Prêmio Guarani de Melhor Ator

O Prêmio Guarani de Melhor Ator é um dos prêmios oferecidos pelo Prêmio Guarani do Cinema Brasileiro, concedido pela Academia Guarani de Cinema e entregue em honra aos atores que se destacam no papel principal de obras cinematográficas de determinado ano. Esta categoria está presente no Guarani desde a primeira cerimônia, ocasião em que Marco Nanini venceu por sua interpretação Carlota Joaquina, Princesa do Brazil.[1] A comissão de indicação é composta por mais de quarenta profissionais da crítica cinematográfica, que convidam mais críticos para a fase de seleção dos ganhadores.[2]

Prêmio Guarani de Melhor Ator
Vencedor mais recente: Irandhir Santos (2021)
Descrição Melhor Performance de um Ator no Papel Principal
Apresentação Academia Guarani de Cinema
País  Brasil
Primeira cerimónia 1996
Detentor atual Irandhir Santos, Fim de Festa (2021)
Jorge Bolani, Aos Olhos de Ernesto (2021)
Sítio oficial

Nos primeiros dois anos, apenas três atores eram indicados nesta categoria.[1] Nos dois anos seguintes, essa quantidade aumentou para quatro atores indicados.[3][4] A partir de 2000, a categoria passou a contemplar cinco atores por ano.[5]

Desde sua criação, 19 atores já foram premiados com o Guarani de Melhor Ator. Irandhir Santos e Wagner Moura são os maiores vencedores desta categoria com três vitórias cada.[6] Daniel de Oliveira, Irandhir Santos, João Miguel, Lázaro Ramos e Marco Nanini já venceram duas vezes esta categoria. Selton Mello e Wagner Moura são recordistas de indicação, com sete cada.[7][6] Lázaro Ramos é o ator mais jovem da história a receber o prêmio, com apenas 25 anos de idade, por Madame Satã em 2003, já Marco Nanini é o ator mais velho a receber o premio, aos 72 anos, por seu filme Greta em 2020.[8] Em 2021, pela primeira vez na história da premiação, ocorreu um empate de categoria quando Irandhir Santos e Jorge Bolani venceram o prêmio de melhor ator por Fim de Festa e Aos Olhos de Ernesto, respectivamente.[9][10]

Indicados e vencedoresEditar

O ano indicado refere-se ao ano em que ocorreu a cerimônia de premiação, na maioria das vezes relativo ao catálogo de filmes produzidos no ano anterior. Os vencedores aparecem no topo da lista e destacados em negrito, de acordo com o site Papo de Cinema:

 
Marco Nanini foi o primeiro vencedor, pela atuação em Carlota Joaquina, Princesa do Brazil em 1996. Ele também venceu por Greta (2020).
 
Chico Diaz venceu pela sua interpretação em Corisco e Dadá. (1997)
 
Paulo Betti venceu pelo desempenho em Guerra de Canudos (1998).
 
Stênio Garcia conquistou o prêmio por Eu, Tu, Eles (2001).
 
Lázaro Ramos conquistou duas vitórias: Madame Satã (2003) e O Homem que Copiava (2004).
 
Daniel de Oliveira venceu duas de suas seis indicações, por Cazuza (2005) e A Festa da Menina Morta (2010).
 
João Miguel também possui duas vitórias, por Cinema, Aspirinas e Urubus (2006) e Estômago (2009).
 
Antônio Calloni conquistou o prêmio por Anjos do Sol (2007).
 
Wagner Moura detém o título de mais premiado com três vitórias de suas sete indicações.
 
Caio Blat venceu a categoria pelo filme Bróder (2012).
 
Irandhir Santos venceu três vezes pelo desempenho em Febre do Rato (2013), Tatuagem (2014) e Fim de Festa (2020).
 
