Prêmio Açorianos de 2020

O Prêmio Açorianos é um evento realizado anualmente pela Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre. Dividido em cinco grandes áreas: música, literatura, teatro, artes plásticas e dança, premia os destaques na produção cultural da Cidade de Porto Alegre, com um troféu. As inscrições para o Prêmio se dão através de editais públicos e júris especializados selecionam os indicados para receber o prêmio. Podem participar todas as atividades adequadas dentro de sua categoria, realizadas no decorrer do ano anterior (2019).
Os eventos, que geralmente são realizados de forma separadas, quase não ocorreram neste ano. Em decorrência da Pandemia de COVID-19, somente o Prêmio Açorianos de Teatro teve a possibilidade ser realizado de forma física, ainda em Março. Os demais prêmios foram transmitidos de forma on-line no decorrer do ano.[1]

Prêmio Açorianos
44º Prêmio Açorianos
Data 2020
Organização Secretaria Municipal da Cultura (Porto Alegre)
Local Porto Alegre,  Rio Grande do Sul
País  Brasil
Prêmio Açorianos de 2018
Prêmio Açorianos de 2021

Prêmio Açorianos de Música editar

A divulgação do 29º Prêmio Açorianos de Música ocorreu de forma virtual em 28 de novembro de 2020. O evento, realizado pela Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão da UFRGS, através do Departamento de Difusão Cultural e do Salão de Atos, UFRGS TV e TVE, foi transmitido ao vivo de forma simultânea pela TVE, Canal do Youtube da UFRGS TV e na página do Facebook da Coordenação de Música da SMC e foi apresentado por Fernando Zugno e Negra Jaque, diretamente do Salão de Atos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com o tema Cidade da Música. Na ocasião foram premiados os melhores álbuns, intérpretes, compositores, instrumentistas e revelação nas seguintes categorias: Música Pop, Música Erudita, Música Instrumental, Música Regional e MPB. Também foi eleito o Melhor Álbum Infantil, Melhor Espetáculo Musical, DVD do Ano, Projeto Gráfico e Produtor Musical.

Ao longo da transmissão, os apresentadores convidaram os espectadores a acompanhá-los por um passeio pela Cidade da Música. A abertura se deu com a exposição Mais tambor menos motor, um trabalho que reúne os artistas do Quilombo do Sopapo, com trilha sonora de Richard Serraria, marcando o encerramento do Novembro Negro, mês de debate sobre uma sociedade antirracista. Em meio à transmissão diversos erros técnicos ocorreram, como a divulgação de prêmio em categorias diferentes aos que foram indicados. Alguns prêmios anunciados acabaram não sendo divulgados, como Álbum do Ano, Revelação do ano, Arranjador e Homenageado do Ano. A participação dos vencedores através de chamada de vídeo, também foi cercada de erros técnicos, como por exemplo, um artista estar participando da conversa fora de sua categoria de premiação.[2][3]

Prêmio Categoria Vencedor(es) Demais Indicado(s)
 
Melhor Disco
Pop Impermanência, Tati Portela Disco 03, Pimenta Buena
Meu Black é Rock, Matheu Corrêa
Plano de Fuga e Outros Planos, Monema
Pele/Osso, Bel Medula
Corpo/Espaço, As Tubas
Erudito Plural, José Milton Vieira Carmen&OsViolões, Violões de Porto e Ana Medeiros La Negra
Serenata, Cintia de Los Santos & Fabiano Cordella
Instrumental Beauty, João Maldonado Bicho Solto, Sexteto Gaúcho
Manacô, James Liberato
Travessia, Karmã
MPB Controversa, Adriana Deffenti Brasil Quilombo, Glau Barros
Contando Histórias, Calote
Regional Beira Mar, Beira Rio, Roberto Hahn e Volmir Coelho Vida e Verso, Jean Kirchoff
Infantil Musicards, Thiago Di Luca Plinc, Jorge H. S. Gomes
A Fubica da Vovó, Tuny Brum
 
