Portal:Geórgia/Biografia selecionada

 ver · editar Biografia selecionada


Bagrat III Unifier (crop).png

Pancrácio III da Geórgia (em georgiano: ბაგრატ III; romaniz.: Bagrat III), da dinastia georgiana Bagrationi, foi um rei dos abecásios a partir de 978, como Pancrácio II da Abecásia, e rei da Geórgia a partir de 1008. Assim como os demais monarcas georgianos, era geralmente conhecido por seu título monárquico ("mepe"), Pancrácio III Mepe. Ele foi o responsável por unificar os dois títulos por herança dinástica e, através de conquistas e diplomacia, ampliou seus domínios até tornar-se efetivamente o primeiro rei do que é hoje conhecido como "Reino da Geórgia". Antes de ser coroado rei, Pancrácio governou Ibéria entre 976 e 978.

Pancrácio supervisionou a construção da Catedral Bagrati em Kutaisi, na Geórgia ocidental, cujas ruínas são um Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.




JStalin Secretary general CCCP 1942.jpg

Josef Vissarionovitch Stalin (em russo: Иосиф Виссарионович Сталин; Gori, 18 de dezembro de 1878Moscou, 5 de março de 1953), nascido Iossif Vissarionovitch Djugashvili (em russo : Иосиф Виссарионович Джугашвили, translit. Ióssif Vissariónovitch Djugashvíli;Sobre este sompronúncia ; em georgiano: იოსებ ბესარიონის ძე ჯუღაშვილი, transliterado Iosseb Bessarionis dze Djuğashvili), foi secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética e do Comitê Central a partir de 1922 até a sua morte em 1953, sendo assim o líder da União Soviética.

Sob a liderança de Stalin, a União Soviética desempenhou um papel decisivo na derrota da Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial (1939 - 1945) e passou a atingir o estatuto de superpotência, após rápida industrialização e melhoras nas condições sociais do povo soviético. Durante esse período, o país também expandiu seu território para um tamanho semelhante ao do antigo Império Russo. Apesar dos progressos e avanços conquistados, o regime de Stalin também foi marcado por violações constantes de direitos humanos, massacres, expurgos e execuções extra-judiciais de milhares de pessoas e fome. Estima-se que entre 20 e 60 milhões de pessoas tenham morrido durante seus trinta anos de governo.

Durante o XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética, em 1956, o sucessor de Stalin, Nikita Khrushchov, apresentou seu Discurso secreto oficialmente chamado "Sobre o culto à personalidade e suas consequências", a partir do qual iniciou-se um processo de "desestalinização" da União Soviética. Ainda hoje existem diversas perspectivas ao redor de Stalin, alguns o vendo como tirano e outros como líder habilidoso.




Heraclius II of Eastern Georgia crop.png

Heráclio(ou Erekle) II (georgiano: ერეკლე II), também conhecido como o cachétio titular (Georgiano: პატარა კახი [p'at'ara kaxi]) (7 de novembro de 1720 ou outubro de 1721 (de acordo com Cyril Toumanoff) – 11 de janeiro de 1798), foi um monarca georgiano da Dinastia Bagrationi, rei de Caquécia de 1744 a 1762, e de Cártlia-Caquécia de 1762 até 1798. Nos recursos persas contemporâneos ele é referido como Heráclio Cã (ارکلی خان), enquanto os reconheciam como Irakly (Ираклий). Seu nome é frequentemente traduzida como Heráclio em uma forma latina, porque os nomes: Erekle e Irakli são formas georgianas do nome grego.

O primeiro e penúltimo rei dos reinos unidos de Cártlia e Caquécia no leste da Geórgia, seu reino foi lembrado como a "canção do cisne" da monarquia georgiana. Ajudado por suas habilidades pessoais e pela agitação do Império Persa, Heráclio se estabeleceu como um governante de facto independente e tentou modernizar o governo, a economia, e as forças armadas. Preocupado com os possíveis problemas para a independência recém adquirida da Geórgia e a sua hegemonia temporária no leste da Transcaucásia, ele fez com que seu reino ficasse sob a proteção do Império Russo em 1783, mas a atitude não preveniu a Geórgia de ser devastada pelas invasões persas de 1795. Heráclio faleceu em 1798, deixando o trono ao seu herdeiro, Jorge XII.