Abrir menu principal

The Navigator Company

(Redirecionado de Portucel)
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis e independentes (desde fevereiro de 2019). Fontes primárias, ou com conflitos de interesse, não são adequadas para verbetes enciclopédicos. Ajude a incluir referências.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
The Navigator Company
Razão social The Navigator Company, S.A.
Empresa de capital aberto
Cotação PSI-20, Euronext Lisboa[1]
Atividade Pasta e Papel
Gênero Sociedade anónima
Fundação 2001 (18 anos) (Portucel Soporcel)[2]
Sede Setúbal, Portugal Portugal [3]
Pessoas-chave João Castello Branco (CEO) [4]
Empregados 3.197 (2017) [5]
Produtos Pasta de celulose, papel de impressão, papel tissue e energia [6]
Certificação FSC, PEFC, ISO 9001, ISO 14001, ISO 50001, OHSAS 18001 [7]
Acionistas Semapa (69%), Zoom Investment SGPS (2%), mercado livre (29%) [8]
Faturamento EUR 1.637 milhões (2017)[9]
Website oficial http://www.thenavigatorcompany.com
Fábrica do grupo em Setúbal

A The Navigator Company (ex-Grupo Portucel Soporcel) dedica-se ao fabrico e comercialização de papel em Portugal.

É dono de uma grande área florestal e é mundialmente conhecido pelo seu produto para impressoras Navigator. É um grupo empresarial que se dedica ao fabrico de papel, sendo totalmente autónomo (Madeira, pasta e papel). Tem a capacidade de produzir mais de um milhão de toneladas de matéria prima (pasta) e posteriormente papel por ano. 80,84% da empresa pertence ao conglomerado português Semapa.[10]

Índice

IntroduçãoEditar

A The Navigator Company é, desde fevereiro de 2016 [11], a nova marca herdeira do património do ex-grupo Portucel Soporcel, prosseguindo na missão de transformar, de forma inovadora e sustentável, a floresta em produtos e serviços que contribuam para o bem-estar das pessoas [12].

Com uma posição de relevo no mercado internacional da pasta e do papel, a The Navigator Company desempenha um papel estruturante para a economia nacional, com um modelo de negócio vertical, de investigação aplicada, floresta, pasta de celulose, energia renovável, papel e tissue [13].

Terceira maior exportadora em Portugal [14], é a empresa que gera o maior Valor Acrescentado Nacional. Os seus produtos são obtidos essencialmente a partir de matérias-primas e recursos nacionais, adquiridos a mais de 5 500 fornecedores [15] de todos os setores do tecido económico nacional.

A companhia representa aproximadamente 1% do PIB nacional, 2,4% das exportações de bens nacionais e é o maior exportador de carga contentorizada em Portugal, com 6% do total [16].

A The Navigator Company é um importante motor do desenvolvimento das regiões onde está inserida e do País no seu todo. Segundo um estudo realizado pela consultora KPMG em 2015, por cada euro gasto nas unidades fabris da companhia são gerados 3 euros na economia nacional [17], sendo que a atividade da empresa gera mais de 31 mil postos de trabalho diretos, indiretos e induzidos a nível nacional [18]. A companhia é responsável, atualmente, por cerca de 3200 postos de trabalhos diretos [19].

HistóriaEditar

As primeiras décadas do século XX marcam o início da investigação levada a cabo pelo Estado português que potenciou o estudo das espécies florestais em Portugal, na perspetiva da sua industrialização [20]. O sucesso industrial no setor da pasta e do papel em Portugal só viria a ganhar forma nos anos 50, quando, pela primeira vez no mundo, na fábrica da companhia Portuguesa de Celulose, em Cacia, se começa a produzir pasta de eucalipto através do inovador processo kraft. Na liderança desse projeto, em 1957, estava Manuel Santos Mendonça [21].