Melhor Intérprete
Pop Tati Portela, por Impermanência Matheu Corrêa, por Meu Black é Rock
Saulo Fietz, por Hoje Eu Vejo
Sérgio Rojas, por Atemporal
Erudito Cintia de los Santos, por Serenata José Milton Vieira, por Plural
Instrumental Elias Barboza (Sexteto Gaúcho), por Bicho Solto João Maldonado, por Beauty
MPB Adriana Deffenti, por Controversa Dudu Sperb, por Navegante
Glau Barros, por Brasil Quilombo
Maria Luiza, por Samba e Amor
Regional Volmir Coelho, por Beira Mar, Beira Rio Jean Kirchoff, por Vida e Verso
 
Melhor Compositor
Pop Tati Portela, por Impermanência Bel Medula, por Pele/Osso
Clarissa Ferreira , por Corpo/Espaço (de As Tubas)
Marcelo Guimarães, por Fubango
Saulo Fietz, por Hoje Eu Vejo
Erudito Dimitri Cervo, por Música Sinfônica
Instrumental James Liberato, por Manacô Gambona , por Ventos do Sul (de Ventos do Sul)
João Maldonado, por Beauty
Yvan Etienne, por Travessia (de Karmã)
MPB Pedro Borghetti, por Linhas de Tempo
Regional Carlos Roberto Hahn, por Beira Mar, Beira Rio Rômulo Chaves, por Vida e Verso (de Jean Kirchoff)
 
Melhor Instrumentista
Pop Matheu Corrêa (guitarra), por Meu Black é Rock Dhouglas Umabel (violino), por Atemporal (de Sérgio Rojas)
João Correa (guitarra), por Disco 3 (de Pimenta Buena)
Erudito Diego Grendene (clarinete), por O Clarinete na obra de Bruno Kiefer Fernando Cordella (piano), por Serenata
José Milton Vieira (trombone), por Plural
Instrumental Gambona (guitarra), por Ventos do Sul (de Ventos do Sul) Yvan Etienne (sax), por Travessia (de Karmã)
MPB Daniel Wolff (violão), por Iberoamericano
Regional Régis Reis (violão), por Vida e Verso (de Rômulo Chaves) Violas ao Sul (viola), por Violas ao Sul
 
Artista Revelação
Pop Matheu Corrêa (compositor), por Meu Black é Rock Pimenta Buena (disco), por Disco 3
Bibiana Petek (Disco), por Músicas para Segunda-Feira
Bel Medula (Disco), por Pele/Osso
Erudito José Milton Vieira (instrumentista), por Plural
Instrumental Não houve indicados
MPB Glau Barros (intérprete), por Brasil Quilombo
Regional Não houve indicados
 
Espetáculo do Ano
Orquestra Villa-Lobos, Afrika Anatômica, Viridiana
Espetáculo Ayò, Jorge Foques
Brasil Quilombo, Glau Barros
Corpo/Espaço, As Tubas
Controversa, Adriana Deffenti
Atemporal, Sergio Rojas
 
DVD do Ano
Brasil Quilombo, Glau Barros
 
Projeto Gráfico
Plano de Fuga e outros planos, Monema
 
Produtor musical
Matias Pinto, por Bicho Solto (de Sexteto Gaúcho)

Prêmio Açorianos de Literatura editar

A divulgação do 27º Prêmio Açorianos de Literatura ocorreu de forma virtual em 17 de dezembro de 2020. O evento, realizado pela Coordenação de Literatura e Humanidades da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre, foi transmitido ao vivo pelo Facebook na página da Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães e foi apresentado pelo professor e escritor Sergius Gonzaga. Na ocasião foram premiados os melhores livros, escritos em 2019, em 10 categorias literárias: Conto, Crônica, Ensaio de Literatura e Humanidades, Especial, Infantil, Infanto-Juvenil, Narrativa Longa e Poesia. As categorias Capa e Projeto Gráfico foram extintos na edição de 2017. Uma peculiaridade desta edição ficou na categoria de Narrativa Longa, um empate entre os livros escritos por Altair Martins e Paulo Scott. Os 10 vencedores de cada categoria, concorriam ao prêmio maior: Livro do Ano. O grande vencedor foi Tudo tem a ver, de Arthur Nestrovski. Os vencedores receberam o troféu desenhado por Xico Stockinger.[4][5]

Prêmio Categoria Vencedor(es) Demais Indicado(s)
 
