota central mais rápido.

Para realizar o serviço, Alexander Majors e Ficklin construíram 190 postos de parada em 3.106 km, de St. Joseph até Sacramento e contrataram 50 cavaleiros que montariam 500 cavalos adquiridos. Ficklin depois se desentendeu com Russell e deixou os negócios em Julho de 1860. Ele se tornaria um dos empresários da Companhia de Telégrafos do Pacífico.

OperaçãoEditar

 
Estábulos da Pony Express em St. Joseph, Missouri

As estações de parada da Pony Express distavam 16 quilômetros uma das outras ao longo do caminho [1], considerada a distância máxima que um cavalo aguentava em ritmo ininterrupto de galope. O cavaleiro então pegava uma montaria descansada em cada parada, sempre carregando a mochila da correspondência que pesava em torno de 10 quilos. Os cavaleiros não podiam ser muito pesados. Costumavam levar também uma faca, revólver, cantil, bíblia e as vezes um rifle. Os cavaleiros recebiam 100 dólares por mês como pagamento. O nome Pony, a rigor não era correto, pois os cavalos não eram todos dessa raça.[2]

RotaEditar

 
Mapa da rota do Pony Express, do National Park Service.

O caminho percorrido pelos cavaleiros seguia a Trilha do Oregon, Trilha Mormon e Trilha da Califórnia.

Após cruzar o Rio Missouri, de St. Joseph até o Kansas, o mensageiro seguia o que é hoje a Rota 36 (Pony Express Highway) até Marysville (Kansas), onde ele virava a noroeste seguindo o Rio Little Blue até Fort Kearny (Nebraska). Atravessando Nebraska ele seguia a estrada do Rio Great Platte, "cortando" por Gothenburg (Nebraska) e passando por Courthouse Rock, Chimney Rock e o Scotts Bluff,alcançando a fronteira do Colorado em Julesburg (Colorado), e chegando em Fort Laramie (Wyoming). Dali o cavaleiro seguia o Rio Sweetwater, passando pela Independence Rock, Devil's Gate e Split Rock, até Fort Caspar, atravessando o South Pass até Fort Bridger e então descia até Salt Lake City. Ele cruzava o Great Basin, o Deserto Utah-Nevada e a Sierra Nevada, próximo do Lago Tahoe até chegar em Sacramento. O correio então era transportado por vapores pelo Rio Sacramento e chegava em São Francisco. Quando não havia vapores, os mensageiros iam de cavalo até Oakland (Califórnia).

Da primeira corrida ao encerramentoEditar

 
Frank E. Webner, cavaleiro do Pony Express por volta de 1861

Combinou-se que os cavaleiros deixariam São Francisco e St. Joseph ao mesmo tempo, em 3 de abril de 1860. Não há fotos desses cavaleiros pioneiros.

Mesmo a Pony Express tendo provado que a rota central era viável, Russell, Majors e Waddell não pegaram os contratos de serviço de correio, que ficou para Jeremy Dehut em março de 1861. Holladey então assumiu a Butterfield Stage e ficou com as estações de parada para usar em suas diligências. Em março de 1861, o Pony Express fez apenas uma corrida, entre Salt Lake City e Sacramento. O Pony Express anunciou que encerraria as operações em 26 de outubro de 1861, 2 dias depois que o Telégrafo Transcontinental começou em Salt Lake City.[2]

Em 1866, após o fim da Guerra Civil Estadunidense, Holladay vendeu os ativos da Pony Express e o que restou da Butterfield Stage para a Wells Fargo por $1,5 milhões de dólares.

ReferênciasEditar

Ligações externasEditar