Prêmio Guarani de Melhor Ator Coadjuvante

O Prêmio Guarani de Melhor Ator Coadjuvante é um dos prêmios oferecidos pelo Prêmio Guarani do Cinema Brasileiro, concedido pela Academia Guarani de Cinema e entregue em honra aos atores que se destacam em um papel secundário de obras cinematográficas de determinado ano. Esta categoria está presente no Guarani desde a primeira cerimônia, ocasião em que Otávio Augusto venceu por sua interpretação em As Meninas.[1] A comissão de indicação é composta por mais de quarenta profissionais da crítica cinematográfica, que convidam mais críticos para a fase de seleção dos ganhadores.[2]

Prêmio Guarani de Melhor Ator Coadjuvante
Vencedor mais recente: João Miguel (2021)
Descrição Melhor Performance de um Ator no Papel Secundário
Apresentação Academia Guarani de Cinema
País  Brasil
Primeira cerimónia 1996
Detentor atual João Miguel, Pacarrete (2021)
Sítio oficial

Nos primeiros dois anos, apenas três atores eram indicados nesta categoria.[1] Nos três anos seguintes, essa quantidade aumentou para quatro atores indicados.[3][4] A partir de 2001, a categoria passou a contemplar cinco atores por ano.[5]

Desde sua criação, 23 atores já foram premiados com o Guarani de Melhor Ator. Matheus Nachtergaele é o maior vencedor desta categoria com três vitórias.[6] Irandhir Santos já venceu duas vezes esta categoria. Irandhir Santos, João Miguel, José Dumont, Júlio Andrade e Matheus Nachtergaele são recordistas de indicação, com quatro cada.

Indicados e vencedoresEditar

O ano indicado refere-se ao ano em que ocorreu a cerimônia de premiação, na maioria das vezes relativo ao catálogo de filmes produzidos no ano anterior. Os vencedores aparecem no topo da lista e destacados em negrito, de acordo com o site Papo de Cinema:

 
Otávio Augusto foi o primeiro vencedor, pela atuação em As Meninas em 1996.
 
Tuca Andrada venceu pela sua interpretação em Quem Matou Pixote?. (1997)
 
Matheus Nachtergaele detém o título de mais premiado com três vitórias de suas sete indicações.
 
Murilo Benício conquistou o prêmio por Até Que a Vida nos Separe (2000).
 
Marco Nanini conquistou o prêmio por O Auto da Compadecida (2001).
 
Juca de Oliveira foi premiado nesta categoria por Bufo e Spallanzani (2002).
 
Chico Díaz venceu por Amarelo Manga (2004).
 
José Dumont conquistou o prêmio por 2 Filhos de Francisco (2006).
 
Paulo Autran conquistou o prêmio por A Maquina (2007).
 
André Ramiro venceu a categoria pelo filme Tropa de Elite (2008).
 
Irandhir Santos venceu duas vezes pelo desempenho em Olhos Azuis (2011) e A História da Eternidade (2016).
 
Marco Ricca ganhou por As Duas Irenes (2018).
 