Livro do Ano
Tudo tem a ver, de Arthur Nestrovski
 
Melhor Livro
Categoria Especial Cem poemas de cem poetas: a mais querida antologia poética do Japão, por Andrei Cunha (tradutor) As flores do mal (Baudelaire) – Edição comemorativa, por Eduardo Guimarães (tradutor)
Rio Grande do Sul: Cultura e Identidade, de Eurico Salis
Conto Como se mata uma ilha, de Priscila Pasko Os cadernos de solidão de Mário Lavale, de Arthur Telló
Ralé, de Flávio Ilha
Crônica Comigo no cinema, de Martha Medeiros A porta do chapéu, de Celso Gutfreind
Não existe mais dia seguinte, de Vitor Necchi
Ensaios de Literatura e Humanidades Tudo tem a ver, de Arthur Nestrovski Literatura à margem, de Cristóvão Tezza
Retratos do conto, de Gilda Neves Bittencourt
Literatura Infantil Histórias de (não) era uma vez, de Maria Luiza Puglia e Martina Schreiner (ilustrações) Problema que bicho tem, de Caio Riter, Irana Moraes e Simone Matias (ilustrações)
A viagem da bruxa, de Celso Gutfreind e Martina Schreiner (ilustrações)
Literatura Infanto-Juvenil Rabiscos, de Luís Dill e Fernando Vilela (ilustrações) Contos soturnos, de Milene Barazzetti e Marlon Costa (ilustrações)
Manto de coragem, de Athos Beuren e Wellington Diaz (ilustrações)
Narrativa Longa Os donos do inverno, de Altair Martins Doze lições, de Daniela Kern
Marrom e amarelo, de Paulo Scott
Poesia Apenas por nós choramos, de Anna Mariano Fabulário, de Ana Santos
Lícidas, de Leonardo Antubes

Prêmio Açorianos de Artes Plásticas editar

A divulgação do 13º Prêmio Açorianos de Artes Plásticas ocorreu de forma virtual em 17 de setembro de 2020. O evento, Realizado pela Coordenação de Artes Plásticas da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre, foi transmitido ao vivo pelo Canal do Youtube do Atelier Livre Xico Stockinger e foi apresentado pela jornalista Carol Anchieta e pela poeta Agnes Mariá. Na ocasião foram premiadas dez categorias: Artista destaque, Artista em início de trajetória, Curadoria, Exposição individual, Exposição coletiva, Projetos de ação, difusão e inovação, Publicações, Ação de educação, Acervo e Instituição. Também houve premiação para Artista Destaque escolhido pelo Júri, além do Prêmio Jovem Curador Aliança Francesa, uma parceria entre a Aliança Francesa e a Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre, que concedeu uma viagem à França ao vencedor. A comissão julgadora (júri) foi composta por Luisa Kiefer, Fernanda Albuquerque e Daniel Escobar. Para o júri de premiação foram incluídas também Marina Camargo e Mélanie Le Bihan.

O evento ainda homenageou a artista Mara Álvares, que na ocasião lançou uma exposição virtual com curadoria da artista, educadora e pesquisadora Mônica Hoff e ação educativa da pesquisadora de artes plásticas Vitória Morlin. Lou Borguetti e Danúbio Gonçalves, ambos falecidos em 2020, também receberam homenagens.[6][7]

Prêmio Categoria Vencedor(es) Demais Indicado(s)
 
Destaque Artista
Artista do Ano Teresa Poester Amélia Brandelli
Marisa Carpes
Artista em Início de Trajetória Manoela Furtado Camila Proto
Verônica Vaz
 
Destaque Ações
Ações de Difusão e Inovação 6º Festival Kino Beat Artikin
Mulheres nos Acervos - Pesquisa Colaborativa: Cristina Barros, Marina Roncatto, Mel Ferrari e Nina Sanmartin
Ações de Educação 10x15: Momentos de não calar, CAP/UFRGS Ação educativa, MARGS
Claudia Hamerski, Projeto curadoria educativa, Galeria Ecarta
 
Destaque Acervo
Mulheres nos Acervos - Pesquisa Colaborativa: Cristina Barros, Marina Roncatto, Mel Ferrari e Nina Sanmartin Grupo de Bagé - Os Quatro, Caroline Hädrich e Carolina Bouvie Grippa, Fundação Iberê
Ações de difusão do acervo da Pinacoteca Barão de Santo Ângelo, Parceria DDC - Acervo PBSA, UFRGS
 