Das 100 000 toneladas de pasta produzida em 1960 [22], Portugal passou para 1 500 000 toneladas na viragem para o século XXI [23] [24], destacando-se a Portucel, empresa pública formada aquando da nacionalização da indústria de celulose em 1975. Em 2001 a companhia adquiriu a fábrica da Soporcel, na Figueira da Foz [25].

Empenhado em recuperar o controlo da indústria que o avô projetou meio século antes em Cacia, o empresário Pedro Queiroz Pereira criou o grupo Semapa no início dos anos 90 para concorrer às reprivatizações anunciadas pelo Estado [26].

Em 2004, adquire a maioria do capital (67,10%) da Portucel Soporcel [27]. A entrada de capital privado motivou grandes investimentos na atualização tecnológica e ambiental nas unidades industriais do Grupo. Em 2009, com a entrada em funcionamento da fábrica de papel About The Future (ATF) em Setúbal, a Portucel Soporcel posicionou-se como o maior produtor de papéis finos não revestidos (UWF) da Europa [28].

Uma liderança que hoje existe sob a marca corporativa The Navigator Company, grupo que congrega um conjunto de empresas com uma história de mais de 60 anos no setor da pasta e do papel.

CronologiaEditar

1953 – Início de atividade da Companhia Portuguesa de Celulose em Cacia, com a produção de pasta crua de pinho, num projeto liderado por Manuel Santos Mendonça [29]

1957 – Arranque da produção de pasta branqueada a partir de eucalipto pelo processo kraft em Cacia, um projeto pioneiro a nível mundial História</ref> [30]

1972 – Início da comercialização de papel produzido a partir de pasta de Eucalyptus globulus na Europa [31]

1976 – Constituição da Portucel – Empresa de Celulose e Papel de Portugal EP, empresa resultante do processo de nacionalização da indústria de celulose [32]

1984 – Início da atividade da Soporcel – Sociedade Portuguesa de Papel S.A., com o arranque da fábrica de pasta da Figueira da Foz [33]

1993 – Constituição da Portucel – Empresa de Celulose e Papel de Portugal SGPS, S.A., holding que passa a controlar o conjunto de empresas que integram o Grupo Portucel [34]

1995 – Primeira fase de privatização de 44,3% do capital da Portucel Industrial (Cacia e Setúbal) [35]

2001 – A Portucel adquire a totalidade do capital da Soporcel, dando origem ao maior produtor de papéis finos não revestidos da Europa [36].

2004 – A Semapa torna-se no principal acionista do Grupo Portucel, com 67,10% do capital [37], e Pedro Queiroz Pereira, neto de Manuel Santos Mendonça, torna-se presidente do Conselho de Administração da Portucel Soporcel

2009 – Constituição da Portucel Moçambique, atualmente o maior projeto florestal integrado de produção de pasta de papel e energia em África [38]

2016 – Em fevereiro, o Grupo Portucel Soporcel muda de nome para The Navigator Company [39]

2018 – Morte de Pedro Queiroz Pereira, principal acionista da The Navigator Company. A sua sucessão ficou assegurada com a criação de um fundo privado e fechado, repartido pelas três filhas – Filipa, Mafalda e Lua [40] [41]

Áreas de NegócioEditar

A The Navigator Company representa uma cadeia industrial e integrada, baseada em recursos naturais, nomeadamente o Eucalyptus globulus, matéria-prima superior para a produção de pasta e papel[42].

Com um volume de negócios anual de cerca de 1 600 milhões de euros, a companhia tem consolidada a sua posição de líder europeu na produção de papéis finos de impressão e escrita não revestidos (UWF) e sexta a nível mundial. É também o maior produtor europeu, e um dos maiores a nível mundial, de pasta branqueada de eucalipto BEKP - Bleached Eucalyptus Kraft Pulp[43].

PastaEditar

As pastas produzidas pela The Navigator Company estão vocacionadas para o fabrico de papéis nos segmentos de impressão e escrita, decor, tissue e papéis especiais[44].

