Portal:Iorubá

  • Este Portal é uma tradução da língua inglesa.

Portal:Iorubá


Ife Kings Head.jpg

Os iorubás são um grande grupo etno-linguístico na África; a maioria deles falam o iorubá. Os iorubás representam cerca de 21 por cento da população total da Nigéria, e cerca de 30 milhões de pessoas em toda a região da África Ocidental. Eles compartilham fronteiras com os borgus (diversamente chamado bariba e borgawa) no noroeste, os nupés e ebiras no norte, os esans, afemais e Edo a sudeste, os igalas e outros grupos relacionados ao nordeste, e os Eués, Fons e outros povos falando do sudoeste. Enquanto a maioria dos iorubás vivem na Nigéria ocidental, há também importantes comunidades indígenas iorubás em Benim, Gana e Togo.

Os iorubás são o principal grupo étnico nos estados de Equiti, Lagos, Ogum, Ondo, Osun, e Oió, que são subdivisões da Nigéria, mas também constituem uma proporção considerável dos estados Kwara e Kogi, bem como do Benim.

Uma percentagem significativa de africanos escravizados durante o comércio de escravos no Atlântico nas Américas conseguiram manter a religião iorubá criando religiões derivadas conhecidas como Aborixá, Lucumi, Candomblé, Umbanda. A cultura iorubá é comemorada em todo o mundo, como na forma de ligação histórica com as comunidades no Brasil, Cuba, EUA e em outros lugares.


Artigo selecionado

OyoIle plan bw.jpg
O Império de Oió (c. 1400 - 1835) era um império da África Ocidental no que é hoje a Nigéria ocidental. O império foi estabelecido pelos iorubás no século 15 e cresceu para se tornar um dos maiores estados do oeste africano encontrados pelos exploradores coloniais. Elevou-se a preeminência da riqueza adquirida através do comércio e da sua posse de uma poderosa cavalaria. O império de Oió foi o estado mais importante politicamente na região desde meados do século XVII ao final do século XVIII, dominando não só em relação a outros estados iorubás, mas também sobre o reino dos fons do Daomé (localizado no estado agora conhecido como a República do Benim).


Biografia selecionada

Fela Kuti.jpg
Fela Anikulapo Kuti (nasceu Olufela Olusegun Oludotun Ransome-Kuti, 15 de Outubro, 1938 - 2 de Agosto, 1997), ou simplesmente Fela, foi um músico multi-instrumentista e compositor nigeriano, pioneiro da música Afrobeat, ativista dos direitos humanos, e dissidente político.

HMV classificou-o #46 na lista dos top 100 mais influentes músicos do século 20.


Imagem selecionada

IbejiTwins.jpg
Fotografia de figuras de um par de gêmeos Ibeji, autenticada pelo Departamento de Antiguidades da Nigéria.


Você sabia?

Os iorubás, são um grupo étnico multinacional, com uma população estimada de mais de 40 milhões na Nigéria, República do Benim, Togo, Gana, Costa do Marfim, Serra Leoa, Brasil, Cuba, Haiti, Trindade e Tobago, Jamaica e em outros países.

As tradições religiosas, musicais e culinárias iorubanas estão entre os patrimônios culturais mais conhecidos do mundo. A cultura iorubá tem contribuído com elementos fundamentais, incluindo as confissões religiosas Orixá, Candomblé e Santeria, Juju (música), afrobeat, samba, salsa, afoxé e música latina, e alimentos, incluindo acará, amalá e moimoi para oeste africano, culturas caribenhas e latino-americanas.

O fundador do primeiro partido político da Nigéria era um homem da etnia iorubá chamado Herbert Macauley.

Wole Soyinka, o primeiro africano a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura, é um homem da etnia iorubá.

O primeiro museu a ser estabelecido na Nigéria está em Esie, no estado de Kwara.


Categorias


Purgar cache do servidor