Destaque Curadoria
Gabriel Cevallos Ana Carvalho Albani
Mulheres nos Acervos - Pesquisa Colaborativa: Cristina Barros, Marina Roncatto, Mel Ferrari e Nina Sanmartin
 
Destaque Exposição
Exposição Individual Bruno Borne - Ponto vernal, no Museu de Arte do Rio Grande do Sul Aldo Malagoli (MARGS) Eduardo Montelli - Como faremos para desaparecer, na Fundação Cultural e Assistencial Ecarta
Rochele Zandavalli - Nosso Lugar ao Sol, no Centro Cultural da UFRGS
Exposição Coletiva As Coisas que são ditas antes, Ocupação. Residência. Exposição, Casa Baka Acervo em Movimento - Um experimento de curadoria compartilhada entre as equipes do MARGS
Faltava-lhe apenas um defeito para ser perfeita, Ío, Museu do Trabalho
 
Destaque Instituição
Museu de Arte do Rio Grande do Sul Aldo Malagoli (MARGS) Casa Baka Arte e Cultura
Centro Cultural da UFRGS
 
Destaque Publicação
Diário de uma boneca, Lia Menna Barreto - FVCB Lenir de Miranda: Pintura Périplo, Icleia Borsa Cattani e Paula Ramos, Editora da UFRGS
O Percurso de um olhar, Luiz Carlos Felizardo, Departamento de Difusão Cultural, Biblioteca Central da UFRGS
 
Destaques Especiais
Destaque do Júri Luiz Carlos Felizardo, pelo livro O percurso de um olhar
Noite dos Museus, organizado pela Rompecabezas
Prêmio Jovem Curador Aliança Francesa Izis Abreu

Prêmio Açorianos de Teatro editar

A divulgação do 44º Prêmio Açorianos de Artes Cênicas ocorreu em 7 de março de 2020, no Teatro Renascença. O evento, realizado pela Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre, único a ser promovido de forma presencial no ano, foi apresentado por Miriã Possani, Valeria Barcellos, Ander Belotto e Thiago Souza, acompanhados pelo maestro Renato Borba. Na ocasião foram entregues 30 prêmios para os destaques dos palcos porto-alegrenses, em três premiações distintas: Prêmio Açorianos, Revelação e Tibicuera (Teatro infantil). Neste ano houve pela primeira vez a premiação para a categoria Melhor Elenco.[8]

A escolha dos indicados ao Prêmio Açorianos contou com um júri formado por Lauro Ramalho, Roger Lerina, Fernando Zugno, Thiago Pirajira, Cristiano Vieira, Claudia Sachs e Ciça Reckziegel. Para os indicados ao Prêmio Tibicuera, o júri foi composto por Arlete Cunha, Léo Maciel, Letícia Vieira, Fernando Zugno, Patrícia Fagundes e Michele Rolim. Integraram o júri do Prêmio Revelação Adriane Azevedo, Eduardo Cardoso Batista, Fernando Zugno e Gleniana Peixoto.[9]

Prêmio Categoria Vencedor(es) Demais Indicado(s)
 
Espetáculo
Melhor Espetáculo Tocar Paraíso Expresso Paraíso
Dispositivo-Gaivota
A Última Peça
2068
Espetáculo Revelação Os Mamutes Nosso estado de sítio
Fábrica de Robôs
Filhas do Sal
Sobre Nós
 
Direção
Melhor Direção João de Ricardo, por Tocar Paraíso Maurício Casiraghi, por Expresso Paraíso
Ricardo Zigomático, por Milhões contra Um
Francisco Gick, por Dispositivo-Gaivota
Gabriela Poester, por A Última Peça
Direção Revelação Jardel Rocha, por Filhas do Sal Gustiele Fistarol, por Estava em minha casa quando a chuva viesse
O grupo, por Os Mamutes
Eduardo Arruda, por Leonce & Lena
 
