Porto Amazonas

município brasileiro do Estado do Paraná
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades com este nome, veja Amazonas (desambiguação).
Porto Amazonas
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Porto Amazonas
Bandeira
Brasão de armas de Porto Amazonas
Brasão de armas
Hino
Gentílico porto-amazonense
Localização
Localização de Porto Amazonas no Paraná
Localização de Porto Amazonas no Paraná
Porto Amazonas está localizado em: Brasil
Porto Amazonas
Localização de Porto Amazonas no Brasil
Mapa de Porto Amazonas
Coordenadas 25° 32' 42" S 49° 53' 24" O
País Brasil
Unidade federativa Paraná
Municípios limítrofes Palmeira, Lapa e Balsa Nova
Distância até a capital 75 km
História
Fundação 1947 (73 anos)
Aniversário 9 de novembro
Administração
Prefeito(a) Antonio Altair Polato[1] (PPS, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 186,575 km²
População total (IBGE/2014[3]) 4 755 hab.
Densidade 25,5 hab./km²
Clima subtropical úmido, apresentando verões frescos e invernos com geadas frequentes
Altitude 793 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,774 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 46 843,980 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 10 791,06

Porto Amazonas é um município brasileiro do estado do Paraná. Sua população, de acordo com estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) era de 4 755 habitantes em 2014.

HistóriaEditar

O município se situa hoje onde fora a Fazenda dos Papagaios, de propriedade de Manuel Gonçalves da Cruz, que a obteve por Sesmaria em 24 de março de 1708.

A viúva de Manuel, Dona Joana Rodrigues França, casou-se em terceiras núpcias com o Dr. Antonio dos Santos Soares, que ocupou o cargo de juiz em Santos, ouvidor e depois Ouvidor Geral e Corregedor em Paranaguá [6].

O Dr. Antonio dividiu a imensa sesmaria em quatro grandes fazendas: Papagaios, Cancela, Butuquara e Porcos de Cima, e dividiu estas, em vários "currais". Porto Amazonas situa-se hoje onde fora o curral Caiacanga, às margens do Rio Iguaçu, dentro da Fazenda dos Papagaios.

Em 1765 com a restauração da Capitania de São Paulo seu governador enviou para Curitiba Afonso Botelho de Sampaio e Souza, que introduziu benfeitorias nas vilas e portos, com o fim de assegurar as terras atribuídas aos portugueses pelo Tratado de Madri.

É que, na falta de estradas, o meio mais eficiente para adentrar ao continente, era utilizar a navegação fluvial, sendo o Rio Iguaçu uma rota natural aberta para o oeste da província, em direção aos "Campos de Palmas e Guarapuava". O ponto de partida mais próximo para esta rota era o "Porto de Nossa Senhora da Conceição de Caiacanga" porque localizado à margem direita do Rio Iguaçu, no primeiro lugar propício após a última cachoeira, lugar onde hoje se situa a cidade.

O nome da cidade advém do Coronel Amazonas de Araújo Marcondes, que requereu e obteve do Imperador o privilégio de estabelecer uma companhia de navegação pelo Rio Iguaçu e seus tributários, desde o Porto de Caiacanga até União da Vitória

O Cel. Amazonas não foi o primeiro a obter a concessão (já concedida anteriormente), mas foi o único que efetivamente concretizar a navegação do Rio Iguaçu. Três anos depois da concessão, em 27 de dezembro de 1882, o vapor Cruzeiro fez a sua primeira viagem que durou dois dias e meio até o porto de destino.

A navegação incrementou a colonização e esta o comércio e desenvolvimento, propiciando o surgimento de várias cidades ao longo do Rio Iguaçu, beneficiando especialmente Porto Amazonas que era o primeiro porto depois das corredeiras, a partir de Curitiba, que viria a ser a Capital da Província.

Desmembrado de Palmeira o município de Porto Amazonas se emancipou em 10 de outubro de 1947, pela Lei no. 02, elevado à categoria de município autônomo, em 9 de novembro do mesmo ano instalou-se o município, ocasião em que foi empossado o primeiro Prefeito interino, José de Souza Valente, nomeado por Decreto em 24 de novembro de 1947 e alguns dias após, foi eleito por voto direto o primeiro prefeito, João Baptista Bettega.

TransporteEditar

O município de Porto Amazonas é servido pelas seguintes rodovias:

CulturaEditar

CulináriaEditar

O prato típico do município de Porto Amazonas é a carne no disco com maçã.[8]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Antonio Polato é Prefeito Eleito de Porto Amazonas pelo PPS na coligação HONESTIDADE, TRABALHO E COMPETENCIA Eleições 2016 - 1° de janeiro de 2017
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativa populacional 2014 IBGE». Estimativa populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. "Antecedentes Históricos de Porto Amazonas" - Veiga, José Carlos Ed
  7. http://www.infraestrutura.pr.gov.br/arquivos/File/SISTEMARODOVIARIOESTADUAL2017.pdf
  8. Michele Pavoni (21 de abril de 2018). «Sabores dos Campos Gerais: receitas típicas para fazer em casa». Diário dos Campos. Consultado em 29 de setembro de 2019 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.