Porto Acre

Município brasileiro do estado do Acre


Porto Acre
  Município do Brasil  
Casarão com arquitetura Neogótica Rural, típica na região, Porto Acre, Brasil.
Casarão com arquitetura Neogótica Rural, típica na região, Porto Acre, Brasil.
Hino
Gentílico portoacrense
Localização
Localização de Porto Acre no Acre
Localização de Porto Acre no Acre
Mapa de Porto Acre
Coordenadas 9° 35' 16" S 67° 31' 58" O
País Brasil
Unidade federativa Acre
Municípios limítrofes Bujari e Rio Branco
Distância até a capital 58 km
História
Fundação 3 de janeiro de 1899 (121 anos)
Aniversário 24 de janeiro
Administração
Prefeito(a) Bené Nascimento (PROS, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 2 984,643 km²
População total (estimativa IBGE/2018[2]) 18 180 hab.
Densidade 6,1 hab./km²
Clima Quente, com períodos chuvosos.
Fuso horário Hora do Acre (UTC-5)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,576 baixo
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 142 834,426 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 9 982,14

Porto Acre é um município brasileiro localizado no nordeste do estado do Acre.

HistóriaEditar

Porto Acre foi fundada em 3 de janeiro de 1899 pelo advogado boliviano, José Paravicini, com o nome de "Puerto Alonso", como uma pequena homenagem e reconhecimento ao então presidente da Bolivia, Severo Fernández Alonso Caballero. Foi também a capital da República do Acre, (1899-1903). Em 1993, Porto Acre emancipou-se do município de Rio Branco, ao qual pertencia até então.

Em 1899, Luis Gálvez Rodríguez de Arias expulsou os bolivianos e declarou independência à República do Acre. Ele renomeou Puerto Alonso para Cidade do Acre e essa se tornou a sede do novo estado. O País do Acre criou uma bandeira, cunhou sua própria moeda, redigiu uma constituição, nomeou ministros e formou um exército. No entanto, Galvez foi deposto e preso depois de alguns meses e os bolivianos recuperaram o controle.

No início de 1902, José Plácido de Castro aceitou um convite para liderar uma revolta contra a Bolívia. Ele pegou um barco pelo Rio Acre, ostensivamente para realizar levantamentos de terra no sul do Acre, mas ao mesmo tempo, carregado de armas e munições. Ele parou brevemente em Puerto Alonso para encontrar o governador boliviano Lino Romero e avaliar seu futuro oponente. No sul do Acre, ele comandou os seringueiros e outros habitantes para a revolta. Ele então retornou ao Brasil, passando por fora de Puerto Alonso para evitar alertar os bolivianos.

Plácido capturou Xapuri em 6 de agosto de 1902 e no dia seguinte proclamou que o Acre era independente. Em 14 de outubro de 1902, os rebeldes capturaram algumas das defesas externas de Puerto Alonso e o lançamento armado boliviano de Rio Afua , que eles renomearam de Independencia . Plácido de Castro cercou a cidade em 8 de janeiro de 1903 e lançou um ataque em 15 de janeiro de 1903. Seus homens começaram a cavar trincheiras em zigue-zague nas linhas bolivianas, e eventualmente, com suas forças exaustas e quase sem munição, Romero se rendeu em 24 de janeiro de 1903.

Porto Acre foi criado em 1993 por desmembramento do município de Rio Branco. Até o fim do século XIX fazia parte do território boliviano, cuja soberania era reconhecida pelo Brasil. Porto Acre chamava-se então Puerto Alonso e era sede do consulado do Brasil na região.

Durante a Revolução Acriana foi um local importantes batalhas, e também capital da República do Acre, dissolvida posteriormente.

Hoje, uma cidade com 18.180 habitantes vivendo no núcleo urbano, cerca de 13% da população do município, a cidade foi descentralizada, e sofre com a possível criação de um outro município que compreende a atual Vila do V, parte da zona rural de Porto Acre, onde a agropecuária é um setor forte e onde boa parte da população vive. Com a criação do novo município, com população estimada é em torno de 22 mil habitantes,[5] boa parte das terras do município, e da arrecadação serão retirados.

ReligiãoEditar

Religião no Município de Porto Acre segundo o censo de 2010.[6]

Religião %
Catolicismo 53,1
Protestantismo 30,1
Outras 2,7
Sem religião 14,1

GeografiaEditar

Sua população em 2018 era de 18 180 habitantes e sua área é de cerca de 2.985 km² (4,6 hab./km²). Ocupa a décima sétima posição em área territorial e décimo primeiro lugar em população. Limita-se ao norte com o Amazonas, ao sul com os municípios de Bujari e Rio Branco, a leste com o município de Rio Branco e a oeste com o município de Bujari.

AcessosEditar

O principal acesso ao município é por via terrestre, pela rodovia estadual AC-010, que liga a capital Rio Branco à sede do município, num trajeto de cerca de 58 km. Outro meio de chegar à sede do município é por meio fluvial, pelo rio Acre, que corta o município.

AssentamentosEditar

O maior Programa de Assentamento Dirigido (PAD) de Porto Acre é o PAD Humaitá, com 900 famílias e 61 hectares. Os outros PAD são:

  • PA Caquetá
  • PA Porto Acre
  • PA Alonso (parte)
  • PA Espinhara II (parte)
  • PA Tocantins (parte)
  • PAE Barreiro
  • PAD Humaitá (parte)
  • PDS Nova Esperança
  • PE Polo Leiteiro de Porto Acre
Porto Acre
Rodovia AC-010 Porto Acre-Rio Branco, Brasil
Delegacia de Polícia Civil de Porto Acre, Acre, Brasil
Rodoviária de Porto Acre, Brasil
PAD Humaitá (Vila do INCRA), Porto Acre, Acre
Porto Acre, Acre, Brasil

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  2. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de agosto de 2018). «Estimativas da população residente nos municípios brasileiros com data referência em 1º de julho de 2018» (PDF). Consultado em 29 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 29 de agosto de 2018 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 29 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  5. «Ganha força o movimento pela emancipação política da vila Santa Luzia». Site do Senador Tião Viana. 19 de dezembro de 2007. Consultado em 9 de agosto de 2010 [ligação inativa]
  6. https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ac/porto-acre/pesquisa/23/22107?detalhes=true

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios do estado do Acre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.