Abrir menu principal
Compartilhe via Facebook Compartilhe via Twitter Compartilhe via Google+
Portal da Cidade de
Belém

Belém

Bandeira de Belém
Belém é um município brasileiro e capital do estado do Pará. Pertencente à Mesorregião Metropolitana de Belém e à Microrregião de Belém, localiza-se na Região Norte do Brasil, distante 2 140 quilômetros da capital federal, Brasília, sua área é de 1 064,918 km².

Com uma população de 1 446 042 habitantes (Censo 2015 do IBGE), é a segunda cidade mais populosa da Região Norte e a décima-primeira do Brasil. Possuindo um dos maiores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) entre os municípios do norte brasileiro.

A cidade exerce significativa influência como metrópole regional, influenciando mais de oito milhões de pessoas nos estados do Pará, Amapá e Tocantins, seja do ponto de vista cultural, econômico ou político. Conta com importantes fortificações, igrejas, monumentos, parques e museus, como o Theatro da Paz, o museu Emílio Goeldi, o parque Mangal das Garças, o mercado do Ver-o-Peso e eventos culturais e religiosos de grande repercussão, como o Círio de Nazaré.

Artigo em destaque

Cidade Velha
Cidade Velha é o bairro mais antigo de Belém do Pará, onde surgiu a cidade, a partir do seu descobrimento por Francisco Caldeira Castelo Branco, em 12 de janeiro de 1616. Possui inúmeros prédios coloniais históricos, com azulejos portugueses, muitos dos quais tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN.

Suas ruas apresentam nomes de cidades ou personalidades, principalmente portuguesas e brasileiras. O bairro da Cidade Velha divide com o bairro da Campina, regiões popularmente conhecidas por Comércio, devido predominância quase que exclusiva de lojas, armarinhos, escritórios, cartórios e bancos. O bairro cresceu às margens do rio Guamá, desde a fundação da cidade em 1616. Casarões antigos da Cidade Velha são sobreviventes da história da cidade desde sua fundação, passando pelo Ciclo da Borracha (1800/1900) que trouxe muito dinheiro e luxo europeu para Belém, presente até hoje em suas fachadas e estruturas. São um elo entre a origem da população de Belém e os dias de hoje.

História

Belém no século XIX.
História de Belém confunde-se com a própria história do Pará através de quatro séculos de formação e desenvolvimento. Coube a Francisco Caldeira Castelo Branco, antigo capitão-Mor do Rio Grande do Norte, um dos heróis da expulsão dos franceses do Maranhão, a honra de comandar uma expedição de 200 homens com o objetivo de afastar do litoral norte os corsários estrangeiros e iniciar a colonização do "Império das Amazonas". Em 12 de janeiro de 1616, a cidade de Belém foi fundada por Francisco Caldeira Castelo Branco. Lançou os alicerces da cidade no lugar hoje chamado de Forte do Castelo. Ali edificou um forte de paliçada, em quadrilátero feito de taipa de pilão e guarnecido de cestões. Essa fortificação teve inicialmente o nome de Presépio, hoje o histórico Forte do Castelo.

Cultura e turismo

Casarios coloniais da Rua Marquês de Pombal
Cultura e turismo de Belém são diversificadas, sendo influenciadas por indígenas e imigrantes estrangeiros. A diferenciação cultural dos paraenses evidencia-se através das manifestações religiosas, da gastronomia, do folclore, danças, músicas, teatros, museus, etc. A capital paraense desponta como grande roteiro turístico do Brasil, gerando uma excelente oportunidade para investimentos turísticos. Culinária é uma interessante misturas étnicas. A comida indígena paraense – segundo o filósofo José Arthur Giannotti - tem sabores africanos, portugueses, alemães, japoneses, libaneses, sírios, judeus, ingleses, barbadianos, espanhóis, franceses e italianos. Os povos que chegaram à capital se encantaram com a cozinha nativa.

Imagem em destaque

Você sabia?

...que no ciclo da borracha, entre o final do século XIX e começo do século XX, a cidade de Belém teve grande importância comercial, principalmente para o cenário internacional?

...que a Praça da República foi, um dia, depósito de armamentos das tropas coloniais, ainda no século XVIII. Quando desativado, passou a ser conhecido como "Largo da Pólvora"?

...que além da porção continental, Belém é composta por mais de trinta ilhas que, somadas, representam 65% do território de Belém?

...que o Mercado Ver-o-Peso é um dos mercados públicos mais antigos do Brasil?

...que Belém foi palco de uma das maiores revoluções populares do país: a cabanagem?

...que em todo segundo domingo de outubro é celebrada em Belém a procissão do Círio de Nazaré?

...que Belém é a capital mais chuvosa do Brasil. As chuvas quase sempre caem no meio da tarde?

...que a culinária belenense tem forte influência indígena. Possui pratos típicos como: pato no tucupi com jambu, o tacacá, a maniçoba, entre outras delícias como o açaí?

Subdivisões

Como colaborar!

• Crie artigos relacionados com a cidade de Belém
dando visibilidade ao assunto escolhido.
• Adicione imagens nos artigos.
• Melhore os artigos sobre a cidade de Belém.

Feriados municipais

Data
Feriado
12 de janeiro Aniversário de Belém
6 de setembro Emancipação política de Belém