Abrir menu principal

Prelazia de Itacoatiara

Prelazia de Itacoatiara
Prælatura Territorialis Itacoatiarensis
Localização
País Brasil
Arquidiocese Metropolitana Arquidiocese de Manaus
Estatísticas
População 195.306
Área 135.442 km²
Informação
Rito Romano
Criação da Diocese 13 de julho de 1963
Padroeiro Nossa Senhora do Rosário
Governo da Diocese
Bispo-prelado José Ionilton Lisboa de Oliveira
Jurisdição Prelazia territorial
dados em catholic-hierarchy.org

A Prelazia de Itacoatiara (Territorialis Praelatura Itacoatiarensis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica no Brasil, pertencente à Província Eclesiástica de Manaus e ao Conselho Episcopal Regional Norte I da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, sendo sufragânea da Arquidiocese de Manaus. A prelatícia está na Catedral Prelatícia Nossa Senhora do Rosário, na cidade de Itacoatiara, no estado do Amazonas.

HistóricoEditar

Em 1 de janeiro de 1759, foram instituídas a Vila de Nossa Senhora do Rosário de Serpa e a Paróquia, vinculada ao Bispado de Belém, tendo como padroeira Nossa Senhora do Rosário. A primeira capela de madeira e palha foi construída nesse momento. Com a destruição da capela por um incêndio em 1791, a nova Igreja Matriz é construída em 1795. Até metade do século XIX, a Paróquia não contava com um sacerdote fixo. Em 5 de junho de 1874, com a elevação da vila de Serpa à cidade, a Paróquia de Serpa altera seu nome para Paróquia de Itacoatiara. Com a ereção canônica da Diocese do Amazonas, em 1892, a Paróquia de Itacoatiara passa a fazer parte da nova circunscrição eclesiástica. Os primeiros padres enfrentaram inúmeras dificuldades e também eram encarregados de atender regiões próximas, tendo que ausentar-se da Igreja Matriz por muito tempo nas desobrigas e ministração dos sacramentos.

Apesar das várias reformas e ampliações, a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário estava bem deteriorada, e uma nova igreja começou a ser levantada em 1927. Em 1934, a igreja velha, desativada desde 1930, foi demolida. A nova igreja paroquial, já utilizada desde 1940, foi inaugurada por Dom João da Mata Andrade e Amaral em 1 de novembro de 1946, que também benze o altar-mor e oficializa o dia 1º de novembro como encerramento da Festa da Padroeira.

No pontificado de João XXIII, a sociedade canadense Scarboro Foreign Mission Society (S.F.M., Sociedade de Scarboro para as Missões Estrangeiras), assume a região de Itacoatiara como seu campo missionário. Os primeiros padres canadenses chegam em 1962, dentre os quais Francis Paul McHugh, escolhido vigário, e Jorge Eduardo Marskell.

A Prelazia de Itacoatiara foi erigida a 13 de julho de 1963, por meio da bula Ad Christi do Papa Paulo VI, desmembrada da Arquidiocese de Manaus. A nova Prelazia abrangia oito municípios: Eva, Itacoatiara, Itapeaçu, Itapiranga, São Sebastião do Uatumã, Silves, Urucará e Urucurituba. O município de Eva foi extinto em 1964, e depois recriado como Rio Preto da Eva, em 1981, administrado pela Arquidiocese de Manaus. Itapeaçu foi extinto em 1964 e reintegrado a Urucurituba. Entre 1981 a 2001, a Prelazia de Itacoatiara também foi responsável pelo município de Presidente Figueiredo.

Com a instalação da Prelazia, em 1964 a Igreja Matriz Paroquial é elevada à Catedral. Obras de reforma e ampliação foram iniciadas em 1987 e concluídas em 1988. Em 19 de março de 1988, Domingo de Ramos, o bispo emérito Francis Paul McHugh, celebrou a dedicação da Catedral Prelatícia à Nossa Senhora do Rosário, acompanhado do bispo Jorge Eduardo Marskell e todos os membros do clero da Prelazia. Em 18 de agosto de 2000, por decreto episcopal, é definida a Paróquia Nossa Senhora do Rosário, com sede na Igreja Catedral, para coordenar as demais paróquias da cidade e as áreas missionárias na zona rural. Uma reforma geral da Catedral Prelatícia foi iniciada em 2003, concluída apenas em 2012, sendo dedicada pelo bispo Carillo Gritti em 1 de novembro de 2012. [1] [2] [3]

DemografiaEditar

Em 2015, a prelazia contava com uma população aproximada de 176.900 habitantes, com 79% de católicos.

O território da prelazia é de 58.424 km², organizado em 13 paróquias, abrangendo seis municípios: Itacoatiara, Itapiranga, São Sebastião do Uatumã, Silves, Urucará e Urucurituba.

Bispos prelados, prelado e administradores apostólicosEditar

Nome [1] Período Notas
Bispos prelados
Dom José Ionilton Lisboa de Oliveira, SDV 2017 atual
Dom Carillo Gritti, IMC 20002016 Faleceu
Dom Jorge Eduardo Marskell, SFM 19781998 Faleceu.
Dom Francis Paul McHugh, SFM 19671972 Renunciou.
Prelado
Pe. Francis Paul McHugh, SFM 19651967 Eleito primeiro bispo prelado de Itacoatiara.
Administradores apostólicos
Dom João de Souza Lima 19721975 Arcebispo de Manaus
Pe. Jorge Eduardo Marskell, SFM 1975 — 1978 Eleito segundo bispo prelado de Itacoatiara.

Referências

  1. a b Centro de Estatísticas Religiosas e Investigações Sociais (2009). Anuário católico do Brasil 2009/2010. São Paulo: CERIS, PROMOCAT. p. 872. 1.424 páginas 
  2. CERETTA, Celestino. História da Igreja na Amazônia Central. 2º volume. Santa Maria: Editora Pallotti, 2014.
  3. SILVA, Francisco Gomes da. Cronologia eclesiástica de Itacoatiara. Manaus: Gráfica Ziló, 2018.

BibliografiaEditar

  • Gardel, Luis D. Les Armoiries Ecclésiastiques du Brésil (1551-1962). Rio de Janeiro, 1963.
  • Ramos, Alberto Gaudêncio. Cronologia eclesiástica do Pará. Belém: Falângola, 1985. 305 p.

Ligações externasEditar