A pasta de celulose de Eucalyptus globulus apresenta estabilidade dimensional (produz um papel que expande menos quando em contacto com humidade ou quando impregnado numa resina), permeabilidade e resistência mecânica (resistência às solicitações impostas pelas máquinas de impressão) [45] que a diferem no mercado. Esta pasta tem aplicações na indústria do automóvel, da alimentação, do mobiliário, da medicina, entre outros [46].

PapelEditar

A madeira de Eucalyptus globulus possui fibras que permitem a produção de vários tipos de papel, conferindo-lhes várias características: brancura, opacidade, rigidez, volume específico e runnability (capacidade de impressão sem quebras em máquinas de alta velocidade)[47].

No portefólio de produtos da empresa, a marca Navigator é líder mundial em papéis de escritório de qualidade premium [48], enquanto a Soporset é líder na Europa nas vendas de papel premium para impressão offset [49] [50].

Papel TissueEditar

A The Navigator Company diversificou a sua atividade para a área do tissue, tendo adquirido em 2015 a fábrica AMS BR Star S.A., em Vila Velha de Ródão [51]. Em 2018 deu início às operações na fábrica de papel tissue em Cacia [52], tornando a The Navigator Company no segundo player ibérico neste segmento.

Com a Tissue Cacia, o Grupo duplicou a sua capacidade de produção de papel para uso doméstico, transformando papel tissue em produtos finais [53].

Energia renovávelEditar

A The Navigator Company é o maior produtor nacional de energia elétrica “verde” a partir da biomassa e sub-produtos de madeira, representando 52% do total da produção nacional proveniente desta fonte renovável [54]. A companhia investiu cerca de 200 milhões de euros em projetos relacionados com energia e dispõe atualmente de uma capacidade instalada de 2,5 TWh/ano de energia elétrica [55].

As unidades fabris do Grupo dispõem de centrais de biomassa (cogeração, termoelétricas) que asseguram 69% de energia primária de origem renovável. A utilização desta energia renovável permite evitar anualmente emissões de 460 000 toneladas de CO2 [56].

No Complexo Industrial de Setúbal entrou em funcionamento, em junho de 2016, a maior central fotovoltaica instalada em ambiente industrial em Portugal, com 8 800 painéis solares. Esta unidade é capaz de gerar energia (2,2 MW) para alimentar 850 casas durante um ano [57].

FlorestaEditar

A The Navigator Company gere cerca de 112.000 hectares de espaço florestal (74% de eucalipto), totalmente certificados pelos sistemas internacionais FSC (Forest Stewardship Council) e PEFC (Programme for the Endorsement of Forest Certification) [58]. Estas áreas são desenvolvidas sob um código de gestão florestal sustentável, incluindo zonas de preservação e conservação da biodiversidade.

No âmbito da valorização da gestão florestal, a companhia promove práticas sustentáveis e apoia a certificação junto dos produtores florestais [59], quer com formação, quer com a atribuição de um bónus à madeira certificada.

A The Navigator Company é proprietária dos Viveiros Aliança, onde são produzidas mais de 100 espécies florestais, ornamentais e arbustivas. Estas instalações apresentam uma capacidade anual de produção de cerca de 12 milhões de plantas certificadas, das quais 6 milhões de eucaliptos clonais [60].

A companhia é líder mundial no melhoramento genético do Eucalyptus globulus [61].

No campo da investigação e desenvolvimento florestal, a companhia colabora em diversos projetos com universidades nacionais e internacionais através do RAIZ, o Instituto de Investigação da Floresta e do Papel [62].

A The Navigator Company participa na prevenção e apoio no combate aos incêndios florestais através da Afocelca, investindo anualmente cerca de 3,4 milhões de euros neste domínio [63] [64].

