Portal:Coreia do Norte

Bem-vindo(a) ao portal da
República Popular Democrática da Coreia
조선민주주의인민공화국
 ver · editar  Introdução
Bandeira da Coreia do Norte
Bandeira da Coreia do Norte
Coreia do Norte em sua região
Coreia do Norte em sua região

A Coreia do Norte, oficialmente República Popular Democrática da Coreia (RPDC), é um país no leste da Ásia que constitui a parte norte da península coreana, com Pyongyang como capital e maior cidade do país. Ao norte e noroeste, o país é limitado pela China e pela Rússia ao longo dos rios Amnok (conhecido como o Yalu em chinês) e Tumen; é limitado ao sul pela Coreia do Sul, através da Zona Desmilitarizada Coreana (ZDC), que separa os dois países. No entanto, o Norte, como o seu homólogo do Sul, afirma ser o governo legítimo de toda a península coreana e de suas ilhas adjacentes. Tanto a Coreia do Norte quanto a Coreia do Sul se tornaram membros das Nações Unidas em 1991.

Em 1910, a Coreia foi anexada pelo Império do Japão. Em 1945, após a rendição japonesa no final da Segunda Guerra Mundial, a Coreia foi dividida em duas zonas, com o norte ocupado pela União Soviética e o sul ocupado pelos Estados Unidos. Negociações sobre a reunificação fracassaram e, em 1948, governos separados foram formados: a socialista República Popular Democrática da Coreia, no norte, e a capitalista República da Coreia, no sul. Uma invasão iniciada pelo Norte levou à Guerra da Coreia (1950-1953). O Acordo de Armistício Coreano provocou um cessar-fogo, mas nenhum tratado de paz jamais foi assinado.

A Coreia do Norte oficialmente se descreve como um Estado socialista autossuficiente e formalmente realiza eleições. Vários analistas, no entanto, classificam o governo do país como uma ditadura stalinista totalitária, particularmente por conta do intenso culto de personalidade em torno de Kim Il-sung e sua família. O Partido dos Trabalhadores da Coreia (PTC), liderado por um membro da família governante,detém o poder e lidera a Frente Democrática para a Reunificação da Pátria, da qual todos os oficiais políticos são obrigados a ser membros. Juche, a ideologia de autossuficiência nacional, foi introduzida na constituição em 1972. Os meios de produção são de propriedade do Estado através de empresas estatais e fazendas coletivizadas. A maioria dos serviços, como saúde, educação, habitação e produção de alimentos, também é subsidiada ou financiada pelo Estado. O país segue a política Songun, ou "militares em primeiro lugar", com um total de de pessoas entre soldados ativos, na reserva e paramilitares. Seu exército ativo, de 1,21 milhão de homens, é o quarto maior do mundo, depois da China, dos Estados Unidos e da Índia. O país também possui armas nucleares.


 ver · editar Artigo destacado

A Associação Geral de Residentes Coreanos no Japão (em coreano: 재일본조선인총련합회 Chae Ilbon Chosŏnin Ch'ongryŏnhaphoe; japonês: 在日本朝鮮人総聯合会 Zai-Nihon Chōsenjin Sōrengōkai), abreviada para Chongryon (coreano: 조선총련; japonês: 朝鮮総連) é uma das duas principais organizações para coreanos no Japão (conhecidos como Zainichi) e tem laços estreitos com a República Popular Democrática da Coreia. Como não há relações diplomáticas entre os dois Estados, ela tem funcionado como a embaixada de facto da Coreia do Norte no Japão. A Associação apoia a Coreia do Norte e suas atividades e movimentos são guiados pela ideologia Juche.

Chongryon é a segunda organização de residentes coreanos no Japão atrás do grupo Mindan, favorável à Coreia do Sul e à integração dos coreanos na cultura japonesa. Ao longo de sua história, a organização teve várias disputas com o Governo do Japão sobre a colaboração da Chongryon com a Coreia do Norte e seu suposto envolvimento em sequestros de cidadãos japoneses na década de 1970 e posteriores. A associação administra escolas, universidades, empresas, bancos e clubes esportivos juvenis.


 ver · editar Você sabia que...

... 100% da população norte-coreana é alfabetizada?