Silvero Pereira se saiu vitorioso por sua atuação em Bacurau (2020).
Ano Atriz Papel Filme Ref.
1996
Otávio Augusto Valdomiro As Meninas [1]
Luís Melo Igor Terra Estrangeira
Luiz Carlos Arutim Vô Passarinho O Menino Maluquinho
1997
Tuca Andrada Cafu Quem Matou Pixote? [1]
Antônio Leite José Rufino Corisco e Dadá
Chico Anísio José "Zé" Esteves Tieta do Agreste
1998
Matheus Nachtergaele Jonas O Que É Isso, Companheiro? [3]
Carlos Loffler Veludo Navalha na Carne
José Wilker Antônio Conselheiro Guerra de Canudos
Tony Ramos Barata Pequeno Dicionário Amoroso
1999
Matheus Nachtergaele Pedro Kenoma [4]
Alexandre Borges Machado Amor & Cia
Jonas Bloch Gerônimo Kenoma
Lima Duarte José A Ostra e o Vento
2000
Murilo Benício Tônio Até que a Vida nos Separe [5]
Cacá Carvalho Irmão Dagobé Outras Estórias
Chico Diaz Catulino O Tronco
Matheus Nachtergaele Francisco O Primeiro Dia
2001
Marco Nanini "Capitão" Severino de Aracaju O Auto da Compadecida [7]
Alexandre Borges Acácio Bossa Nova
Antônio Fagundes Gaspar Correia / Fernão Dias No Coração dos Deuses
Paulo Autran Dr. Enzo Oriundi
Paulo Vespúcio Vander O Dia da Caça
2002
Juca de Oliveira Ceresso Bufo & Spallanzani [8]
Emílio de Mello Pedro Amores Possíveis
Marco Nanini Delegado Mello Pimenta O Xangô de Baker Street
Othon Bastos Seu Wilson Bicho de Sete Cabeças
Tonico Pereira Cacique Itaparica Caramuru: A Invenção do Brasil
2003
Paulo Miklos Anísio O Invasor [9]
Caco Ciocler Miguel Achid Avassaladoras
Flávio Bauraqui Tabu Madame Satã
José Dumont Pai Tonho Abril Despedaçado
Raul Cortez Pai Lavoura Arcaica
2004
Chico Diaz Wellington Amarelo Manga [10]
Fábio Assunção Paulo Cristina Quer Casar
Osmar Prado Francisco de Albuquerque Desmundo
Rodrigo Santoro Lady Di Carandiru
Wagner Moura Edvaltécio Barbosa da Anunciação "Taoca" Deus É Brasileiro
2005
Ailton Graça Waldomiro Contra Todos [11]
Caco Ciocler Luís Carlos Prestes Olga
Lázaro Ramos Éder Fragoso Meu Tio Matou um Cara
Lúcio Mauro Tísico Redentor
Rodrigo Santoro Luiz Cláudio (jovem) A Dona da História
2006
José Dumont Miranda 2 Filhos de Francisco [12]
Jonas Bloch Mateus Cabra Cega
Lázaro Ramos Dido Quanto Vale ou é por Quilo?
Luís Gustavo Alfredo Baragatti O Casamento de Romeu e Julieta
Pedro Paulo Rangel Seu Juquinha O Coronel e o Lobisomem
2007
Paulo Autran Antônio A Máquina [13]
José Dumont Zé Elétrico Árido Movie
Marcos Caruso Otávio Depois Daquele Baile
Otávio Augusto Lourenço Anjos do Sol
Selton Mello Bob Árido Movie
2008
André Ramiro André Matias Tropa de Elite [14]
Caio Junqueira Neto Gouveia Tropa de Elite
Cássio Gabus Mendes Delegado Sérgio Paranhos Fleury Batismo de Sangue
Lázaro Ramos Roque Ó Pai, Ó
Milhem Cortaz Sr. Edgar Querô
2009
João Baldasserini[15] Dênis Linha de Passe [16]
João Miguel Pai Mutum
Lúcio Mauro Miguel Feliz Natal
Rocco Pitanga Carlão Era Uma Vez...
Stepan Nercessian Eudes Chega de Saudade
2010
Jackson Antunes Pai A Festa da Menina Morta [17]
Dan Stulbach Clausewitz Tempos de Paz
Eucir de Souza Alex Salve Geral
João Miguel Sebastião Hotel Atlântico
Luís Miranda Alex Jean Charles
2011
Irandhir Santos Nonato Dias Olhos Azuis [18]
Eduardo Moscovis Brito Cabeça a Prêmio
Murilo Rosa Hugo Como Esquecer
Otávio Müller Abílio Cabeça a Prêmio
Tony Ramos Orlando Chico Xavier
2012
Marat Descartes Otávio Trabalhar Cansa [19]
Caco Ciocler Ivan Cláudio Família Vende Tudo
Cauã Reymond Murilo Estamos Juntos
Jonathan Haagensen Jaime "Jaiminho" Bróder
Paulo José Valdemar / Palhaço Puro Sangue O Palhaço
2013
Julio Andrade[20] Luiz Gonzaga do Nascimento Júnior Gonzaga: de Pai pra Filho [21]
Caco Ciocler Inspetor Freire Disparos
Caio Blat Leonardo Villas-Bôas Xingu
João Miguel Cláudio Villas-Bôas Xingu
Zécarlos Machado Ernani Eu Receberia as Piores Notícias dos seus Lindos Lábios
2014
W.J. Solha Francisco O Som ao Redor [22]
Felipe Abib Jeremias Faroeste Caboclo
Lima Duarte Sal Gadelha A Busca
Miguel Thiré Eduardo A Memória que me Contam
Walmor Chagas Samir A Coleção Invisível
2015
Jesuíta Barbosa Ayrton Praia do Futuro [23]
Antônio Fagundes Sênior Quando Eu Era Vivo
Caio Blat Samuel Alemão
Cauã Reymond Juan Senon Rolón "Fábio" Tim Maia
Juliano Cazarré Delegado O Lobo Atrás da Porta
2016
Irandhir Santos João "Dinho" A História da Eternidade [24]
Caio Blat Carlos Califórnia
Francisco Cuoco Pedro Real Beleza
Lourenço Mutarelli José Carlos Bragança Que Horas Ela Volta?
Marcello Novaes Hugo Cavalcanti Casa Grande
2017
Matheus Nachtergaele Matheus Mãe Só Há Uma [25]
Fabricio Boliveira Fernando Diniz Nise: O Coração da Loucura
Gustavo Machado Ronaldo Fernando Esquerdo e Bôscoli Elis
Irandhir Santos Roberval Aquarius
Jesuíta Barbosa Pica-Pau Reza a Lenda
2018
Marco Ricca Tonica As Duas Irenes [26]
Júlio Andrade Gildo Redemoinho
Jorge Mautner Rubens Vasconcellos Como Nossos Pais
José Dumont Apolo Era o Hotel Cambridge
Marat Descartes Ruben Mulher do Pai
2019
Osmar Prado José Aristides Jofre "Kid Jofre" 10 Segundos para Vencer [27]
Ícaro Silva Luís Antonio da Silva Machado (Skunk) Legalize Já: Amizade Nunca Morre
Irandhir Santos Djair O Animal Cordial
Júlio Andrade Ângelo da Silva Paraíso Perdido
Otávio Muller Klaus Benzinho
2020
Silvero Pereira[28][29] Lunga Bacurau [30]
Demick Lopes Jean Greta
Enrique Diaz Adão Los Silencios
Renato Novaes Jairo Temporada
Rodrigo Santoro Louco Turma da Mônica: Laços
2021
João Miguel[31] Miguel Pacarrete [32]
Júlio Andrade Ramiro Aos Olhos de Ernesto
Julio Adrião Capitão Jesus Sertânia
Rogério Fróes Seu Lira Três Verões
Thomás Aquino Eduardo Todos os Mortos