Unidades IndustriaisEditar

A The Navigator Company possui quatro complexos industriais – Cacia, Figueira da Foz, Setúbal e Vila Velha de Rodão. Estas unidades têm uma capacidade anual de produção de 1,6 milhões de toneladas (tAD – toneladas air dry) de pasta BEKP, 1,6 milhões de toneladas de papel UWF, 130 000 toneladas de papel tissue (bobinas) e 120 000 toneladas de papel tissue produto acabado (converting) [65] [66].

Complexo de CaciaEditar

O complexo fabril da The Navigator Company em Cacia tem como principais atividades a produção de pasta e energia, passando também a produzir papel tissue (bobinas e converting) com o arranque da nova fábrica tissue em 2018.

A fábrica de Cacia é a mais antiga unidade industrial de pasta a laborar em Portugal, desde 1953, tendo produzido pela primeira vez, a nível mundial, pasta de papel a partir de eucalipto pelo processo kraft, em 1957 [67]. O complexo tem uma capacidade de produção de 350 000 t de pasta para mercado e 60 000 t de papel tissue [68].

Complexo da Figueira da FozEditar

Inaugurada em 1984, a fábrica de pasta da Figueira da Foz desenvolveu o seu parque industrial com o arranque de uma fábrica de papel em 1991 [69]. Desde 2000, com a instalação da segunda fábrica de papel, a produção de pasta (650 000 t) na Navigator Pulp Figueira é totalmente integrada no fabrico de papel (790 000 t), nomeadamente papéis finos não revestidos (UWF) [70]. Foi nesta fábrica que nasceu o papel Navigator, líder mundial de papéis de escritório premium [71] [72].

Complexo de SetúbalEditar

O complexo industrial da The Navigator Company em Setúbal, onde a empresa tem a sua sede, começou a laborar em 1964 com uma capacidade de produção de pasta de 100 000 t/ano, valor que é atualmente mais de cinco vezes superior [73].

A produção de papel (775 000 t/ano) é realizada em duas fábricas, a primeira foi adquirida à Papéis Inapa em 2000 e a segunda é resultado de um dos principais investimentos do Grupo em 2009: a fábrica About the Future – ATF, que posicionou a The Navigator Company como líder europeu na produção de papéis finos de impressão e escrita não revestidos (UWF) [74] [75].

Complexo de Vila Velha de RódãoEditar

O complexo fabril de Vila Velha de Ródão iniciou a sua atividade em 2009, tendo sido adquirido pela The Navigator Company em 2015 [76]. A principal matéria-prima do complexo, a pasta de papel, é transportada através de um pipeline a partir de uma fábrica vizinha.

Esta unidade fabril tem como principal atividade a produção de papel tissue para uso doméstico e industrial, com uma capacidade de fabricação anual de 70 000 t de papel tissue (bobinas) e 65 000 t de converting [77].

Produtos/MarcasEditar

A The Navigator Company desenvolve marcas próprias, que hoje representam mais de 62% do total das vendas de produtos transformados [78].

O portefólio da The Navigator Company integra marcas de papel de escritório e marcas para a indústria gráfica, mas também papéis para uso doméstico e embalagem.

Os produtos da companhia possuem os selos de certificação internacional FSC® e PEFCTM, aos quais se juntou, a partir de 2010, o Rótulo Ecológico Europeu – Ecolabel [79] [80].

  • Navigator
  • Navigator Eco-Logical
  • Navigator PrePrint
  • Explorer
  • Pioneer
  • Inacopia
  • Discovery
  • MultiOffice
  • Target
  • Soporset
  • Inaset
  • Amoos (tissue)
  • Sacos papel (embalagem)

Alcance InternacionalEditar

A The Navigator Company distribui 95% da sua produção por cerca de 130 países nos cinco continentes, com destaque para a Europa, África, Médio Oriente e América do Norte. A companhia possui cerca de duas dezenas de delegações de vendas em 16 países [81]

No âmbito da sua estratégia de expansão, a The Navigator Company está a desenvolver um projeto de investimento florestal integrado em Moçambique. A companhia, através da Portucel Moçambique, tem sob gestão 356 000 hectares de floresta [82] [83].