Murilo Benício se saiu vitorioso por sua atuação em O Animal Cordial (2019).
Ano Atriz Papel Filme Ref.
1996
Marco Nanini Dom João VI de Bragança Carlota Joaquina - Princesa do Brazil [1]
Fernando Alves Pinto Paco Terra Estrangeira
Henry Czerny Michael Coleman Jenipapo
1997
Chico Diaz Cristino Gomes da Silva Cleto (Corisco) Corisco e Dadá [1]
Antônio Fagundes Chico Silva Doces Poderes
Cassiano Carneiro Fernando Ramos da Silva (Pixote) Quem Matou Pixote?
1998
Paulo Betti Zé Lucena Guerra de Canudos [3]
Chico Diaz Múcio Os Matadores
Cláudio Marzo Sílvio Proença O Homem Nu
Pedro Cardoso Paulo O Que É Isso, Companheiro?
1999
José Dumont Lineu Kenoma [4]
Marco Nanini Alves Amor & Cia
Paulo José Policarpo Quaresma Policarpo Quaresma, Herói do Brasil
Paulo Vespúcio Vítor Um Céu de Estrelas
2000
Luís Melo Sérgio Por Trás do Pano [5]
Carlos Alberto Riccelli Hermes Dois Córregos
Luiz Carlos Vasconcelos João O Primeiro Dia
Paulo Betti Irineu Evangelista de Sousa Mauá: O Imperador e o Rei
Raul Gazolla Tito Balcárcel A Hora Mágica
2001
Stênio Garcia Zezinho Eu, Tu, Eles [11]
Antônio Fagundes Pedro Paulo Bossa Nova
Lima Duarte Osias Eu, Tu, Eles
Matheus Nachtergaele João Grilo O Auto da Compadecida
Selton Mello Chicó O Auto da Compadecida
2002
Rodrigo Santoro Neto Bicho de Sete Cabeças [12]
Marco Nanini Alberto Copacabana
Murilo Benício Carlos Amores Possíveis
Tony Ramos Inspetor Guedes Bufo & Spallanzani
Werner Schünemann General Netto Netto Perde Sua Alma
2003
Lázaro Ramos[13] João Francisco dos Santos / Madame Satã Madame Satã [14]
Leandro Firmino Zé Pequeno Cidade de Deus
Marco Ricca Ivan Soares O Invasor
Rodrigo Santoro Tonho Abril Despedaçado
Selton Mello André Lavoura Arcaica
2004
Lázaro Ramos André O Homem que Copiava [15]
Ary França Durval Durval Discos
Matheus Nachtergaele Dunga Amarelo Manga
Murilo Benício Máiquel O Homem do Ano
Selton Mello Leléu Antônio da Anunciação Lisbela e o Prisioneiro
2005
Daniel de Oliveira Cazuza Cazuza: O Tempo Não Para [16]
José Dumont Antônio Biá Narradores de Javé
Paulo José Benjamin Zambraia Benjamim
Pedro Cardoso Célio Rocha Redentor
Raul Cortez Dr. Camargo O Outro Lado da Rua
2006
João Miguel Ranulpho Cinema, Aspirinas e Urubus [17]
Ângelo Antônio Francisco José de Camargo 2 Filhos de Francisco
Flávio Bauraqui Jorge "Jorginho" Quase Dois Irmãos
Lázaro Ramos Deco Cidade Baixa
Wagner Moura Naldinho Cidade Baixa
2007
Antônio Calloni Saraiva Anjos do Sol [18]
Gustavo Falcão Antônio A Máquina
Lázaro Ramos João de Camargo Cafundó
Marco Nanini Tony Albuquerque / Cleide Albuquerque Irma Vap: O Retorno
Matheus Nachtergaele Joaquim Silva "Quinzinho" Tapete Vermelho
2008
Wagner Moura Roberto Nascimento Tropa de Elite [19]
Júlio Andrade Ciro Cão Sem Dono
Leonardo Medeiros Ênio Não Por Acaso
Rodrigo Santoro Pedro Não Por Acaso
Selton Mello Lourenço O Cheiro do Ralo
2009
João Miguel Raimundo Nonato Estômago [20]
Leonardo Medeiros Caio Feliz Natal