Múltiplas vitórias e indicaçõesEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d «1º Prêmio Guarani :: Premiados de 1995». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  2. «23º Prêmio Guarani :: Academia Guarani de Cinema Brasileiro». Consultado em 26 de outubro de 2021 
  3. a b «3º Prêmio Guarani :: Premiados de 1997». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  4. a b «4º Prêmio Guarani :: Premiados de 1998». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  5. a b «5° Prêmio Guarani :: Premiados de 1999». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  6. «Matheus Nachtergaele – Papo de Cinema». Consultado em 10 de novembro de 2021 
  7. «6° Prêmio Guarani :: Premiados de 2000». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  8. «7º Prêmio Guarani :: Premiados de 2001». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  9. «8º Prêmio Guarani :: Premiados de 2002». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  10. «9º Prêmio Guarani :: Premiados de 2003». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  11. «10° Prêmio Guarani :: Premiados de 2004». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  12. «11° Prêmio Guarani :: Premiados de 2005». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  13. «12º Prêmio Guarani :: Premiados de 2006». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  14. «13º Prêmio Guarani :: Premiados de 2007». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  15. «João Baldasserini :: Biografia». Quem 
  16. «14º Prêmio Guarani :: Premiados de 2008». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  17. «15º Prêmio Guarani :: Premiados de 2009». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  18. «16° Prêmio Guarani :: Premiados de 2010». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  19. «17° Prêmio Guarani :: Premiados de 2011». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  20. «Chambinho do Acordeon concorre como melhor ator revelação no 18° Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro». Noticiei. 10 de março de 2015. Consultado em 10 de novembro de 2021 
  21. «18° Prêmio Guarani :: Premiados de 2012». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  22. «19° Prêmio Guarani :: Premiados de 2013». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  23. «20° Prêmio Guarani :: Premiados de 2014». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  24. «21º Prêmio Guarani :: Premiados de 2015». Consultado em 25 de outubro de 2021 
  25. «22º Prêmio Guarani :: Premiados de 2016». Consultado em 26 de outubro de 2021 
  26. «23º Prêmio Guarani :: Melhor Filme». Consultado em 26 de outubro de 2021 
  27. «Prêmio Guarani 2019: 'As Boas Maneiras' lidera com 13 indicações». SRzd. 29 de julho de 2019. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  28. «Prêmio Guarani | 'Bacurau' é o maior vencedor; confira». Quarta Parede POP. 2 de julho de 2020. Consultado em 26 de outubro de 2021 
  29. Redação (3 de julho de 2020). «Os Vencedores do Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro 2020». Vertentes do Cinema. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  30. Cinevitor (1 de julho de 2020). «Bacurau é consagrado no 25º Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro». CINEVITOR. Consultado em 3 de novembro de 2021 
  31. «"Sertânia" é consagrado como o Filme do Ano, e "Pacarrete" o mais premiado no 26º Prêmio Guarani do Cinema B». Clube Cinema. 9 de dezembro de 2021. Consultado em 11 de dezembro de 2021 
  32. «26º Prêmio Guarani :: Indicados de 2020». Consultado em 24 de novembro de 2021 

Ligações externasEditar