O objetivo é a produção e exportação de estilha de madeira de eucalipto para o mercado asiático, prevendo-se a construção de uma fábrica de pasta BEKP e energia elétrica até 2030 [84] [85].

ActividadeEditar

O grupo Portucel Soporcel é líder europeu na produção de papéis finos de impressão e escrita não revestidos e um dos maiores, a nível mundial, de pasta branqueada de eucalipto. O grupo exporta quase a totalidade da produção para 118 países nos cinco continentes, com destaque para a Europa e EUA. Com volume anual de negócios superior a 1,53 mil milhões de euros em 2013, o grupo Portucel Soporcel é o 2º maior exportador de Portugal, assegurando cerca de 3% do total de bens exportados e representando perto de 1% do PIB nacional. As exportações de papel e de pasta do grupo atingiram 1,2 mil milhões de euros em 2013.[86]

Em 2018, a The Navigator Company atingiu os 53,2 milhões de euros em resultados líquidos. Já o volume de negócios chegou aos 284,9 milhões de euros.[87]

Governo da SociedadeEditar

Cotada na Euronext Lisbon desde 1995, a The Navigator Company tem uma capitalização bolsista de cerca de 3 000 milhões de euros (no final de 2017). O acionista maioritário é a Semapa SGPS, com uma participação de 69,4%, e cerca de 29% do capital da empresa está no free float (ações destinadas à livre circulação no mercado) [88].

Com a morte de Pedro Queiroz Pereira, a 18 de agosto de 2018 [89], João Castello Branco foi designado presidente do Conselho de Administração da The Navigator Company até ao termo do mandato 2015/2018 [90].

Vice-presidente do Conselho de Administração, Diogo Rodrigues da Silveira é o presidente da Comissão Executiva (CEO) desde abril de 2014 [91]. Em fevereiro de 2019, Diogo da Silveira manifestou a vontade de não ser eleito para um novo mandato do Conselho de Administração, com João Castello Branco a assumir as funções de CEO interino a partir de 9 de abril [92].

Relação com a ComunidadeEditar

A The Navigator Company desenvolve projetos educacionais, campanhas de valorização social e iniciativas de apelo à sustentabilidade, com foco nas regiões onde se situam as suas unidades industriais e áreas florestais [93].

Entre os projetos de ligação às comunidades e aos parceiros, contam-se: o #MyPlanet [94] [95], que mostra hábitos de vida saudável; o Dá a Mão à Floresta, [96] que sensibiliza os mais novos para a necessidade de proteger e valorizar a floresta nacional; o Fórum de Sustentabilidade [97], plataforma de diálogo e cooperação com os stakeholders; o Dê mais Valor à sua Terra [98] [99], que promove a certificação e uma gestão sustentável da floresta junto dos produtores florestais; o Navigator Tour [100], programa de visitas às fábricas do Grupo; e o Navigator Art on Paper [101] [102], um prémio internacional de expressão artística representada em papel.

A The Navigator Company edita a “The Newsletter”, revista bimensal destinada a públicos internos e externos.

Marcas de PapelEditar

PapelEditar

  • Navigator
  • Navigator USA
  • Navigator Kids
  • Navigator Eco-Logica
  • Discovery
  • Discovery USA
  • Explorer
  • Explorer Recycled
  • Pioneer (Targeting Women)
  • Inacópia
  • Multioffice
  • Target

Papel OffsetEditar

  • Soporset
  • Soporset USA
  • Inaset
  • Iberset
  • Target Plus
  • Pioneer Pre-Print