Selton Mello João Guilherme Estrella Meu Nome Não É Johnny
Thiago Martins Era Uma Vez...
Wagner Moura Pedro Romance
2010
Daniel de Oliveira Santinho A Festa da Menina Morta [21]
Cauã Reymond Léo Se Nada Mais Der Certo
Júlio Andrade Alberto Hotel Atlântico
Selton Mello Jean Charles de Menezes Jean Charles
Tony Ramos Segismundo Tempos de Paz
2011
Wagner Moura Roberto Nascimento Tropa de Elite 2: O Inimigo Agora É Outro [22]
Caio Blat Zeca Histórias de Amor Duram Apenas 90 Minutos
Daniel de Oliveira William da Silva Lima 400 contra 1
Marco Nanini Odorico Paraguaçu O Bem-Amado
Nelson Xavier Francisco Cândido Xavier "Chico Xavier" Chico Xavier
2012
Caio Blat Macú Bróder [23]
Fernando Bezerra Expedito Transeunte
Rodrigo Santoro Marcos Meu País
Selton Mello Benjamin / Palhaço Pangaré O Palhaço
Wagner Moura Marcelo Nascimento da Rocha VIPs
2013
Irandhir Santos Zizo Febre do Rato [24]
Felipe Kannenberg Dante Becker Menos que Nada
João Miguel João À Beira do Caminho
Rodrigo Santoro Heleno de Freitas Heleno
Gustavo Machado Cauby Eu Receberia as Piores Notícias dos seus Lindos Lábios
2014
Irandhir Santos Clécio Wanderley Tatuagem [25]
Edmilson Filho Francisgleydisson "Francis" Peixoto da Silveira Cine Holliúdy
Fabrício Boliveira João de Santo Cristo Faroeste Caboclo
Thiago Mendonça Renato Russo Somos Tão Jovens
Wagner Moura Théo Gadelha A Busca
2015
Wagner Moura Donato Praia do Futuro [26]
Marat Descartes Júnior Quando Eu Era Vivo
Matheus Nachtergaele Joãosinho Trinta Trinta
Milhem Cortaz Bernardo O Lobo Atrás da Porta
Tony Ramos Getúlio Vargas Getúlio
2016
Marco Ricca Assis Chateaubriand Chatô, o Rei do Brasil [27]
Daniel de Oliveira Zolah Sangue Azul
Fábio Porchat Bruno Entre Abelhas
Irandhir Santos João Obra
João Miguel Augusto Matraga A Hora e a Vez de Augusto Matraga
2017
Juliano Cazarré Iremar Boi Neon [28]
Fernando Alves Pinto Fernando Para Minha Amada Morta
Leonardo Sbaraglia Mário O Silêncio do Céu
Nelson Xavier Almirante A Despedida
Paulo Tiefenthaler Sérgio Peralta O Roubo da Taça
2018
Vladimir Brichta Augusto Mendes (Bingo) Bingo: O Rei da Manhãs [29]
Irandhir Santos Luzimar Redemoinho
João Pedro Zappa Gabriel Buchmann Gabriel e a Montanha
Júlio Machado Joaquim José da Silva Xavier "Tiradentes" Joaquim
Nelson Xavier Amador Comeback: Um Matador Nunca se Aposenta
2019
Murilo Benício Inácio O Animal Cordial [30]
Aristides de Sousa Cristiano Arábia
Daniel de Oliveira Rubens Aos Teus Olhos
Lázaro Ramos Arandir O Beijo no Asfalto
Marco Ricca Manguari Rasga Coração
2020
Marco Nanini[31][32] Pedro Greta [33]
Fabrício Boliveira Wilson Simonal Simonal
Daniel de Oliveira Stênio Morto Não Fala
Júlio Machado Jorge A Sombra do Pai
Yuri Yamamoto Deusimar Inferninho
2021
Irandhir Santos[34] Breno Wanderley Fim de Festa [35]
Jorge Bolani Ernesto Aos Olhos de Ernesto
Fabrício Boliveira Paulo Breve Miragem de Sol
Rômulo Braga Letra A O Barco
Vertin Moura Antão Gavião Sertânia