Atriz
Melhor Atriz Evelyn Ligocky, por Tocar Paraíso Danuta Zaghetto, por Expresso Paraíso
Fernanda Carvalho Leite, por Tocar Paraíso
Débora Finocchiaro, por Diário Secreto de uma secretária bilíngue
Ana Luiza Bergmann, por Terra Adorada
Atriz Coadjuvante Nina Piccoli, por Dispositivo-Gaivota Mirna Spritzer, por Expresso Paraíso
Mariana da Rosa, por Expresso Paraíso
Jezebel de Carli, por Dispositivo- Gaivota
Gabriela Lablonovski, por F.R.A.M.E.S.
Atriz Revelação Ana Caroline Ledur, Fabiola Cristina Orth, Gabriela Mariana Mauss, Joana Gabriela Orth e Nicole Maria Orth, por As Filhas do Sal Mariana Fernandes e Marina Greve, por Os Mamutes
Maria Luiza Bufrem, por Sobre Nós
 
Ator
Melhor Ator Carlos Azevedo, por Milhões Contra Um Sandro Marques, por Malone Morre
Daniel Lion, por TOC: uma comédia obsessiva compulsiva
Rossendo Rodrigues, por Expresso Paraíso
João de Ricardo, por Tocar Paraíso
Ator Coadjuvante Gustavo Dienstmann, por Dispositivo-Gaivota Erick Flores, por Malone Morre
Paulo Roberto Farias, por Expresso Paraíso
Diogo Rigo, por Dispositivo-Gaivota
Lucas Prado, por F.R.A.M.E.S.
Ator Revelação Henrique Strieder, por Os Mamutes Gabriel Martins, por Fábrica de Robôs
Pablo Bertol, por Leonce & Lena
Lincoln Speziali, por Sobre Nós
 
Elenco
A Última Peça TOC: uma comédia obsessiva compulsiva
Dispositivo-Gaivota
Tocar Paraíso
2068
 
Dramaturgia
Complô Cunhã, por Terra Adorada Amanda Ghatti, por Milhões Contra Um
Úrsula Collischonn, por A Última Peça
Diones Camargo, por F.R.A.M.E.S.
Júlia Kieling, por Sedimentos
 
Produção
Máscara en Cena, por 2068 Lutti Pereira e Daniel Lion, por TOC: uma comédia obsessiva compulsiva
NEELIC, por Merda!
Teatro Sarcáustico , por A Última Peça
Eduardo Kraemer, por Homem de Lugar Nenhum
 
Trilha sonora
Caio Amon, por Expresso Paraíso Cambada de Teatro em Ação Direta Levanta Favela, por Malone Morre
Vitório Oliveira Azevedo, por Milhões Contra Um
Daniel Rhoitman, Rodrigo Fernandez e Cia Espaço em Branco, por Tocar Paraíso
Caio Amon, por 2068
 
Iluminação
Luciana Tondo, por Expresso Paraíso Casemiro Azevedo, por Milhões contra Um
Carol Zimmer, por Dispositivo-Gaivota
João de Ricardo e Luccas Simas, por Tocar Paraíso
Fabiana Santos, por 2068
 
Figurino
Diego Steffani, por Os Palhaços de Tchekhov Daniel Lion, por TOC: uma comédia obsessiva compulsiva
Gustavo Dienstmann, por Dispositivo-Gaivota
Cia Espaço em Branco, por Tocar Paraíso
Liane Venturella, por 2068
 
Cenografia
Guega Peixoto e Francisco Gick, por Dispositivo-Gaivota O Grupo, por Milhões contra Um
Cia Espaço em Branco, por Tocar Paraíso
Diego Steffani, por Os Palhaços de Tchekhov
Complô Cunhã, por Terra Adorada

Prêmio Tibicuera de Teatro Infantil editar

Prêmio Categoria Vencedor(es) Demais Indicado(s)
 
Espetáculo
Os Saltim(b)ancos Alice Além da Toca do Coelho
A Extraordinária Aventura Romântica de Miranda e Leo Lorival – Esta peça contém um dragão
 
Direção
Adriane Mottola, por A Extraordinária Aventura Romântica de Miranda e Leo Lorival - Esta Peça Contém um Dragão Sue Gotardo, por Alice Além da Toca do Coelho
Fabrízio Gorziza, por Os Saltim(b)ancos
 