... o maior estádio do mundo é localizado na Coreia do Norte? Foi inaugurado em 1989, chama-se Estádio Primeiro de Maio Rungrado e é localizado na capital Pyongyang. Tem capacidade para 150 000 espectadores, embora já tenha recebido 190 000 espectadores, em um evento de luta em 1995.

... o Hotel Ryugyong, localizado em Pyongyang, é uma das maiores construções do planeta, tendo 330 m (1,083 ft) de altura, 105 andares e área total de 360,000 m²?

... os termos "Coreia do Norte" ou "norte-coreano" podem ser considerados ofensivos? Na República Popular Democrática da Coreia existe apenas uma Coreia (então dividida por potências estrangeiras). Qualquer mapa escolar no país mostra uma Coreia unida, como um único país sem divisões, com a capital sendo Pyongyang.

... o metrô de Pyongyang é o mais profundo do mundo, ficando a 110 metros de profundidade do solo e suas estações, em caso de emergência, podem ser utilizadas como bunkers de proteção para a população?

... uma viagem utilizando o sistema de transporte público (ônibus e metrô) custa o equivalente a apenas 3 centavos de dólar?

... Kim Il-sung foi o único presidente eterno de uma república no mundo?

... cerca de 10 milhões de norte-coreanos estão aptos a integrar o Exército Popular da Coreia (as Forças Armadas da Coreia do Norte)?

... 90% da terra é trabalhada cooperativamente?

... o homem adulto norte-coreano tem uma estatura média de 1,65 cm, cerca de 3 centímetros a menos que os sul-coreanos? Essa característica vem sendo relacionada, pela mídia ocidental, a uma suposta má alimentação do povo da Coreia do Norte, embora estudos comprovem que a maior parte das variações de altura entre as populações é de motivação genética.

... que o líder norte-coreano Kim Il-sung (foto) creditou o professor chinês Shang Yue ao ter-lhe apresentado os clássicos chineses e a literatura russa?


 ver · editar Predefinições
 ver · editar Como colaborar
Colabore!
Colabore!

Agradecemos o seu interesse por ampliar e melhorar os artigos relacionados com a Coreia do Norte na Wikipédia! Abaixo algumas coisas que esperam a sua colaboração.


 ver · editar Imagem destacada
Trólebus em Pyongyang, em frente à Sede do Partido dos Trabalhadores da Coreia


 ver · editar Biografia destacada

Kim Jong-un (oficialmente transcrito Kim Jong Un; em coreano: 김정은; hanja: 金正恩; Pyongyang, 8 de janeiro de 1983) é um político norte-coreano que serve como Líder Supremo do seu país desde 2011 e Presidente (anteriormente chamado Primeiro Secretário) do Partido dos Trabalhadores da Coreia desde 2012. É o terceiro e mais jovem filho de Kim Jong-il com sua última esposa Ko Young-hee. Ele é neto de Kim Il-sung, o primeiro líder da Coreia do Norte de 1948 a 1994. Kim Jong-un é um general de quatro estrelas do Exército Popular da Coreia e por isso, em setembro de 2010, Kim Jong-un ficou conhecido como "Jovem General" e, no final de 2011, como "Respeitado General" em sinais as bênçãos que ofereciam a ele, seu pai e seu avô. Kim é o primeiro líder norte-coreano que nasceu após a fundação do país.

Desde o final de 2010, Kim Jong-un é visto como herdeiro da liderança da Coreia do Norte, e após a morte do pai, a mídia estatal referiu-se a ele como o "Grande Sucessor". Kim detém os títulos de Presidente do Partido dos Trabalhadores da Coreia (como Primeiro Secretário entre 2012 e 2016), presidente da Comissão Militar Central, Presidente da Comissão de Defesa Nacional, Comandante Supremo do Exército Popular da Coreia, e membro do Presidium do Politburo, o mais alto órgão de decisão da Coreia do Norte. Kim foi promovido ao posto de Marechal da Coreia do Norte no Exército Popular da Coreia em 18 de julho de 2012, consolidando sua posição como Comandante Supremo das Forças Armadas e é frequentemente chamado de Marechal Kim Jong-un, "o Marechal" ou "Caro Respeitado" pela mídia estatal.


 ver · editar Categorias
 ver · editar Mapa

Mapa da Guerra da Coreia de maio de 1950 a julho de 1951 mostrando:
  Forças chinesas e comunistas (União Soviética)
  Forças norte-coreanas
  Forças sul-coreanas, estadunidenses e das Nações Unidas