Prem Tinsulanonda

O General Prem Tinsulanonda (em tailandês: เปรม ติณสูลานนท์; 26 de agosto de 1920 - 26 de maio de 2019) foi um militar reformado tailandês que atuou como primeiro-ministro da Tailândia de 3 de março de 1980 a 4 de agosto de 1988. Serviu como regente da Tailândia após a morte de Bhumibol Adulyadej.

Prem Tinsulanonda
O general Prem Tinsulanonda.
Nascimento 26 de agosto de 1920
Mueang Songkhla
Morte 26 de maio de 2019 (98 anos)
Cidadania Tailândia
Alma mater Academia Militar Real de Chulachomklao
Ocupação político, militar
Prêmios Ordem das Nove Gemas, Ordem de Chula Chom Klao, Ordem de Rama, Ordem da Coroa da Tailândia, Grã-Cruz da Ordem de Orange-Nassau, Ordem da Estrela Polar - Cavaleiro 2.ª Classe, Ordem do leão neerlandês, Grande Cordão da Ordem das Flores de Paulownia, Ordem de Sikatuna, Ordem do Sol, Legião de Honra, Ordem do Banho, Ordem de Santo Olavo, Ordem de Carlos III, Estrela da República da Indonésia, Ordem do Mérito da República Italiana, Ordem do Libertador, Grande Cruz do Mérito da República Federal da Alemanha, Ordem do Mérito do Serviço Diplomático, Ordem de Dannebrog, Ordem de Leopoldo, Ordem do Libertador San Martín, Ordem Militar de Sant'Iago da Espada, Ordem do Mérito Civil, Legião do Mérito, Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, Ordem da Espada, Ordem de Abdulaziz al Saud, Ordem da Estrela da Romênia, Ordem do Nilo, Ordem do Elefante Branco, Ordem da Estrela Polar, Ordem de Orange-Nassau, Ordem do Sol Nascente, Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha, Ordem da Estrela Brilhante, Condecoração de Honra de Serviços para a República da Áustria, Grã-cruz da Legião de Honra
Religião Teravada
Causa da morte Insuficiência cardíaca
Assinatura
Signature of Prem Tinsulanonda.svg

Na crise política tailandesa da década de 2000, foi acusado pelo primeiro-ministro deposto Thaksin Shinawatra e seus partidários de ser o mentor do golpe de Estado de 2006[1], bem como na designação do legislativo pós-golpe e do governo provisório de Surayud Chulanont[2]. A junta militar que depôs o Thaksin negou que Prem teve algum papel político importante.

MorteEditar

Prem morreu de insuficiência cardíaca no Hospital Phramongkutklao em 26 de maio de 2019, aos 98 anos.[3]

Referências