Atriz
Melhor Atriz Miriã Rossani, por A Extraordinária Aventura Romântica de Miranda eLeo Lorival - Esta Peça Contém um Dragão Fernanda Beppler, por Bailinho Mototóti
Danuta Zaghetto, por Alice Além da Toca do Coelho
Janaína Pelizzon, por A Extraordinária Aventura Romântica de Miranda e Leo Lorival – Esta peça contém um dragão
Natasha Villar, por Praga de Unicórnios
Atriz Coadjuvante Miriã Rossani, por A Extraordinária Aventura Romântica de Miranda eLeo Lorival - Esta Peça Contém um Dragão Clarissa Sister, por As Aventuras e Desventuras de Pinóquio
Kiti Santos, por O Mágico de Oz
 
Ator
Melhor Ator Luíz Manoel, por Alice Além da Toca do Coelho Geison Aquino, por Bailinho Mototóti
Fabrízio Gorziza, por O Gato de Botas e … Bombachas
Duda Cardoso, por A Extraordinária Aventura Romântica de Miranda e Leo Lorival – Esta peça contém um dragão
Lucas Krug, por O Maravilhoso Mágico de Oz
Ator Coadjuvante Dejayr Ferreira, por O Gato de Botas e... Bombachas Henrique Gonçalves, por Bailinho Mototóti
Carlos Paixão, por O Enigma das Caixas
Yuri Niederauer, por Os Saltim(b)ancos
Diego Steffani, por O Maravilhoso Mágico de Oz
 
Elenco
Os Saltim(b)ancos Alice Além da Toca do Coelho
A Extraordinária Aventura Romântica de Miranda e Leo Lorival – Esta peça contém um dragão
 
Dramaturgia
Danuta Zaguetho, Fabiana Santos , Luiz Manoel, Sue Gotardo e Thiago Silva, por Alice além da Toca do Coelho Elô Fernandes e Helô Bacichette, por O Enigma das Caixas
Charles Ferreira, por O Gato de Botas e… Bombachas
 
Produção
Ursula Collischonn, por Praga de Unicórnio Paulo Guerra, por O Enigma das Caixas
Telúrica Produções, por O Gato de Botas e… Bombachas
Cia de Teatro Menino Tambor, por O Mágico de Oz Sue Gotardo, por Alice Além da Toca do Coelho
 
Trilha sonora
Felipe Zancanaro, por A Extraordinária Aventura Romântica de Miranda e Leo Lorival - Esta Peça Contém um Dragão Arthur Barbosa Neto, por O Gato de Botas e… Bombachas
Vitório Azevedo e Casemiro Azevedo, por A Praga de Unicónios
Álvaro RosaCosta, por O Maravilhoso Mágico de Oz
 
Iluminação
Ricardo Vivian, por A Extraordinária Aventura Romântica de Miranda e Leo Lorival - Esta Peça Contém um Dragão Anilton Souza, por O Enigma das Caixas
Nara Lúcia Maia, por O Gato de Botas e… Bombachas
Marga Ferreira, por Alice Além da Toca do Coelho
Nara Lúcia Maia, por Os Saltim(b)ancos
 
Figurino
Claudio Benevenga, por O Gato de Botas e... Bombachas Titi Lopes, por O Enigma das Caixas
Daniel Lion, por Alice Além da Toca do Coelho
Diane Sbardelloto, por Os Saltim(b)ancos
Daniel Lion, por O Maravilhoso Mágico de Oz
 
Cenografia
Marcos Buffon, por O Gato de Botas e... Bombachas Jony Pereira, por O Enigma das Caixas
Alex Limberger, por Alice Além da Toca do Coelho
Yara Balboni, por A Extraordinária Aventura Romântica de Miranda e Leo Lorival – Esta peça contém um dragão
Lucas Krug, por O Maravilhoso Mágico de Oz

Prêmio Açorianos de Dança editar

A divulgação do 17º Prêmio Açorianos de Dança ocorreu de forma virtual em 27 de setembro de 2020. O evento, Realizado pelo Centro Municipal de Dança da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre, foi transmitido ao vivo pela página do Facebook do Centro de Dança e foi apresentado por Aline Marques e Eduardo D'Ávila. Na ocasião foram premiadas dez categorias: Espetáculo do Ano, Direção, Bailarino, Bailarina, Coreografia, Cenografia, Iluminação, Figurino, Trilha Sonora e Produção. Outras 11 categorias especiais, premiaram destaques em diversas áreas da Dança Porto Alegrense. A comissão julgadora era composta por 23 profissionais da área.