Referências

  1. The Navigator Company no Euronext Lisboa
  2. The Navigator Company: História
  3. The Navigator Company: Relatório e Contas 2017, página 304
  4. Jornal Económico: João Castello Branco: conheça o novo CEO da Navigator
  5. The Navigator Company: Relatório e Contas 2017, página 55
  6. The Navigator Company: Perfil da Companhia
  7. The Navigator Company: Lista de Certificações
  8. The Navigator Company: Relatório e Contas 2017, página 107
  9. Euronext Lisbon: ver Key Figures, 2017
  10. http://www.semapa.pt/pt-pt/organigrama
  11. Jornal Económico: Portucel Soporcel é agora The Navigator Company
  12. The Navigator Company: Relatório de Sustentabilidade, página 37
  13. Banco BiG: Informação sobre Navigator]
  14. Jornal de Negócios: As 10 Maiores Importadores e as 10 Maiores Exportadores de 2018]
  15. The Navigator Company: Relatório e Contas 2017, página 7
  16. Dinheiro Vivo: Navigator aumenta capacidade da fábrica da Figueira da Foz]
  17. Informação à Imprensa: Três fábricas do grupo Portucel Soporcel geram mais de 30 mil empregos a nível nacional
  18. Jornal de Negócios: Fábricas da Portucel geram mais de 30 mil empregos em Portugal
  19. The Navigator Company: Relatório e Contas 2017, página 55
  20. Alves A.M., Pereira J.S. e Silva J.M.N. “A introdução e a expansão do eucalipto em Portugal”, in Alves A.M., Pereira J.S. e Silva J.M.N. (2007). “O eucaliptal em Portugal: impactes ambientais e investigação científica”. ISA Press, Lisboa - Página 17
  21. Dinheiro Vivo: Portucel. Pasta e papel conquistam espaço nos cinco continentes
  22. Pereira J.S. (2014). “O futuro da floresta em Portugal”. Ensaios da Fundação. FFMS - Página 75, ISBN 9789898662064
  23. Celpa.pt: Boletim Estatístico da Indústria Papeleira Portuguesa
  24. Radich M.C. e Alves A.A.M. “A floresta no século XX”, in Radich M.C. e Alves A.A.M. (2000). “Dois séculos de floresta em Portugal”. Ed. CELPA. Lisboa - Páginas 109 a 226
  25. The Navigator Company: História
  26. Semapa: História
  27. Semapa: História
  28. Grupo Portucel Soporcel: Inauguração da nova fábrica de papel - 6 de Novembro de 2009
  29. Grupo Portucel Soporcel: Políticas Ambientais
  30. Grupo Portucel Soporcel: Políticas Ambientais
  31. The Navigator Company: História
  32. Diário da República: Decreto-Lei n.º 554-A/76
  33. The Navigator Company: História
  34. Diário da República: Decreto-Lei 39/93 de 1993
  35. The Navigator Company: História
  36. Público: Portucel assegura 80 por cento da Soporcel
  37. Semapa: História
  38. Angop.ao: Lançado Conselho Consultivo para monitoria de projecto florestal
  39. Jornal Económico: Portucel Soporcel é agora The Navigator Company
  40. Diário de Notícias: Império de Queiroz Pereira nas mãos de três mulheres
  41. Jornal de Negócios: Semapa cumpre quotas com filhas de Queiroz Pereira na administração
  42. Documento de Pesquisa: Exploration of the Eucalyptus globulus gene pool
  43. The Navigator Company: Relatório e Contas 2017, página 30
  44. The Navigator Company: Pasta de Papel
  45. The Navigator Company: Pasta de Papel
  46. PIEP: PIEP cria biopolímero ecológico e resistente
  47. The Navigator Company: Papel
  48. Informação à Imprensa: Navigator desvenda nova imagem na Paperworld
  49. Portucel: Relatório e Contas 2010
  50. Alabrent.com: Soporset lanza un nuevo concepto de comunicación