Múltiplas vitórias e indicaçõesEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d «1º Prêmio Guarani :: Premiados de 1995». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  2. «23º Prêmio Guarani :: Academia Guarani de Cinema Brasileiro». Consultado em 26 de outubro de 2021 
  3. a b «3º Prêmio Guarani :: Premiados de 1997». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  4. a b «4º Prêmio Guarani :: Premiados de 1998». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  5. a b «5° Prêmio Guarani :: Premiados de 1999». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  6. a b «Wagner Moura – Papo de Cinema». Consultado em 8 de novembro de 2021 
  7. «Selton Mello – Papo de Cinema». Consultado em 8 de novembro de 2021 
  8. Disner, Elton. «MARCO NANINI – Troféu Oscarito». 49° Festival de Cinema de Gramado. Consultado em 8 de novembro de 2021 
  9. «Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro: 'Sertânia' é eleito melhor filme». SRzd. 9 de dezembro de 2021. Consultado em 11 de dezembro de 2021 
  10. «"Sertânia" é consagrado como o Filme do Ano, e "Pacarrete" o mais premiado no 26º Prêmio Guarani do Cinema B». Clube Cinema. 9 de dezembro de 2021. Consultado em 11 de dezembro de 2021 
  11. «6° Prêmio Guarani :: Premiados de 2000». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  12. «7º Prêmio Guarani :: Premiados de 2001». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  13. «75 Anos de Cinema | MADAME SATÃ (2002)». www.75anosdecinema.pro.br. Consultado em 8 de novembro de 2021 
  14. «8º Prêmio Guarani :: Premiados de 2002». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  15. «9º Prêmio Guarani :: Premiados de 2003». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  16. «10° Prêmio Guarani :: Premiados de 2004». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  17. «11° Prêmio Guarani :: Premiados de 2005». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  18. «12º Prêmio Guarani :: Premiados de 2006». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  19. «13º Prêmio Guarani :: Premiados de 2007». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  20. «14º Prêmio Guarani :: Premiados de 2008». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  21. «15º Prêmio Guarani :: Premiados de 2009». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  22. «16° Prêmio Guarani :: Premiados de 2010». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  23. «17° Prêmio Guarani :: Premiados de 2011». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  24. «18° Prêmio Guarani :: Premiados de 2012». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  25. «19° Prêmio Guarani :: Premiados de 2013». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  26. «20° Prêmio Guarani :: Premiados de 2014». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  27. «21º Prêmio Guarani :: Premiados de 2015». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  28. «22º Prêmio Guarani :: Premiados de 2016». Consultado em 26 de outubro de 2021 
  29. «23º Prêmio Guarani :: Melhor Filme». Consultado em 26 de outubro de 2021 
  30. «Prêmio Guarani 2019: 'As Boas Maneiras' lidera com 13 indicações». SRzd. 29 de julho de 2019. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  31. «Prêmio Guarani | 'Bacurau' é o maior vencedor; confira». Quarta Parede POP. 2 de julho de 2020. Consultado em 26 de outubro de 2021 
  32. Redação (3 de julho de 2020). «Os Vencedores do Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro 2020». Vertentes do Cinema. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  33. Cinevitor (1 de julho de 2020). «Bacurau é consagrado no 25º Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro». CINEVITOR. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  34. «"Sertânia" é consagrado como o Filme do Ano, e "Pacarrete" o mais premiado no 26º Prêmio Guarani do Cinema B». Clube Cinema. 9 de dezembro de 2021. Consultado em 11 de dezembro de 2021 
  35. «26º Prêmio Guarani :: Indicados de 2020». Consultado em 24 de novembro de 2021 

Ligações externasEditar