O Espetáculo Dura Máter, indicado em oito das dez categorias principais, confirmou o seu favoritismo, vencendo em três categorias, incluindo o Espetáculo do Ano. Cláudio Etges recebeu o Prêmio de Personalidade do Ano, pela sua trajetória de mais de 40 anos como fotógrafo de dança no Rio Grande do Sul, registrando e dando visibilidade para milhares de produções ao longo das últimas décadas. Entre os homenageados também estiveram Curso de Dança da UFRGS pelos dez anos de atividade, ajudando a consolidar a pesquisa, o ensino e a arte da dança no campo acadêmico, e o Conjunto de Folclore Internacional Os Gaúchos, pelos 50 anos de pesquisa e divulgação da arte folclórica dos povos através da música e da dança. [10][11]

Prêmio Vencedor(es) Demais Indicado(s)
 
Espetáculo do Ano
Dura Máter Afluência
Chromos
Reutilizáveis Corpos Descartáveis
Tiger Balm
 
Direção
Coletivo Grupelho, por Tiger Balm Bruna Gomes, por Dura Máter
Direção coletiva pelo Espetáculo Afluência
Gustavo Silva, por Chromos
Patrícia Nardelli e Luíza Fischer, por Três Canções
 
Bailarino
Pedro Coelho, por Reutilizáveis Corpos Descartáveis Bruno Manganelli, por FM
Leonardo Maia Moreira, por Pétalas ao Vento
Robinson Gambarra, por Arcanum
Willian Dipe Anga, por Chromos
 
Bailarina
Marilice Bastos, por Translúcido Geórgia Macedo, por Afluência
Louíse Lucena, por Do lugar onde habito
Luíse Robaski, por Reutilizáveis Corpos Descartáveis
Taís da Cunha Schneider, por Dura Máter
 
Coreografia
Maurício Miranda, por Reutilizáveis Corpos Descartáveis Bruna Gomes, por Dura Máter
Geórgia Macedo, por Afluência
Gustavo Silva, por Chromos
Marilice Bastos, por Translúcido
 
Cenografia
Reynaldo Netto, Daisy Homrich e Lucas Busato, por O Paradoxo da Queda Al-Málgama, por Dura Máter
Companhia H, por FM
Gustavo Silva, por Chromos
Isabel Ramil, por Afluência
 
Iluminação
Gustavo Silva, por Chromos Casemiro Azevedo, por Ranhuras
Karrah, por Reutilizáveis Corpos Descartáveis
Leandro Gass, por Dura Máter
Lucca Simas, por O Paradoxo da Queda
 
Figurino
Loraine Santos, por Dura Máter Ateliê Alfa, por FM
Antônio Rabadan, Júlia Dieguez Lippel, Mova e elenco, por Reutilizáveis Corpos Descartáveis
Graça Ferrari, por Tiger Balm
Gustavo Silva, por Chromos
 
Trilha Sonora
Felipe Zancanaro e Thiago Ramil, por Afluência Flamenco Popular, por Arcanum
Henrique Fagundes, por Tiger Balm
Patrícia Nardelli, por Três Canções
Robson Serafini, por Metades
 
Produção
Al-Málgama, por Dura Máter Dullius Dance, por Unífico
Cintia Bracht, elenco Guadalupe Casal, por Reutilizáveis Corpos Descartáveis
Guilherme Conrad, por O Paradoxo da Queda
Luka Ibarra (Lucida Desenvolvimento Cultural), por FM
Prêmios Destaque
 
Destaque em Ballet Clássico
ABC Dança Festival Infantil, criado e organizado pela professora Samanta Bueno Medina Dançar é arte - da ONG Renascer da Esperança Restinga coordenado por Daniel Santo
Festival Internacional de Dança de Porto Alegre - organizado e realizado pelo Ballet Vera Bublitz
Gala Ballet 2019 – criado e organizado por Cris Fragoso
Gisele Meinhardt
 
Destaque em Sapateado
Ilha, pela Pesquisa em TAP Heloísa Bertoli
Cia Claquê, pelo Espetáculo Hoje tem Espetáculo
Mulher de Fases
Tap Hour
 