  51. Jornal de Negócios: Portucel compra AMS por 80 milhões de euros
  52. Jornal de Negócios: Investimentos da Navigator em Cacia e Figueira já estão no terreno
  53. The Navigator Company: Relatório e Contas 2017, página 49
  54. The Navigator Company: Energia
  55. BCSD Portugal: Caso de Estudo "Baixo Carbono por Natureza"
  56. Navigator - Relatório de Sustentabilidade 2016-17, página 50
  57. EFACEC: Efacec constrói em Portugal a maior central solar fotovoltaica em ambiente industrial
  58. The Navigator Company: Relatório e Contas, páginas 30 e 65
  59. Informação à Imprensa: The Navigator Company reúne produtores florestais para promover a gestão florestal certificada
  60. Viveiros Aliança: página oficial
  61. The Navigator Company: Actividade
  62. RAIZ: website oficial
  63. Afocelca: website oficial
  64. The Navigator Company: Relatório e Contas, páginas 67
  65. The Navigator Company: Atividade
  66. The Navigator Company: Relatório e Contas 2017, páginas 34 e 44
  67. Complexo de Cacia: Informação
  68. The Navigator Company: Relatório e Contas 2017, página 50
  69. Complexo da Figueira da Foz: Informação
  70. Grupo Portucel Soporcel: "O papel é mais importante do que imagina"
  71. Informação à Imprensa – 18 de Novembro de 2016
  72. The Navigator Company: Perfil da Companhia
  73. Informação à Imprensa – 6 de Novembro de 2009
  74. Complexo de Setúbal: Informações
  75. About The Future: Informações
  76. Diário Económico: Portucel concluiu compra da AMS BR Star Paper
  77. The Navigator Company: Relatório e Contas 2017, página 34
  78. The Navigator Company: Relatório e Contas 2017, página 43
  79. HiperSuper.pt: Papel do Grupo recebe rótulo ecológico europeu
  80. AmbienteOnline.pt: Portucel Soporcel recebe rótulo ecológico
  81. [The Navigator Company: http://www.thenavigatorcompany.com/Institucional/A-Companhia-no-Mundo A Companhia no Mundo]
  82. Site Oficial
  83. Angop.ao: Moçambique: Lançado Conselho Consultivo para monitoria de projecto florestal
  84. SAPO: Portucel inaugura em setembro o maior viveiro de plantas em África
  85. Jornal de Negócios: Navigator reformula projecto em Moçambique e vai construir fábrica de estilha
  86. Portucel Soporcel, Anuário de Sustentabilidade 2014, 10 anos a comunicar sustentabilidade.
  87. «Lucros da Navigator sobem 50% para 53 milhões» 
  88. The Navigator Company: Relatório e Contas 2017, páginas 31 e 259
  89. Observador: Morreu Pedro Queiroz Pereira, um dos últimos grandes industriais
  90. ECO: Heinz-Peter Elstrodt sucede a Queiroz Pereira na Semapa
  91. Jornal de Negócios: Diogo da Silveira será o próximo CEO da Portucel
  92. Público: Diogo da Silveira deixa a presidência executiva da Navigator em Abril
  93. The Navigator Company: Sustentabilidade e Responsabilidade Social
  94. Jornal Económico: Navigator assume compromisso de promover uma vida sustentável
  95. Página oficial
  96. Página Oficial
  97. CIP: Navigator promove debate na 2ª Sessão do Fórum de Sustentabilidade
  98. DoPapel.com: Navigator promove gestão florestal certificada
  99. Notícias de Coimbra: Navigator incentiva Certificação Florestal na ExpoMortágua
  100. Navigator Tours: página oficial
  101. Expresso: Novo prémio internacional vai distinguir obras em papel
  102. Página oficial

ALVES, Jorge Fernandes - Indústria da pasta e do papel em Portugal – O grupo Portucel. Lisboa: Portucel SGPS, 2001.

Ligações ExternasEditar