Destaque em Flamenco
Silvia Canarim Ana Medeiros, pelo CD Carmen & os Violões
Companhia Del Puerto
Marco van Teffelen
 
Destaque em Jazz
Escobar Junior POA Dança Jazz
Igor Zorzella
Espetáculo Reutilizáveis Corpos Descartáveis
Grupo de Dança Move It
 
Destaque em Dança do Ventre
Al-Málgama, pelo espetáculo Dura Máter Karine Neves, pelo Espetáculo Conexões
Gabriela Bonatto
Grupo Filhas de Rá, pelo Espetáculo Deusas
Fernando Espinosa
 
Destaque em Danças Urbanas
Coletivo Underground Queen Leleo (Leonardo Meirelles)
Syl Rodrigues, diretor artístico da Flashblack Cia de Dança
 
Destaque em Dança Contemporânea
Coletivo Moebius, pelos Espetáculos Ranhuras, Três Canções e Poéticas Espetáculo Afluência
Estúdio Amplo
Laura Bernardes e Milena Fernandes, pela performance Despertar
Projeto Degustação de Movimentos com o Mímese, por Mímese Cia. de Dança-Coisa
 
Destaque em Danças Folclóricas/Étnicas
Pablo Geovane Afrosul/Odomodê
La Marropeña Brasil
Movimento Cênico do Cesmar/Centro Social Marista de Porto Alegre
Movimento Meninas Crespas
 
Destaque em Projeto de Formação e Difusão em Dança
Dança e Saúde Mental ABC Dança Festival Infantil
Degustação de movimentos com o Mímese
Musas e Muso do Ceprima
Projeto Dança & Parkinson
 
Destaque em Novas Mídias
Cross-Cap, por Lícia Arosteguy Contágio, pelo Coletivo Opsis
Depois em voz alta, por Anne Plein e Caroline Turchiello
Home. pleo Grupo K-Klass
 
Destaque em Dança de Salão
Martha Royer Caroline Wüppel
Eduardo Santacruz
Martha Royer (Zathus Espaço de Dança)
Zouk na Rua

Referências

  1. «Prêmio Açorianos de Artes Plásticas é suspenso temporariamente». Diário de Canoas. 29 de março de 2020. Consultado em 25 de março de 2021 
  2. «Açorianos de Música ocorre de forma virtual neste sábado». Site Oficial da Prefeitura de Porto Alegre. 28 de novembro de 2020. Consultado em 25 de março de 2021 
  3. «Veja os vencedores do Prêmio Açorianos de Música». Zero Hora. 28 de novembro de 2020. Consultado em 25 de março de 2021 
  4. «Divulgados os finalistas do Prêmio Açorianos de Literatura». Site Oficial Prefeitura de Porto Alegre. 3 de dezembro de 2020. Consultado em 24 de março de 2021 
  5. «Veja os vencedores do Prêmio Açorianos de Literatura». Zero Hora. 17 de dezembro de 2020. Consultado em 24 de março de 2021 
  6. «Vencedores do Prêmio Açorianos de Artes Plásticas serão conhecidos nesta quinta-feira». Site Oficial Prefeitura de Porto Alegre. 17 de setembro de 2020. Consultado em 24 de março de 2021 
  7. «Vencedores do 13º Prêmio Açorianos de Artes Plásticas são anunciados». Zero Hora. 18 de setembro de 2020. Consultado em 24 de março de 2021 
  8. «Revelados vencedores do Prêmio Açorianos de Artes Cências». Site Oficial Prefeitura de Porto Alegre. 8 de março de 2020. Consultado em 30 de março de 2021 
  9. «Conheça os indicados ao Prêmio Açorianos de Teatro». Zero Hora. 24 de janeiro de 2020. Consultado em 30 de março de 2021 
  10. «Vencedores do Prêmio Açorianos de Artes Plásticas serão conhecidos nesta quinta-feira». Site Oficial Prefeitura de Porto Alegre. 17 de setembro de 2020. Consultado em 25 de março de 2021 
  11. «"Dura Máter" é o grande vencedor do Prêmio Açorianos de Dança». Zero Hora. 17 de setembro de 2020. Consultado em 25 de março de 2021